Pelos pais de Corroios - Uma mãe


"Ex.mo Senhor Presidente da
Assembleia Municipal da Câmara Municipal do
Seixal

Ex.mo Senhor Presidente
No passado dia 14 de Janeiro eu e algumas dezenas de pessoas fomos assistir no largo fronteiro ao edifício dos Paços do Concelho da C M Seixal, ao “Cantar as Janeiras “ por de alunos de algumas Escolas do 1º Ciclo de Corroios, integrados nas Actividades de Enriquecimento Curricular, actividades promovidas pelas Associações de Pais das escolas locais.
E que bem que eles e elas tocaram e cantaram!
Foi bonito de ouvir alguns dos presentes a trautearem as canções que eles tocavam e cantavam, recordando a sua longínqua infância.
Foi lindo ver aquelas crianças como passavam do dedilhar do cavaquinho para a flauta, fazendo aquilo que eu, e os da minha geração, que estudamos em escolas públicas, não sabíamos fazer no mesmo nível de ensino. Foi bom, saber que aquelas crianças vão entrar no 2º ciclo com uma preparação diferente daquela que havia no passado recente, muito recente mesmo.
Foi feio e lamentável não ouvir o Senhor Presidente do Executivo da Câmara do Seixal, quando agradeceu a presença e enalteceu a técnica demonstrada, não se ter referido às Actividades de Enriquecimento Curricular, por lapso de memória que ostensiva e deliberadamente é cometido pela autarquia do Seixal. De facto, esqueceu-se uma vez mais de referir que eram crianças das ACTIVIDADES DE ENRIQUECIMENTO CURRICULAR, as quais têm como promotoras as Associações de Pais.
Continuou a ser lamentável que no Boletim Municipal de 23 de Janeiro de 2009, na notícia dada a páginas dez, volte a ser censurada, por omissão, não referindo que eram crianças que frequentavam as Actividades de Enriquecimento Curricular nas escolas do 1º Ciclo de Corroios.
Para quem tanto fala da melhoria do ensino público, é lamentável que tenha estes lapsos de memória e permita orientações para que a verdade sobre as Actividades de Enriquecimento Curricular, não seja conhecida.
Solicito Senhor Presidente, a leitura integral desta carta na próxima Assembleia Municipal para que, pelo menos, toda a Vereação fique agora a saber que estavam ali, bem, muito bem representadas, as Actividades de Enriquecimento Curricular, o esforço de algumas Associações de Pais como promotoras, a competência dos professores contratados para o efeito e a vontade e querer de muitos encarregados de educação, ambos empenhados no Projecto da responsabilidade do Ministério da Educação que a autarquia do Seixal teima em não reconhecer.
Na expectativa que bom senso e a verdade não venham jamais a abandonar quem, por força do voto democrático, tem por função gerir o Concelho do Seixal e todos os seus munícipes, quaisquer que sejam as suas opções políticas, subscrevo-me
Seixal, 30 Janeiro 2009
Maria da Conceição Jacinto
Uma mãe atenta"

Recebi esta carta no meu e-mail, com a indicação que tinha sido enviada para todos os grupos parlamentares, com assento na Assembleia Municipal. Estranhamente, apesar do envio já ter sido efectuado há longo tempo, tanto quento me foi possivel apurar, a missiva NUNCA chegou ao conhecimento do Partido Socialista... Felizmente existem as novas tecnologias que vão permitindo ultrapassar estes contratempos.
Quanto ao conteúdo da carta pouco tenho a acrescentar àquilo que já aqui disse. A forma de actuar desta Câmara baseia-se na realidade virtual e no embuste, interessa é aparecer bem na fotografia, pouco importa a que custo! Quanto às actividades extra-curriculares, dado os seus excelentes resultados, não tardarei a ver o munícipio a interessar-se por elas... É só esperar.

11 comentários:

Anónimo disse...

Eu não voto em imitações de Obama nem em "jovens mal dizentes".
Sou Ps mas vou votar em quem tem trabalhado, vou votar CDU, eu e a minha familia. Viva o concelho do Seixal que daqui a meia duzia de anos com a CDU será bem melhor.

Fernando

Samuel Cruz disse...

Caro anónimo,

Espero que tenha a noção que colocou este comentário num texto que por acaso nem é do autor deste blog, é uma carta duma mãe dirigida à Câmara que eu aqui publiquei.
Quanto ao mais é a sua opinião e ainda bem que a pode expressar.

GATO GIL disse...

Gostaria de perguntar ao "anónimo" Fernando, que diz ir votar em quem tem trabalhado, se ele pensa que engana alguém.
É que já nem os comunistas, pelo menos os que não têm tachos a defender e que possuem um mínimo de coerência, sabem que a gestão CDU no Seixal tem sido um autêntico desastre.
E também sabem que o Alfredo só não saiu a meio do mandato por manifesta incompetência, porque surgiu o caso do Carlos Sousa em Setúbal, sendo assim salvo para que não houvesse uma tão grande sangria no Distrito.
Não se iludam com os jantares para mil pessoas, porque eu mesmo estive lá e tal como outros, não vou votar em quem nada fez nos últimos 4 anos.

Anónimo disse...

De facto a Livre Expressão é um Bem precioso, uma Liberdade fundamental e um Pilar da Democracia, por ser tudo isso deve ser bem utilizada, preservada, respeitada e seguir aquela máxima " A minha liberdade acaba onde a dos outros começa".Desta forma o respeito pelo próximo, suas liberdades e direitos, permite, que se digam por vezes, as maiores barbaridades , atrocidaddes, ataques pessoais, ignonímias e afins,cobardemente encapotadas pelos anonimatos, heterónimos e peudónimos e que chamam a livre expressão e a liberdade como causas próprias, supostamente guardiões das mesmas, mais não sendo que infelizes trauliteiros incapazes de argumentar com ideias, causas políticas, actos de gestão e passando aos impropérios e afins.

No entanto a Sra. Mãe levanta a questão da Inépcia do Poder Político, estado e autarquias,no que concerne à questão da adaptação dos ritmos dos novos dias, que a Sociedade imprime aos progenitores, aos ritmos que a Educação, a Escola, deveriam ter para acompanhar as reais necessidades das famílias. De facto é de parabenizar a salutar livre iniciativa das Associações de Pais, mas mais do que isso o Municipio devia agradecer o facto destas Associações estarem a fazer um trabalho que é da responsabilidade da autarquia, que está a ser bem feito e deveriam encontrar formas de o apoiar e não escondê-lo porque a própria autarquia não o soube fazer. E já agora dinamizar estas associações pois sendo a CDU o arauto do livre associativismo...

Hserejo

Anónimo disse...

Que grande confusão para aqui vai...mas outra coisa não seria de esperar destes que tanto falam do que muito pouco sabem.
Actividades extra-curriculares? Sr. Vereador essas existem há mais de 30 anos...queria dizer, por certo, enriquecimento curricular é que a diferença é substancial...quanto aos outros aconselho-os a ler, sobre estas actividades, aquilo que o 1º ministro erradamente apelidou de relatório da OCDE...que afinal não o era...mas em todo o caso refere todas as razões pelas quais a CMS, na minha opinião bem, decidiu não ser entidade promotora.
Não sendo suficiente, seria também importante a leitura da justificação da autarquia para não ser entidade promotora, que foi na altura amplamente discutida com toda a comunidade educativa.
Por fim este trabalho não é responsabilidade da autarquia pois se o fosse não permitiria o despacho que as cria que outras entidades fossem promotoras.

Anónimo disse...

Gostava mesmo era que me informassem um pouco mais sobre estas actividades de enriquecimento curricular em Corroios, nomeadamente qual o processo que presidiu à escolha da ou das entidades responsáveis por ministrar essas actividades.

Anónimo disse...

CARO ANÓNIMO DA MEIA NOITE E QUARENTA E SEIS

Deixe-me que lhe diga que o facto da CMS se tentar desculpar não implique todos somos obrigados a aceitar essa justificação.
Além disso é absolutamente falso qua CMS não tem qualquer coisa responsabilidade nas actividades extra curriculares, ou atl, ou outro nome que queira dar.
Cabe ao município fazer a gestão da rede escolar do ensino básico 1º e 2º ciclos nas áreas não curriculares (ou pedagógicas), ora como indica a designação essas actividades deverão decorrer na escola fora do tempo destinado aos currículos logo é efectivamente responsável, quanto mais não seja por promover que outros façam aquilo que não consegue ou não tem capacidade, ou mesmo não quer fazer.
E claro que reconhecer publicamente o mérito, a estes últimos, é, no mínimo, de bom tom.

Hserejo

Anónimo disse...

CARO ANÓNIMO DA MEIA NOITE E QUARENTA E SEIS

Deixe-me que lhe diga que o facto da CMS se tentar desculpar não implique todos somos obrigados a aceitar essa justificação.
Além disso é absolutamente falso qua CMS não tem qualquer coisa responsabilidade nas actividades extra curriculares, ou atl, ou outro nome que queira dar.
Cabe ao município fazer a gestão da rede escolar do ensino básico 1º e 2º ciclos nas áreas não curriculares (ou pedagógicas), ora como indica a designação essas actividades deverão decorrer na escola fora do tempo destinado aos currículos logo é efectivamente responsável, quanto mais não seja por promover que outros façam aquilo que não consegue ou não tem capacidade, ou mesmo não quer fazer.
E claro que reconhecer publicamente o mérito, a estes últimos, é, no mínimo, de bom tom.

Hserejo

Anónimo disse...

Bom...caro anónimo das 16.03Hserejo, não tem que aceitar coisa nenhuma mas que existe uma justificação válida é um facto.
Não sou eu que lhes quero dar nomes, todas as designações que referiu existem de facto, mas têm significados e conteúdos diferentes que não se podem confundir.
Errada e absurda é a sua afirmação :"Cabe ao município fazer a gestão da rede escolar do ensino básico 1º e 2º ciclos nas áreas não curriculares (ou pedagógicas)"
Primeiro absurda porque confunde curriculo e pegagogia errada porque gestão da rede escolar não tem o significado que lhe atribui e não cabe ao municipio assegurar essas actividades.
Por fim actividades de enriquecimento curricular são mais do mesmo pois elas já se encontravam previstas no curriculo do 1º ciclo.

Samuel Cruz disse...

Caro anónimo,

Parece-me que é o Sr(a). que precisa de ser esclarecido(a), mas estamos cá para isso.
Esta é uma questão já diversas vezes debatida no seio da Câmara e, mais coisa menos coisa, as posições de cada um e as conclusões a que chegámos são as mesmas. Vou tentar resumi-las:
1. O programa do Governo liderado pelo Eng José Socrates, dava, na área do ensino, ao nível do 1.º ciclo, especial enfoque ao conceito de escola a tempo inteiro.
2. Ao mesmo tempo o Governo lançou um programa de generalização do ensino de inglês neste nível de ensino, e criou condições para o ensino da música e de diversas actividades fisicas e desportivas, com destaque para a natação.
3. Assim não só as crianças viam o seu curriculo enriquecido, como a sua permanência no espaço escola, devidamente enquadradas, se alargava, questão da máxima importância para as famílias.
4. Para a concretização destes objectivos o Ministério disponibilizou os meios financeiros adequados e elegeu as Câmaras como parceiros priveligiados.
5. No entanto, não podendo forçar as Cãmaras a colaborar neste meritório projecto, o ME aceitou que também pudessem ser entitades promotoras das AEC's os agrupamentos de escolas, as associações de pais e IPSS.
6. No entanto a esmagadora maioria das autarquias deste país aderiu de braços abertos a este projecto, auto excluindo-se, apenas, algumas (não todas) autarquias lideradas pelo PCP. Mas as Câmaras que aderiram são também aquelas que, em tempo, souberam e quiseram criar condições, construindo escolas, para que as suas crianças não tivessem que se sujeitar ao turno duplo.
7. As razões invocadas pela Câmara para não participar netse projecto são puramente ideológicas, quando não cinicas, pois apenas visam apoucar uma iniciativa meritória, do actual Governo.
8. A posição assumida pela Câmara, não tem em conta os interesses das crianças do concelho, não tem em conta as necessidades das famílias Seixalenses e apenas leva em conta o interesse do PCP na sua demanda de agitação social constante.

Anónimo disse...

Tantos erros...
1. "e criou condições para o ensino da música e de diversas actividades fisicas e desportivas, com destaque para a natação."
NÃO SÓ NÃO AS CRIOU COMO AS DIFICULTOU, COM DESTAQUE PARA A NATAÇÃO.
2."viam o seu curriculo enriquecido, como a sua permanência no espaço escola, devidamente enquadradas,"
NEM VIRAM O CURRICULO ENRIQUECIDO, NEM FORAM DEVIDAMENTE ENQUADRADAS.

3."elegeu as Câmaras como parceiros priveligiados."
ELEGEU?
4."O ME aceitou que também pudessem ser entitades promotoras.."
ACEITOU?
5. "...souberam e quiseram criar condições, construindo escolas, para que as suas crianças não tivessem que se sujeitar ao turno duplo."
QUAIS NAS ÁREAS METROPOLITANAS?
Sujeitar crianças a turno duplo(NO SENTIDO DA ERRADA UTILIZAÇÃO DO TERMO) é o que o ME promoveu com estas actividades.(TURNO DUPLO APENAS SIGNIFICA QUE 1 SALA É UTILIZADA DIÁRIAMENTE POR DUAS TURMAS EM PERÍODOS DISTINTOS)
NÃO SE PASSA DE REGIME DUPLO A NORMAL POR DESPACHO...
NÃO SE ESQUEÇA QUE TAMBÉM NOS 2º E 3º CICLOS AS ESCOLAS ESTÃO A FUNCIONAR EM REGIME DUPLO...NESTE CASO POR INÉPCIA DE QUEM?

6. UM VERDADEIRO CANDIDATO À CMS NÃO PODE SER TÃO IGNORANTE RELATIVAMENTE AO TRABALHO DESENVOLVIDO HÁ DECADAS POR ESTA AUTARQUIA EM MATÉRIA DE EDUCAÇÃO.

RAZÕES IDEOLÓGICAS...AGITAÇÃO SOCIAL...ONDE É QUE JÁ OUVI ISTO?

Google