É o forrobodó!!!

Os anos eleitorais têm destas coisas... É preciso gastar, e os autarcas menos conscienciosos gastam, quer haja, quer não haja.
Foi precisamente o que aconteceu o ano passado na CMS. Reportando-me ao início do mês de Dezembro as contas do munícipio são estas:
Setenta e sete milhões e meio de Euros de receita cobrada, quando se esperava cobrar praticamente 124 milhões.
Do lado da despesa, apesar do evidente descontrolo, não houve cortes: 117 milhões de Euros já cabimentados.
Ou seja, a diferença entre o que a CMS recebeu este ano e aquilo que já gastou é de: 40.104.297€.
Mais de 40 milhões de Euros que representam mais de 50% do total da receita liquidada, onde é que isto vai parar?

1 comentário:

samu disse...

Ó Sr, Serejo ou Cerejo(?)
pensei que ia ler alguma coisa sobre a ditadura na comunicação social por parte da sócretina mas nada.
Canalhas!!!!!

Google