Moção - Corroios


A freguesia de Corroios tem cerca de 16,92 km² de área, com uma densidade populacional de superior 2 816,8 hab/km,².  A freguesia de  Corroios permanece como a segunda vila mais populosa de Portugal.
 Tem, entre outros problemas relacionados com o urbanismo, o da circulação automóvel pelo que e considerado que:
Um dos problemas fundamentais em Corroios é a circulação automóvel, não só pela sua localização em relação ás principais vias de acesso, mas por ser porta de chegada e partida de uma considerável área habitacional, não só local como regional .
A circulação do Metro de superfície veio agravar  de forma exponencial essa mesma circulação, com a sinalização semafórica por vezes descoordenada da circulação efetiva provocando longas filas de transido e ainda por ter uma das poucas estações da Margem Sul que se encontra encaixada na área central da cidade.
Que a forma, descoordenada e desenfreada como a autarquia coloca pilaretes que restringe e dificulta o estacionamento em locais que pela localização e dimensões seriam aconselhados.
Ainda que desta realidade a zona central de Corroios e algumas adjacentes, próximas da Estação de comboios, como por exemplo a rotunda da Piscina e a do viaduto são disso exemplo, em horas de ponta .
Também da área da saúde
É imperioso, com as autoridades competentes de saúde pública, definir uma política de limpeza e conservação das valas de drenagem da freguesia, algumas atravessando o centro da vila, bem como de controlo dos vetores. Pois sabemos pela OMS que o Dengue foi a doença que mais se propagou no mundo e que o mosquito é o transmissor é urbano de doenças por excelência e utiliza poças e charcos, muitas vezes pequenos e até domésticos.
É preocupação do Partido Socialista de Corroios dos cassos referidos exigindo das autarquia a resolução urgente e imediata da redefinição da circulação e não ações esporádica da PSP as quais são interpretadas pelos cidadãos como “caça à multa”.  A racionalização da colocação dos pilaretes que, entre outros, prejudicam o comercio local ao invés de o ajudar, por impedir o estacionamento onde ele é colocar em risco pessoas, assim como, a não menos urgente limpeza das valas que correm a céu aberto na nossa Vila de Corroios.

Corroios 25 de janeiro de 2013

Sem comentários:

Google