"Passou por ali uma corrente de ar tão triste que até fez chorar as sementes da liberdade"

Segundo o Jornal do Seixal, aquando da entrega das candidaturas da CDU no Tribunal, ficámos, deliciosamente, a saber que as mesmas estavam "meticulosamente organizadas"! Até aqui, tudo bem, não fazem mais do que a sua obrigação, ainda por cima com a pleíade de assessores, avençados, funcionários e outros vários ao serviço do PCP.
Mas onde a porca torce o rabo é nos desabafos dos militantes e representantes da CDU:
"nem valia a pena haver eleições"
Gravíssimo acto falhado e espelho do conceito que estes senhores têm da democracia representativa e parlamentar. Então o que é que valia a pena?! (por hoje ficamos por aqui).

"Nunca há que fiar"
Outra monstruosidade que evidencia a desconfiança no universo dos eleitores.
Não há que fiar em quem? Este é um discurso para fora ou para dentro do partido? Os muros do Seixal começam a abrir brechas porque a história é implacável.

"É sempre bom ir a votos"
Haja Deus! aí está uma frase com piada. Com tanta piada que até me apetece dizer: é tão bom ir a votos como ir a banhos!


José Geraldes

Sem comentários:

Google