A Água e a Arte - o Futuro das Cidades

Na verdade, a água é um elemento fundamental para a vida das cidades e, em especial, quando temos o privilégio de possuir um recurso dessa natureza, na terra onde vivemos, devendo-se valorizar esse elemento, como inspirador de vida, motivador de actividades de toda a espécie e um recurso natural. Quero recordar que, por exemplo, Portugal é hoje um dos três primeiros países da UE com produção de electricidade com fonte renovável, sendo essa produção 40% do total nacional. Mas a água não é só recurso imediato é uma referência da história.

Durante o ano de 2006, numa das Sessões Públicas de Câmara tive a oportunidade de propôr a instalação de um Observatório dos rios e da água no Concelho do Seixal, sugerindo mesmo essa instalação junto à Baía Natural do Rio Judeu. Na altura senti que a proposta foi recebida com atenção por parte do Presidente da Câmara Municipal e dos restantes colegas Vereadores, mas fiquei com a ideia de que a sua atitude foi um pouco de "um carinho especial pela proposta", sabendo todos o que isso significa do ponto de vista politico e não só.

Em 2008 registei, com agrado de resto, a criação desse Observatório ao nível regional, promovido pela Associação de Municípios do Distrito de Setúbal, ficando somente com pena pelo facto de não ter sido instalado no nosso Município, fazendo-se, caso fosse, justiça à história de gente que do rio fez o que hoje é o Município e à Baía Natural, seguramente uma das mais belas e interessantes do país e da Europa, a aguardar eternamente uma intervenção de fundo e nas suas margens, por forma a que seja definitivamente um pólo de desenvolvimento e de atracção.

Na verdade, a água é um elemento fundamental para a vida das cidades e, em especial, quando temos o privilégio de possuir um recurso dessa natureza, na terra onde vivemos, devendo-se valorizar esse elemento, como inspirador de vida, motivador de actividades de toda a espécie e um recurso natural. Quero recordar que, por exemplo, Portugal é hoje um dos três primeiros países da UE com produção de electricidade com fonte renovável, sendo essa produção 40% do total nacional. Mas a água não é só recurso imediato é uma referência da história.

Ora , de acordo com as notícias mais recentes, a revisão do PROTAML, aliás ainda em curso, vai conter um elemento que considera decisivo para o equilíbrio das cidades : a água.

Estou, deste modo, contente.

As cidades do futuro devem ser planeadas. O PROT está a ser revisto num quadro de desenvolvimento sustentado e considerando os investimentos públicos anunciados pelo governo, já em curso alguns, que se esperam que não parem.

Outro dos elementos que deve estar presente na valorização das cidades é a arte. Nós aqui na nossa terra- município do Seixal- com as nossas duas cidades, queremos que esses elementos e outros sejam contemplados tanto na revisão do PROT como no Plano Director Municipal. Como também estamos certos que vamos querer que os investimentos públicos continuem e façam desta região uma região de progresso, metropolitana por inteiro e virada para a modernidade.


O Futuro já está aqui. Saberemos honrar o nosso passado, de trabalho e de luta dos que aqui nos trouxeram, e não renegaremos a nossas origens e continuaremos a ser como sempre fomos. Nós somos da outra margem do rio Tejo, da margem esquerda com muito orgulho.

José Assis

12 comentários:

Anónimo disse...

-ONDE ESTÃO OS HOMENS DO PS DE FERNÃO FERRO ? NINGUÉM ME SABE DAR RESPOSTA ? QUEREMOS O CHORA JA!

Anónimo disse...

o chora !? ha ha ha se calhar anda a investigar algum bancário .Onde será que ele anda...por ai a chorar,
venha o chora a fernão ferro !

Anónimo disse...

Estão a pensar as estratégias para a hibernização.

E o Chora, chora!!! coitado. Não tem jeito!

Anónimo disse...

O jogo passa a ter 2 equipas.
A de camisola preta (C.P) e a laranja do (J.V ).
Os pretos já iniciaram a campanha com o boletim da freguesia (papel couche de alta qualidade) ao estilo SS, a propaganda do proletariado com o habitual engomadinho a usar gravatola vermelha.
1 a 0
A segunda parte inicia-se com o fim da festa do Avante do Parque das Lagos e ai os laranjas vão tomar certamente (e para bem de todos) a dianteira.
Ainda a titulo de roda pé, analisei hoje o curricula do capitão da equipa dos pretos, em que possui 50 anos de utilidade publica. Não sei o que ele quer dizer com isso, mas o que eu sei é que o tipo certamente não consegue fazer prova do património que amealhou ao longo destes anos.
Para mim e agora a titulo de má lingua, só poderei afirmar que entre ser tesoureiro dos fundos gerados pelo PCP ou pela junta, lá se vai construindo um património de relevo.
NUNCA OUVI ESTE RACIONAL A JUSTIFICAR OU A DEFENDER-SE DISTO.

Mário Raposo disse...

E este comentário "anónimo" das 22,18, dr. Samuel?

Não acha que o bom nome das pessoas está a ser posto em causa?

Não acha que há motivo para apresentação de queixa no Ministério Público contra o Blogue "Rumo a Bombordo", Samuel Cruz administrador do mesmo e respectivos comentadores?

Fica o registo da hipocrisia!

Nota: Se não quiser publicar, não publique. Tive o cuidado de fazer "copy".

Anónimo disse...

Dr. Samuel,

Quando propõe mais segurança para a Arrentela, está a pensar em si? Bem pode.

As expressões racistas aqui expressas têm alguma conotação com a proposta?

Samuel, os povos que vivem no nosso concelho merecem respeito.

Expressões como as colocadas no segundo comentário, são intoleráveis. E o senhor permite-as!

Mesmo que pretendam atingir outra pessoa, a atitude está presente na figuração escrita.

É intolerável, dr. Samuel Cruz!

Anónimo disse...

O blog seixal sim, pela pena do empregado de escritório, aldeia pp,colocou um post baseado em suposições.Títula o empregado de escritório:APL pretende despejar a Naval Amorense,PS subscreve.
Vamos a ler e afinal está escrito,PARECE,que o PS subscreve.
Então agora colocam-se posts,com base em PARECE.
Cheira a desorientação.

Anónimo disse...

Realmente aqui há feiticeiros e dos bons, aquilo que é escrito é que sendo a associação de relevante interesse social deve ser apoiada por todos e sobretudo pela CMS,e em segundo lugar de acordo com a notícia foi a CMS que ajudou na construção do hangar para a recolha dos barcos, o que também é positivo, só não é que o tenha feito em terrenos da APL e não tenha salvaguardado estes problemasque por óbvias razões iriam acontecer mais cedo ou mais tarde1

No meio disto onde é que está o apoio á APL, SRS. A.MONTADOS?

H

Mário Raposo disse...

Olá sr. H.

No que respeita à Associação Naval Amorense, é óbvio que as instituições devem apoiar, e não só a CMS. O Governo tem responsabilidade maior, já que estes atletas quando participam em provas internacionais representam Portugal.

Mas também aqui não há surpresas. Todos nós já estamos habituados aos "apoios" do Governo.

Mas, sendo a APL, uma empresa participada pelo Estado de capital público a 100%, com dependência directa da Secretaria de Estado dos Transportes, não é óbvio sr. Hserejo, que esta situação poderia e deveria ser evitada?

Mais do que saber-se se o PS apoia a iniciativa de despejo - é claro que apoia, pois é o Governo PS, através da APL que está a desenvolver a acção e no texto da JS é assumida a defesa da APL e não da ANA, ao mesmo tempo que aproveita para recriminar a Câmara pelo apoio que tem fornecido à instituição - é tentar entender que acções é que o PS amorense, se propõe desenvolver para que os direitos da instituição à continuação da prática desportiva não sejam prejudicados.

Correcto é, instar e apoiar a Câmara Municipal a desenvolver todos os mecanismos ao seu alcance para que a integridade da ANA sejam salvaguardados. Isso sim, seria contribuir para a solução.

Mas não. Aos srs. interessa apenas procurar a agulha no palheiro. Interessa a chicana política. Interessa o bota – abaixo. Como sempre, em altura de problema, culpa-se a Câmara, e neste caso, veja-se, por dar apoio à ANA, seja este de que tipo for.

Pois é senhores, aos poucos vão revelando os vossos propósitos.

Mas, acredito que os amorenses e todos os sócios da ANA, bem como todas as entidades e atletas que dela dependem, não deixarão de tomar em conta a vossa postura. Não deixarão de avaliar, quem está com eles e pelo contrário, contra eles.

Mas senhores, também aqui, v. exas. não merecem mais!

lobo iberico disse...

Esta é a resposta para o Mario Coiote,

"apresentação de queixa no Ministério Público "

deve ser para rir.

alguem falou em nomes?

alguem disse alguma mentira?

o que é que se passa?

será que alguns frequentadores destes blog ingerem alcool a mais?

o anónimo por acaso disse alguma mentira?

Não caro anónimo, ele não disse mentira nenhuma e eu aqui estarei para o ajudar a denunciar aquilo que é publico.

Sabe, é pena que o Ministério Publico não intervenha e, sabe porquê?

Porque tem sardinha gorda para apanhar e eventualmente não tem estrutura para apanhar estes pilha galinhas de segunda.

E digo-lhe mais ele vai ter muitas dificuldades em esclarecer isso e muito mais.

Se a junta cair então vamos passar a ter acesso a muita informação e, o caro amigo sabe perfeitamente disso.

Só para refrescar a vossa memória, relembrem-se dos actos ilicitos praticados e denunciados por um dos elementos do PSD na legislatura anterior.

O problema do senhorzinho é que anda a mastigar muito limiano isso deve estar a fazer-lhe muita azia.

É preferivel mudar para um queijinho fresco ou um requeijão.

Não levante muta poeira sr. coiote, caso contrário terei de chamar o lobo mau.
PERCEBEU?

Mário Raposo disse...

Percebi e aceito o desafio,

Ora chame lá o lobo mau.

Meu querido, lobos maus só servem para assustar as criancinhas, e eu como compreenderás já sou crescidinho demais para me assustar com esses bichanos.

Quanto ao resto, politica de blogue no seu melhor, e a questão colocada ao administrador do "rumo a bombordo" é pertinente.

Por uma questão de coerência, é claro.

E agora solte lá os lobos maus!

Anónimo disse...

Sr. Raposo está a falsear e inverter discursos, embora ADMNISTRAÇÃO DO PORTO de LISBOA seja uma entidade pública tem o seu próprio ambito de acção previsto na lei e seus regulamentos, como bem deve saber sempre, e em todas as autarquias que têm que lidar com esta instituição, sejam elas CDU, PS, PSD OU COLIGAÇÃO CDU/PS, tiveram problemas porque como dizia um saudoso presidente da assembleia municipal de Lisboa(curiosamente militante do PCP) a APL é quase um estado dentro de um estado, e aquilo que diz sabe que é pura demagogia e difamação, o PS está com a ANA, vai defendê-la e tentar encontrar soluções tentando no entanto ser mais previdente e profissional do que a CDU foi para que este tipo de problemática não volte a acontecer, o único (mas grave) erro da CMS foi não ter resguardado a posição da ANA á data da construção do hangar perante a APL, pois teve que ser negociada essa construção e utilização do terreno, espero eu!

HS

Google