Lambe-botismo no Boletim Municipal

A criação do Parque Industrial do Seixal, que já se encontra na sua terceira fase - PIS III - teve o seu alvará suspenso na penúltima reunião da Câmara. Essa suspensão deu-se em resposta ao Tribunal Administrativo de Almada, após queixas da Inspecção-Geral das Finanças que, por sua vez, produziu a queixa após uma inspecção realizada à Urbindustria. As dúvidas quanto à legalidade da emissão de alvará já haviam sido levantadas há algum tempo pelos vereadores do PS, concretamente aquando da sua emissão em 2005, mas apenas o passar dos anos (quatro) vieram dar razão àquilo que já na altura era por nós defendido.
Estranho é, que o Boletim Municipal não saiba de todo este processo e, tenha saído com uma notícia completamente deturpada da realidade. Uma vez mais aqui se prova o lambe-botismo de palavras (que não notícias) para agradar ao aparelho comunista.
Ora, o Boletim Municipal ao mesmo tempo em que na Câmara foi suspenso o alvará da terceira fase do parque industrial, anuncia com pompa que a revitalização da área da Siderurgia promoverá criação de emprego. Pois, talvez, mas apenas quando o alvará for expurgado das ilegalidades detectadas e isso não sabemos quando vai acontecer, entretanto está suspenso e naturalmente a criação de empregos também.
A acrescer a tudo isto, também no passado mês foi conhecido que o processo que opõe António Xavier de Lima à Urbindústria, no que concerne à propriedade dos terrenos da 2.ª fase do parque industrial, voltou à estaca zero, isto é, à 1.ª instância, e é sabido que este facto impede a instalação de empresas no local (por inviabilizar o recurso ao crédito bancário), e também aqui, com a não instalação de empresas não existe criação de empregos.
Isto já não se tratam de critérios editoriais, mas da constatação que - O BOLETIM MUNICIPAL, MENTE!

Comente aqui ou no blog Revolta das Laranjas, sendo que os comentários seleccionados serão publicados, em conjunto com o post, no jornal «Comércio do Seixal e Sesimbra».

4 comentários:

Anónimo disse...

Ainda existe duvidas??????

Anónimo disse...

O Boletim Municipal mente e quem o escreve não olha a meios para atingir os fins. O Boletim Municipal é um jornal pago com o dinheiro dos Munícipes ao serviço da propaganda comunista. O que o Boletim Municipal mostra não é a realidade tal qual existe mas aquela que convém à CDU por motivos eleitoralistas, constituindo assim uma fraude para quem o lê.Na situação de suspensão do alvará dos terrenos da Siderurgia em que não é possível proceder a qualquer instalação de empresas e consequemntemente a criação de emprego a CDU apressou-se a fazer sair a noticia no boletim sobre os terrenos da Siderurgia e o seu desenvolvimento que será um bem para o concelho como se isso fosse viável de imediato para confundir os eleitores de forma a que não tomem conhecimento da realidade que é bem diferente e que é a suspensão do alvará daquela zona, é a impossibilidade de qualquer desenvolvimento e pelo motivo da existência de ilegalidades praticadas pela CDU, as quais são lesivas dos interesses da população do concelho.

Angulo Vivo disse...

Já não é de agora que se vê claramente a tendência do Boletim Municipal por defender e noticiar apenas o que é positivo para o CDU/PCP. Quando essas coisas não conseguem ser positivas, o Boletim Municipal aldraba descaradamente a informação que quer escrever. Isto serve apenas para lançar a confusão na população. Quem não saiba e apenas leia o Boletim, toma-o por certo quando a maioria das coisas não passam de uma grande patranha.
Já para não falar na "cobertura" de recado, 100% comunista. NO Boletim Municipal do Seixal não há aquilo que retirou o Marcelo Rebelo de Sousa dos comentários da TVI - Direito ao Contraditório. Aqui é o absolutismo do PCP/CDU que reina! AO melhor estilo totalitário de CUBA!

Anónimo disse...

Também aqui pela "exponencial" qualidade dos comentários, a nata do "leite" xuxialista é brilhante e está sempre a exceder-se.

Sem lugar para dúvidas, assim é que a gente vai lá!

Vailávai!

Google