Comunicado da CPC do PS Sesimbra

O Secretariado da Comissão Política Concelhia de Sesimbra do PS, na sequência da reunião desta última ocorrida no dia 4 de Outubro de 2011 e, após discussão da temática sobre a saúde, tomou a posição abaixo, relativa às questões da política de saúde que afectam a população do nosso Município, remetendo-a aos OCS locais, bem como aos órgãos distritais e nacionais do PS.

Enquanto questão prévia, importa afirmar com clareza que as questões relacionadas com a saúde, pela sua particularidade e especial sensibilidade social, não devem ser objecto de afirmações e posições demagógicas, antes deve ser um assunto que exige uma discussão com elevação e grande sentido de responsabilidade.

1. Fecho do serviço de atendimento permanente a funcionar na vila de Sesimbra

Esta é para nós uma questão indissociável da discussão mais lata sobre a Qualidade na prestação de cuidados de saúde primários à população, a qual, como é sabido, incumbe aos respectivos Centros de Saúde.

Sobre a anunciada redução do horário e posterior eventual encerramento do SAP (Serviço de Atendimento Permanente) de Sesimbra, estas realidades são geradoras de grande apreensão, se outra solução não for encontrada que satisfaça as necessidades da população do concelho e visitantes, designadamente a eventual criação de um SUB (Serviço de Urgência Básica) na Vila de Sesimbra, por nós sempre defendida.

Por outro lado, hoje todos os utentes inscritos em Sesimbra têm médico de família e mesmo que se verifique a impossibilidade de ser criada a USF (Unidade de Saúde Familiar) de Sesimbra, em bom rigor a única forma correcta de se poder ambicionar a um serviço de saúde de proximidade com a qualidade desejável, entendemos que, até pelo impacto negativo em termos dos seus custos nesta época de forte crise que o país atravessa, será uma melhor solução para os utentes residentes, como para os que nos visitam, este serviço, dito de "emergência", ser garantido com recurso a unidades móveis com os recursos adequados à realização do diagnóstico e indicação ao encaminhamento adequado para cada situação em concreto.

2. Unidade de Saúde da Quinta do Conde

Acompanhamos com especial atenção a fase de conclusão desta obra, da iniciativa do anterior governo, a qual sofreu algumas vicissitudes nesta fase final mas que, tudo indica, foram ultrapassadas e perspectivam a sua inauguração até ao final do corrente ano.

Seguir-se-á a fase de dotação dos recursos humanos adequados para que todos os utentes possam estar inscritos e ter o seu médico de família, o que, também esperamos, possa ser concretizado nos tempos mais próximos, bem como perspectivar a possibilidade de criação de uma USF.



3. Construção do Hospital Seixal - Sesimbra





A construção do Hospital Seixal - Sesimbra é outra das matérias que reputamos de extrema importância, desde logo, pela racionalização de custos inerente, para além de melhor qualidade de serviço que irá disponibilizar às populações de Sesimbra e de melhor acessibilidade àquela unidade, bem como por ser uma forma complementar de resposta às estruturas locais de cuidados de saúde primários, designadamente Centros de Saúde e/ou USF.

Quanto a esta questão aguardamos expectantes a decisão do avançar em definitivo com a obra, esperando que a sua construção seja uma realidade a curto prazo.

Posto isso, deveremos ter bem presente que o actual modelo de prestação de cuidados de saúde, com décadas de existência tem de ser reestruturado, constituindo obrigação de todos nós, ir ao encontro de soluções, em vez de continuar a defender o indefensável ou a exigir o impossível.

Em conclusão e nestas circunstâncias, nas matérias de interesse local, manteremos a nossa posição de responsabilidade, de especial vigilância e acompanhamento da sua evolução, na defesa dos legítimos interesses das populações, procurando as melhores soluções junto das entidades competentes e exigindo o melhor para o concelho de Sesimbra.

É o que cumpre informar em nome da verdade dos factos e do rigoroso esclarecimento da população.

Sesimbra, 04 de Outubro de 2011

O Secretariado da Comissão Política Concelhia de Sesimbra

Sem comentários:

Google