Complexo de Édipo?

Na senda do post anterior, aqui fica mais uma demonstração da falácia e da fraqueza dos argumentos do PCP. Normalmente as Câmaras querem mais competências e, por isso, reclamam uma maior descentralização de competências. A Câmara do Seixal também alinha neste discurso e, quanto a mim, bem. Aliás a reclamação de mais competências é apenas, a revindicação do cumprimento dum dos princípios do enquadramento jurídico do poder local, o princípio da subsidiaridade.
Vem isto a propósito duma moção apresentada pelo Grupo Municipal da CDU na última Assembleia Municipal exigindo que o Governo revogasse o Decreto-Lei que permite às Câmaras Municipais restringir livremente os horários das grandes superfícies comerciais.
O Governo face às opiniões divergentes na sociedade portuguesa acerca da abertura dos hiper-mercados ao Domingo, veio legislar no sentido de dizer, cada uma das Câmaras Municipais, como melhor conhecedora da realidade local, deve decidir se os hiper-mercados no seu concelho devem, ou não, abrir aos Domingos à tarde.
Posição da CDU/PCP no Seixal que, por inerência, é a posição da Câmara Municipal: Aprova uma moção a dizer: Srs. do Governo por favor não nos deixem decidir, revoguem já essa Lei.
Aliás esta posição por parte da CMS já não é inédita, vejam o que se passa com as estradas do nosso concelho no post anterior ou com as actividades de enriquecimento curricular...
Eu acho que o slogan da CMS deveria passar a ser:
Fazer Não. Dizer mal do governo Sim!

1 comentário:

outsider disse...

Sr. Vereador

não posso concordar mais consigo... A CDU que ao nível das suas estruturas centrais defende com unhas e dentes o famigerado "comércio local" contra os grandes impérios da Distribuição implantados em Portugal... e que tinha nesta lei a hipotese clara de mandar uma mensagem para dentro do concelho, impedindo a abertura das grandes superfíces ao domingo de tarde, acaba por fazer aquilo que diz combater.

É certo que isto nada mais reflecte a teia de interesses da qual, e muitas vezes, a CMS se aproveita e com a qual muitas vezes a mesma apresenta obra (paga pelos outros) e reclamada como sempre pelo "Poder Local Democrático" (terminologia Eleitos/ Eufrzáio).

Saudações democráticas

Google