Plenário de militantes

 
17 de Novembro às 21h00 Plenário distrital de militantes
com a presença do Secretário-geral do PS, António Costa;
 no Novotel, em Setúbal.

Moção PS: Por umas cantinas escolares em plenas condições


(aqui disponibilizado também, nas páginas seguintes, o dossier com requerimento e resposta com relatórios das inspeções) 


Este documento disponibilizado inclui:
- Nas páginas 1 e 2 a moção que foi apresentada (e chumbada) na 3ªSE de 2015 com
  • Votos a favor: PS, PSD e CDS
  • Abstenção: BE
  • Votos contra: CDU
- Nas páginas 3 a 30: o requerimento e resposta com relatórios das inspeções realizadas, no âmbito do programa PACE C (Cantinas Escolares)

Jornadas Parlamentares do Distrito de Setúbal



Secretariado - Partido Socialista Seixal vem esclarecer que considera a presença do Centro de Estágios do Benfica no Seixal, da maior importância


Na sequência da notícia do Correio da Manhã de hoje (em anexo e neste link:http://www.cmjornal.xl.pt/desporto/futebol/detalhe/terrenos_do_benfica_dao_queixa_crime.html), o PS Seixal vem esclarecer que considera a presença do Centro de Estágios do Benfica no Seixal, da maior importância.
No entanto, considera também, para que essa presença seja o mais frutuosa possível, para todas as partes envolvidas, é necessário o cumprimento integral dos diferentes protocolos assinados (ver em anexo).
Nomeadamente, o PS Seixal entende que:
– Na defesa do ambiente e da envolvente do centro de estágios, nos termos do despacho de reconhecimento de interesse público, é fundamentalmente necessária a construção da ETAR em falta.
– A utilização do Centro de Estágio pelos clubes do Concelho, deve ser incentivada e protocolada em termos concretos.
– O novo campo Albano Narciso Pereira, já construído, nos terrenos cedidos na fase 2, deve vir de imediato à posse da Câmara, e os dois caminhos públicos, desobstruídos.
– As obras no estádio do Bravo, da exclusiva responsabilidade da Benfica SAD, devem iniciar-se de imediato, por forma a estarem prontas no início da nova época desportiva.
– Finalmente, a queixa apresentada, foi contra desconhecidos, de forma a apurar responsabilidades


Comunicado - Federação Distrital de Setúbal do Partido Socialista



GOVERNO COLOCA EM CAUSA ACESSO DOS CIDADÃOS AOS CUIDADOS DE SAÚDE

Nas últimas semanas o País tem assistido ao caos generalizado das urgências hospitalares, situação que se repete um pouco por todo o País.
No Distrito de Setúbal também se assinalam situações de grandes tempos de espera no atendimento das urgências, as quais são muito preocupantes, no Hospital Garcia de Orta, em Almada, e no Hospital do Barreiro e em particular, no Hospital de S. Bernardo em Setúbal, onde, no dia 3 de Janeiro, um homem de 77 anos, que tinha sido assistido por um médico do INEM que não fez qualquer referenciação do doente para as urgências, depois de 4 horas num corredor do Hospital sem qualquer assistência, acabou por morrer.
Essas situações, ainda que agravadas nesta época, não constituem factos isolados, antes espelham a situação de abandono do Serviço Nacional de Saúde por parte do Governo PSD/ CDS.
Ainda recentemente numa visita que o Partido Socialista realizou a diversos Centros de Saúde do Distrito de Setúbal se pode constatar que para o Governo, os cuidados primários de saúde não são uma prioridade, situação refletida nas faltas de condições de atendimento, falta de recursos humanos e, muitas vezes, falta de material. A ausência de políticas de saúde adequadas fez com que nos últimos 3 anos haja menos cidadãos do distrito de Setúbal com acesso a médicos de família.
A carência de meios humanos e materiais também se verifica ao nível hospitalar. Esta realidade foi particularmente questionada em Julho do ano passado por 42 diretores de serviço do Hospital Garcia de Orta que denunciaram o adiamento de consultas, exames e de cirurgias por falta de profissionais, bem como a existência de equipamentos obsoletos.
A Ordem dos Médicos, ainda recentemente, responsabilizou diretamente o Governo PSD/ CDS pela situação que se vive no setor da Saúde.
Conscientes da situação que se vive atualmente em todo o País, e com reflexo no Distrito de Setúbal, a Federação Distrital de Setúbal do Partido Socialista denuncia publicamente a situação de degradação dos cuidados de saúde no Distrito de Setúbal, responsabilizando o Governo PSD/ CDS por, com a obsessão de acabar com o Serviço Nacional de Saúde, estar a colocar em causa o princípio constitucional de garantia de acesso aos cuidados de saúde.


Setúbal, 7 de janeiro de 2015

O Secretariado da Federação Distrital de Setúbal do Partido Socialista

Google