Como dizia o Eng. "É a vida"

Não resisto a trazer aqui uma história relatada no Expresso do passado dia 16. A peça era sobre a feitura do orçamento de estado e entrevistava várias personalidades envolvidas na sua realização no passado.
Bagão Félix relatou um episódio desarmante pela sua autenticidade e, porque não dizê-lo, sinceridade.
Aquando da mudança do Governo de Durão Barroso para o de Santana Lopes, Bagão Félix transitou directamente do Ministério do Trabalho e da Segurança Social para as Finanças.
No novo posto, como é da praxe, iniciou a auscultação dos seus colegas Ministros para elaborar o novo orçamento de Estado.
Fernando Negrão,o novo Ministro do Trabalho e da Segurança Social, foi ouvindo com grande serenidade todas as criticas (algumas bastante severas)que Bagão Félix formulou ao documento por si apresentado. Mas perante uma critica mais feroz não se conteve e disse: "Vai-me perdoar, senhor Ministro, mas permita-me que lhe recorde que eu não alterei uma única linha ao documento que o senhor mesmo escreveu quando estava neste agora meu ministério, para elaborar o orçamento".
Segundo Bagão Félix foi uma lição de vida: "Mostra como as coisas mudam, consoante a perspectiva que temos delas".

Sem comentários:

Google