Quando França ama a Rosa

A alegria voltou ao pátio do n.º da 10 da rua de Solferino (sede nacional do PS França), a razão não é para menos, com excepção da Alsácia e da Reunião as regiões francesas viraram à esquerda.
Valentine e Camille, ambas de 19 anos, fizeram campanha nas suas escolas "para educar os jovens e explicar que as escolas são geridas por regiões, a votação de hoje é fundamental para eles" disseram. É esta a beleza da democracia francesa, jovem e madura ao mesmo tempo.
A análise destes resultados não indicia ainda a viragem nas presidenciais que se avizinham, mas confirma a clara rejeição sofrida pela política centralista de Sarkozy e a adesão às políticas regionais defendidas pela esquerda.
Aguardemos pois para ver o que o futuro nos reserva, em França e na Europa…

Sem comentários:

Google