Santo Padre


Os Católicos Socialistas do Concelho do Seixal, A que se associa a Comissão Política do PS Saúda:
O Papa Bento XVI Joseph Ratzinge, anunciou a sua renuncia a liderança da Igreja Católica, com efeitos a 28 de Fevereiro de 2013, alegando cansaço físico e psíquico para desempenhar o exercício do ministério que lhe foi confiado a 19 de Abril de 2005.
Considera se um ato de grande coragem e humildade o reconhecimento da sua inépcia perante um mundo em constante mudança, cujas circunstâncias atuais exigem presença, lucidez e força física, para responder ad múltiplas solicitações.
Bento XVI, teólogo, amante da música clássica e escritor, sempre se considerou um homem da razão, pois foi através das suas obras literárias, fruto da sua reflexão teológica e meditação que mostrou que não existe divórcio entre a fé e a razão.
O Santo Padre, no desenvolvimento do seu pontificado, sempre o pautou pela identificação dos desafios que a igreja católica assume no séc. XXI, tendo ressaltado o espirito ecuménico, o contributo e a responsabilidade acrescida que os fiéis ajeitam para a prosperidade da humanidade.
Influiu como exemplo na expressão de humildade perante os campos de ação em que os fiéis deverão aprofundar a fé, tendo evidenciado os valores tradicionais como sustentáculo estrutural de políticas societárias, para o desenvolvimento de condutas éticas humanizadas.
Reiteramos a nobreza da sua tomada de decisão, e pelos seus contributos na defesa dos valores universais da tolerância, da paz, e pelo papel desempenhado da promoção do diálogo inter-religioso.
O PS Seixal reunido a 13 de fevereiro de 2013 expressa o apreço a sua santidade Bento XVI, e deseja que a sabedoria que marcou o seu pontificado possa ser um legado para o seu sucessor e fortalecimento da unidade da Igreja Católica.

Aprovado na CPC de 13 de Fevereiro de 2013.

Sem comentários:

Google