No momento certo

«Na penúltima sessão extraordinária da Câmara Municipal do Seixal foram aprovadas três medidas, aprovação essa por unanimidade, que visam, segundo os proponentes, combater a crise. Foram elas: isenção parcial da taxa de ocupação do espaço público, atribuição de bolsas de estudo, concurso para construção, a custos controlados, de casas para habitação para jovens.
Qualquer uma destas medidas só terá efeitos para o ano 2010, sendo certo que a construção a custos controlados naturalmente terá efeito concreto para 2010/2011, pelo menos.
O PS já tinha solicitado que se tomassem medidas municipais, no âmbito do quadro de crise que se vive, em especial de ajuda aos comerciantes. Foi por nós colocada a questão da redução da derrama, bem como no momento discussão das diversas taxas municipais, incluindo o IMI, que para além dos comerciantes abrange a população proprietária no Concelho.
Por outro lado, no anterior mandato a nossa oposição foi clara relativamente ao aumento de taxas que, em alguns casos se cifrou no quadruplo das que estavam em vigor até então.
As medidas agora aprovadas de isenção da taxa de ocupação do espaço publico com a possibilidade de devolução do que foi pago em 2009 devendo para o efeito ser requerida essa devolução, mereceram a nossa aprovação, recordando que já aquando do orçamento municipal para este ano sublinhámos que muitos comerciantes estavam a retirar as suas placas de publicidade porque a factura estava a ficar muito cara. Para nós as propostas que aliviem os nossos munícipes, desde que ponderadas com a responsabilidade de gestão municipal, são sempre acolhidas com a maior da naturalidade.
Ensina-nos a experiência que o poder pelo poder faz mal e que a oposição só pela oposição mal faz, portanto não é o nosso timbre a oposição só por oposição, apesar de sentirmos, equilibradamente, a confiança plena de que o próximo mandato será governado no Seixal pelo PS, que está pronto e preparado para assumir essa responsabilidade.
Aguardamos, pois, que sejam apresentadas novas medidas e se forem boas cá estaremos nós para as aprovar, como já fizemos durante este mandato, sem qualquer problema, alarido ou complexo.
Estar pronto para governar é estar pronto para decidir e os eleitos do PS já demonstraram que estão prontos para decidir. Vontade não nos falta, resta a vontade popular e quando chegar o momento ela estará seguramente ao nosso lado.»


[por José Assis, 30.04.2009]

5 comentários:

Anónimo disse...

O vereador do PS é mentiroso, pois eu tenho um estabelecimento comercial e já em 2009 vi reduzido o valor a pagar de taxas ocupação de espaço (esplanada) e de publicidade para metade (foram menos 1250 euros que tive que pagar).

O meu agradecimento ao executivo da Câmara Municipal do Seixal.

Ponto Verde disse...

«concurso para construção, a custos controlados, de casas para habitação para jovens.»

Como medida para combater a crise ? Devem estar a brincar ! Então e os milhares de casa à vende no Seixal, há anos sem comprador?

Mais habitação só vai trazer menores possibilidades de escoar as existentes , veja-se as duas torres da Urbanização Quinta da Mata , junto a Vale de Chícharos , vazias há cerca de três anos!!!

Veja-se o fiasco que está a ser a Quinta do Outeiro ou a Quinta da Trindade.

Continua-se a cometer os mesmos erros que nos arrastaram para esta crise, a oferta desmesurada de construção e tudo o que a esta fórmula está associada, nomeadamente os créditos bancários.

É absurda esta proposta e mais absurda ter sido aprovada por UNANIMIDADE!

Anónimo disse...

Em vez de construção porque não reabilitação?
De alguma forma vejo-me obrigado a concordar parcialmente com o ponto verde, chega de construção desenfreada, façam reabilitação urbana , a custos controlados claro! Senão vão acabar por cair no engodo da CDU e possibilitar as negociatas estranhas com os Patos Bravos, que petmanecem por esclarecer nesse como em muitos outros concelhos vermelhos!!!!!
É que ao contrário do que apregoam assim que chegam ao poder vendem-se ao capitalismo desenfreado da especulação imobiliária para se manterem no poleiro e vão fazendo pequenas acções de maquilhagem no associativismo, cultura e desporto e afins para manter a cor visível!
hs

Samuel Cruz disse...

Concordo plenamente.

Anónimo disse...

O PS perdeu a grande oportunidade ao não saber dar o devido uso à maioria absoluta qus o povo lhe confiou. Desperdiçou oportunidade de fazer verdadeiras reformas na segurança social, saúde, no ensino e na justiça. Lembrava aqui que antes da crise internacional surgir já nós portugueses estávamos em crise. Muito de errado foi feito e o que eventualmente poderia ter sucesso nunca foi suficientemente explicado aos portugueses. Ao anúncio de muitos investimentos, recuperação de empresas etc. verifica-se que tudo não passou de meros anúncios sem qualquer efeito prático. A resposta dos portugueses foi a que todos conhecemos. Vejam se aprendem alguma coisa com os erros.

Google