Noite de violência na Quinta da Princesa

Candidato socialista à Câmara do Seixal defende Contrato Local de Segurança

Samuel Cruz, candidato do Partido Socialista à Câmara Municipal do Seixal, perante mais uma madrugada de violência na Quinta da Princesa, no Seixal, considera cada fez mais essencial para o concelho a implementação do Contrato Local de Segurança (CLS).

“É inconcebível que o concelho esteja a ferro e fogo”, afirma Samuel Cruz, reforçando que “a autarquia não conseguiu dar resposta a este problema, e é crescente o sentimento de insegurança no Seixal.”

As críticas do vereador e candidato pelo PS Samuel Cruz são constantes e ganham relevância quando são notícia, diariamente, casos de violência, na zona do Seixal.

Um dos principais pilares da candidatura de Samuel Cruz assenta no desenvolvimento de um Contrato Local de Segurança, estabelecido entre a Câmara e o Ministério da Administração Interna, que pretende reforçar a vigilância e segurança da zona.

Com este projecto são fixadas as formas e as estratégias de presença e de intervenção no terreno das várias forças de segurança, incluindo as polícias municipais e os recursos de segurança privada, bem como os objectivos específicos a atingir por cada uma destas entidades, não só em termos de prevenção, manutenção e reposição da ordem, como de fiscalização e dissuasão das condutas anti-sociais.


Seixal, 25 de Agosto de 2009 [Comunicado de Imprensa]

2 comentários:

Maria disse...

Caro Samuel Cruz

O seu a seu dono.
Se o país vive este clima de insegurança, e estamos a falar de todo o país, os sucessivos governos têm uma elevada culpa.
Onde se pode admitir que um violador ou um ladrão apanhados em flagrante possam ser libertados apenas algumas hora depois da detenção????
Que legislação é esta, a portuguesa, que retira praticamente todos os direitos ás vítimas e os dá aos gatunos?
Como se pode falar de segurança quando a própria polícia não tem meios nem apoio da legislação para defender os cidadãos?
E não me venha com a promessa da polícia municipal...
Só com uma alteração de fundo da lei poderá garantir-se a defesa e a segurança dos cidadãos, e isso cabe em exclusivo ao Governo.

Anónimo disse...

Boa Maria estou contigo

Google