Seixal com denominador comum

São quase 200 mil os habitantes que vivem no concelho do Seixal. Da esquerda à direita, todos acreditam na mudança.

À batalha ganha para um novo hospital, segue-se a luta comum a todos os candidatos contra um inimigo comum: a forte abstenção. Paulo Edson Cunha, do PSD, diz que esta batalha tem de ser ganha.

Cada candidato, sua bandeira e a do CDS-PP vai para as pessoas: é preciso valorizar o lado humano para chegar mais longe. Alfredo Monteiro, da CDU, recandidato e actual presidente da Câmara, não desalinha muito e refere que já estão em curso reformas e apoios na área social, como creches e lares.

Para Samuel Cruz, candidato do PS, a segurança é a prioridade.

O Seixal tem 92 quilómetros quadrados de superfície e seis freguesias. É, desde o século XV, um ponto estratégico e importante na economia da península de Setúbal e da região de Lisboa, fruto das unidades fabris que ali se instalaram.

Neste século XXI, o concelho quer marcar a diferença: ser um município de referência no desenvolvimento sustentável, no ordenamento de actividades económicas e na protecção dos valores patrimoniais e culturais.


[Fonte: Rádio Renascença]

1 comentário:

antono goulao disse...

pensei que a segurança fosse um exclusivo do cds-pp que sempre tem acusado o governo de não ter atenção ao tema. afinal o ps do seixal está na primeira linha. será que esta convergência irá mais longe em termos de governo?

espero que publique este meu comentário já que muitos ouytos foram apagados demonstrando que afinal os métodos condenados nos outros são seguidos tambem pelo ps seixal..

fico a aguardar para tirar em definitivo as minhas conclusões.

Google