Não há almoços grátis


Já é bem conhecido o adágio popular “Não há almoços grátis”, quer-se com a expressão dizer que quem dá, espera algo em troca.
Bem o sabem as crianças do Seixal e bem o sabe o Sr. Presidente da Câmara Municipal.
Vem isto a propósito das recentes decisões da Câmara Municipal do Seixal de não comparticipar as refeições escolares fora do período lectivo, alegadamente por falta de dinheiro, ao mesmo tempo que decidiu adquirir ao escultor Jorge Pé-Curto, uma obra de arte, pelo valor de 3.075€ (três mil e setenta e cinco Euros), para guardar na cave do novel edifício municipal, já que não valia pena expô-la, uma vez que esteve em exposição há bem pouco tempo (explicação oficial da Câmara).
A decisão de não comparticipar as refeições escolares fora do período lectivo mais não é que a retaliação da Câmara, ao facto de, no ano transacto, as associações de pais terem contestado o corte, por parte do município, do subsídio atribuído aos transportes escolares no período supra-referido.
Aliás se dúvidas houvesse atente-se ao facto da Câmara continuar a subsidiar as restantes colectividades na realização de eventos deste tipo, enquanto corta o apoio apenas às associações de pais.
O executivo comunista que preside a Câmara do Seixal apoia as crianças do concelho mas espera o silêncio dos seus pais!
Por outro lado há intervenções que são premiadas, o escultor Jorge Pé-Curto aparece sempre naqueles folhetos de propaganda partidária, distribuídos em época de campanha eleitoral, como um dos intelectuais que apoia o PCP ou o travesti CDU, como se queira.
Desde 2007 foram inauguradas no concelho do Seixal 4 estátuas de Jorge Pé-Curto e agora o município adquiriu mais uma obra do mesmo autor (na foto), esta para guardar na cave do edifício dos serviços centrais, espaço pomposamente designado sala de reservas de obras artísticas.
É bem certo que não há almoços grátis mas, felizmente, também é verdade que nem todos os silêncios se compram, e esta mensagem que espero todos os pais deste concelho sejam capazes de continuar a transmitir aos seus filhos.

Sem comentários:

Google