A propósito da reforma da Presidente da Câmara de Palmela



No Seixal passam-se coisas extraordinárias, já o tenho dito várias vezes.
Desta vez o meu comentário vem a propósito da manifestação de trabalhadores europeus, realizada na passada quarta-feira, e da participação do STAL Seixal.
É que se olharem para a direita da foto vão ver dois senhores (Alfredo Monteiro e Jorge Silva, Presidente e Vereador do Urbanismo da CMS)que:
- Não são trabalhadores das autarquias do Seixal.
- Não são sequer trabalhadores, são ambos reformados. O primeiro era professor de trabalhos manuais e foi reformado em Dezembro de 2005 com 3.172,36€, enquanto que o segundo era metalúrgico e foi reformado em Novembro do mesmo ano com 1.747,90€.
- E segundo informação dos próprios participam na manifestação mas não descontam os seus ordenados enquanto eleitos porque, segundo eles, foram eleitos para isso mesmo.
É PRECISO É LATA...

9 comentários:

Anónimo disse...

1747,90 aereos por 30 anos de megafone,nada mau não senhor e que dizer de 3172,36 para o senhor professor que começou adar aulas com o antigo quinto ano,trabalhos manuais era aquela disciplina dada por quem não sabia fazer nada e que não servia para nada,lembram-se que a malta nem chumbava a essa disciplina
Não hão-de eles juntar cem mil numa manif,pudera com uma mama destas.

Samuel Cruz disse...

Acho que, sem querer, apaguei um comentário que tinham acabado de deixar, se puderem comentar de novo agradeço.

Anónimo disse...

Realmente á coisas extraordinárias!!

- Como é que um funcionário público se reforma com 3.172,36 euros aos 53/54 anos?
- Como é que se reforma como professor alguém que está na cãmara do seixal como vereador desde 1990?

-Como se reforma alguém como professor que é desde 1998 presidente da câmara?

- Onde é que Alfredo Monteiro exerceu durante estes anos que lhe permitem a reforma?

Quem é que irá responder a isto ou vai cair mais uma vez no silencio do KGB??

Ponto Verde disse...

É este somatório de situações como as acima demonstradas, de um roubo deliberado ao erário público por parte de quem deveria, do Estado , não servir-se , mas servir que chegámos ao ponto em que nos encontramos.

A acrescentar ao dinheiro escandalosamente recebido , e escandalosamente a continuar a receber, temos de somar as decisões que lesa estado que estes senhores tomaram e continuam a tomar, como é o favorecimento do Grupo A.Silva & Silva, sobretudo nas decisões que levaram à construção e aluguer do Parque Técnico e Serviços Centrais da Câmara do Seixal.

Temos, enquanto cidadãos, enquanto contribuintes para o ponto de ruptura que atingimos, de fazer com que HAJA UMA CRIMINALIZAÇÃO DESTES INDIVIDUOS que ainda têm o descaramento de assumir outro papel, o de agitadores... como forma de auto-desresponsabilização como se fizessem parte da solução e não fossem eles mesmos O PROBLEMA.

Anónimo disse...

1747,90 aereos a um homem que tinha como tarefa, andar de megafone na mão e no resto do tempo era o controleiro do pcp no Seixal.
3172,30 aereos para o coruchense Alfredo, que como se devem lembrar era prof. daquela disciplina que ninguem ligava nem dava direito a chumbo.Alèm disso como também se devem lembrar os profs. desta disciplina eram malta que acabava o 5º ano e como não queria fazer mais nada ia dar aulas,é bom lembrar que estamos a falar do pós revolução onde se dava aulas sem ter licenciatura, belos tempos.
Viva o António Teodoro,Viva o Mário Nogueira,Vivam os mais de 100.000 de profs. na manif, para não perder uma mama destas,pudera.

Anónimo disse...

Seria bom que corrigissem as falhas dos comentários aqui proferidos. O senhor não se reformou como professor, pois não há professor que aufira tal rendimento. O senhor reformou-se de presidente de uma autarquia local, presidente da CM do Seixal. Ok? Parece que também aqui existem muitos perseguidores dos professores. Alguns recalcamentos?

Anónimo disse...

Há aqui alguma confusão no comentário anterior que só agora li.
Como é que se pode reformar uma pessoa como presidente de uma autarquia local se ainda lhe faltam três anos certos para cumprir o mandato??
Ninguém está a perseguir os professores , precisamente a questão está em que nenhum professor se reforma com esse valor, em especial um professor que não dá aulas á mais de dez anos (pelo menos)!

Anónimo disse...

O Senhor reformou-se da profissão que tinha - Professor - contando para o montante da Pensão, os descontos efectuados no exercício do cargo de Presidente da Câmara. A aposentação está suspensa enquanto fôr Presidente, mas pode requerer a revisão do montante da Pensão, quando efectivamente cessar as funções.
Não esquecer que por cada ano de exercício do cargo público ( e nas antigas Colónias), vale por dois de qualquer Trabalhador !

Anónimo disse...

Como todos sabemos o camarada Alfredo vai entregar ao PCP, a diferença de valor da reforma, de autarca para a de "mestre", pois era esta a sua profissão.

Assim como vai entregar os dois carros que utiliza, nas suas funções, pois ja deixou de ser Presidente de Camara e entregou a "pasta" ao sucessor "primogenito".

Razão tem a Coralia que afirmava não poder ser sucessora do Alfredo, porque apesar de ter nascido primeiro, não era "primogenita"

Google