7 comentários:

Ana disse...

Não sou filiada em nenhum partido político já o disse repetidas vezes, mas reconheço um partido em Portugal, um só onde o 25 de Abril é uma realidade, e esse partido é sem dúvida nenhuma pelos menos para mim o Partido Socialista.
Quantos partidos se dão ao luxo de ter um Manuel Alegre?
O que aconteceu a Joana Amaral Dias?
O que aconteceu ao saudoso João Amaral? (Aproveito para lhe prestar a minha humilde homenagem aqui e agora).
O que aconteceu ao Carlos Brito? Ao Raimundo Narciso? Ao……..? Ao …....?
Como foi tratado o Professor Jorge Miranda?
Os exemplos são inúmeros, não cito os partidos penso estar perante pessoas esclarecidas.
O Partido Socialista é no meu entender um partido onde existe verdadeira liberdade democrática em termos de expressão, por vezes até demais e por isso é muitas vezes criticado porque não consegue manter nada no segredo das suas quatro paredes.
Nunca fui grande simpatizante do Dr. Mário Soares, no entanto tenho que “dar a mão à palmatória”, pois quando paro para “inventariar” os leaders portugueses do pós 25 Abril, ele emerge naturalmente em grande destaque comparativamente com os outros, como o grande símbolo da liberdade.
Com todos os erros cometidos e só não erra quem nada faz, é para mim o partido que de momento me oferece mais confiança, muito, claro está também pelo leader do momento.
Assim só posso subscrever o AVANÇAR PORTUGAL, há ainda muito para fazer e para refazer. Há que acima de tudo repensar o que não funcionou e fazer com que funcione. No meu entender há muita coisa que tem que ser reformulada, pois houve muitas ideias que à partida tinham tudo para dar certo mas falhou a concretização.
Por isso só posso dizer Sr. Eng. Sócrates com ou sem licenciatura, com licenciatura tirada em dia útil ou em dia de descanso semanal ou feriado, com ou sem 150.000 novos postos de trabalho, com ou sem 150.000 novos desempregados, analise o que falhou rectifique, e siga em frente com uma pequenina “nuance”, ganhe o povo para as suas politicas, ganhe o povo aplicando medidas justas. Não tenha medo de cometer erros ou “gafes” errar é humano e o senhor não é Deus, tire dos seus erros as lições necessárias para que não se voltem a ocorrer.

Anónimo disse...

Ana, se não fores anticomunista, segue um conselho:

Lê "Carlucci vs. Kissinger de Bernardino Gomes e Tiago Moreira de Sá" e tira as tuas próprias conclusões sobre o "partido" e os "democrátas", campeões da "liberdade" que te enchem de orgulho.

Anónimo disse...

Concordo em pleno com o comentário acima exposto, talvez com excepção ao Dr. Mário Soares, que desde sempre me ficou na memória com o celebre slogan "Soares é fixe" e que considero a maior figura política do pós 25 de Abril e da 2ª metade do séc.XX.

HSerejo

Anónimo disse...

Tudo isto me faz refelctir em demasia e, chego á mais simples e clar conclusão.
GOSTO CADA VEZ MAIS DO MEU CÃO
Inegavelmente é incomarávelmente mais leal que os politicos.
Ele repeita e defende o proximo (os seus amigos dentr do seu teritório)
Amigo, gosto mit de ti.

Anónimo disse...

Vai latir para outro conselho, seu asno.
Agoro só faltava esta comparar um rafeiro com um ser humano.

Anónimo disse...

Confesso também que é o partido socialista o único com capacidade de liderar o nosso país. Também vejo alguma arrogância no Engº Sócrates, também acho que cometeu e comete alguns erros, mas também lhe vejo muito mérito. Espero que aprenda com os erros que cometeu e que tenha mais ousadia para remar contra algumas "marés" e oxalá que o faça com a justiça que o povo português merece!

JS Seixal disse...

Sobre o livro "Carlucci vs. Kissinger" é realmente uma peça interessante para reconstruir a história e peceber em parte porquê o receio do comunismo. Os motivos, os objectivos, a forma de os atingir... O Partido Comunismo era realmente uma ameaça para a Democracia e por isso foi colocado onde o vemos hoje. Consegue ainda impor a sua política em alguns estados e locais, mas veja como, quem apoia e como transforma a informação em seu benefício próprio. Democracia, segundo o wiki para ser simples, "Democracia é um regime de governo onde o poder de tomar importantes decisões políticas está com os cidadãos". PCP tem agendas muito próprias, enraizadas na imposição dos seus ideais e utopias. Os cidadãos não têm grande opção...

Aconselho uma segunda leitura, complentar com outros testemunhos que completam a imagem panorâmica da época.

Sergio Paes

Google