Luís Ferreira no Seixal, Quinta-feira, 21h, Pavilhão do Alto do Moinho

Estimado(a) camarada,

No próximo mês de Outubro, os militantes socialistas do distrito vão ser chamados a escolher os dirigentes federativos para o próximo biénio, numa decisão que assume uma particular importância devido à conjuntura política e social que nos encontramos a atravessar. Face aos resultados globalmente decepcionantes registados nas últimas autárquicas, estas eleições internas representam, de igual modo, uma oportunidade única para começarmos a inverter o ciclo de hegemonia do PCP que, ao longo das últimas décadas, se tem revelado prejudicial para as aspirações desta região.
Candidato-me a Presidente da Federação com um programa que visa a modernização do Partido, suportado por uma equipa que nos dá garantias sólidas de sucesso no trabalho que pretendemos desenvolver. Acreditamos que é possível mudar de rumo e imprimir uma nova dinâmica que, a médio prazo, nos afirme como a principal força partidária do Distrito.
Para que tal aconteça, é indispensável que se comece a construir um modelo de desenvolvimento económico e social que nos permita contrariar a tendência que tem transformado muitas das nossas cidades em subúrbios indiferenciados. No domínio do ordenamento do território, da democracia participativa ou da criação de novos pólos de investimento, o PS tem que ser capaz de apresentar propostas alternativas e inovadoras.
No caso concreto do Seixal, a Federação deve também procurar contribuir para a resolução de muitos dos problemas que têm vindo a dificultar a afirmação do projecto do PS. Neste domínio, temos que ser claros. A escolha dos candidatos às últimas legislativas foi altamente prejudicial para as expectativas da população residente naquele que já o maior concelho da Península de Setúbal. Não é compreensível que se tenha instalado no Seixal um défice de representatividade que, em matérias tão importantes como a construção do novo hospital ou a estruturação da rede viária, não permite que os reais interesses dos seus habitantes sejam devidamente acautelados. Connosco, esta situação vai ter mesmo que mudar.
No dia 9 de Setembro, pelas 21h30, vou estar no Pavilhão Municipal do Alto do Moinho, em Corroios, para apresentar, conjuntamente com o mandatário da candidatura José Manuel Torres Couto e o camarada Samuel Cruz, a moção “Afirmar o Futuro”.
Juntos, vamos voltar a acreditar na vitória.
Aceite as minhas saudações socialistas,

Luís Ferreira

Sem comentários:

Google