Com os sapatos do meu pai sou um homem

Quem consultar a página da Câmara Municipal do Seixal e clicar em Câmara Municipal e de seguida em Projectos Municipais, depara-se com o quadro seguinte que é no minimo caricato:
a) Fórum Seixal – Planeamento, Desenvolvimento e Participação;
b) Museu-Oficina de Artes Manuel Cargaleiro;
c) Novo Edifício Municipal;
d) Plano de Acessibilidades do Concelho do Seixal;
e) Estudo/Plano de Ordenamento Urbano e Paisagístico da Área da Antiga Siderurgia Nacional;
f) Festival de Verão;
g) Metropolitano Ligeiro da Margem Sul do Tejo;
h) Plano de Pormenor Torre da Marinha/Fogueteiro;
i) Plano Estratégico de Desenvolvimento do Turismo no Concelho do Seixal.

Se atentarmos bem em tudo o que aqui é exposto, chegamos à constatação de que nenhum destes projectos é na realidade um projecto digno desse nome ou, sendo-o, não é da responsabilidade da Câmara Municipal. Senão, vejamos:

A alínea a) Fórum Seixal, diz respeito a encontros com a população, logo não se trata de nenhum projecto - e no entanto já nem isso é feito actualmente – o Fórum Seixal iniciou-se em 2003 e, segundo esta página teva a última iniciativa em Janeiro de 2008... Há um ano portanto!

Quanto ao Museu-Oficina - alínea b) – este é da responsabilidade da Fundação Manuel Cargaleiro, cabendo à Câmara apenas a construção do edifício, de resto a originalidade desta iniciativa é questionavel já que Manuel Cargaleiro já tem um Museu em Itália e outro em Castelo Branco. Talvez a maior originalidade seja mesmo a criação dum museu sem espólio.

Passemos à alínea c) e encontramos a menção ao novo edifício camarário que irá surgir. Pois bem, a propriedade deste é da empresa A. Silva & Silva, a quem a Câmara Municipal ficará a pagar uma renda mensal inicial de 154.000€ (sim leu bem são mais de trinta mil contos/mês em moeda antiga a juntar a outro arrendamento das oficinas municipais celebrado com o mesmo senhorio e com uma renda na ordem dos 100.000€/mês, ou seja, só em duas rendas a Câmara paga cerca de 50 mil contos/mês ou 250.000 Euros mensais como se preferir mas o dinheiro é sempre muito)!
Este é um negócio de muitos milhões, no qual a Câmara do Seixal decidiu não abrir concurso público. Em estilo unilateral negociaram só com uma entidade, não ficando desse modo salvaguardado o direito de concorrência e por maioria de razão, não sendo salvaguardado o interesse municipal, saiba mais aqui.

No mencionado na alínea d) de referir que, o plano de acessibilidades concelhias apresenta doze propostas, destas, onze são obras realizadas pelo Governo, todas elas devidamente identificadas, e apenas uma alínea se refere às tão necessárias vias municipais, sob o titulo "Novas acessibilidades" só que aqui não se diz quais as obras que a Câmara se propoem fazer e muito menos quando.
Nada de novo aliás, esta Câmara especializou-se em reenvindicar do Governo mas esquece-se do que é sua responsabilidade, basta olhar para o Parque Escolar onde as crianças do 1.º ciclo se amontoam ainda em turnos duplos, situação esta praticamente erradicada em todo o país…

Também na alínea e), o estudo de ordenamento urbano da área da antiga Siderurgia Nacional se fala de algo com o qual a Câmara não tem nada a haver. A verdade é que a SNES-GES (empresa pública, cujo capital é 100% do estado e que se encontra sob a tutela do Ministério das Finanças) encomendou (e pagou) um estudo a um Gabinete de Arquitectos para a revitalização de toda aquela zona. A participação da Câmara foi assinar um protocolo onde se diz que este é um bom projecto e será integrado no novo PDM ou, em alternativa, será aprovado sob a forma de Plano de Pormenor, ao integrar este projecto numa rúbrica "Projectos Municipais" esta Câmara, mais uma vez, no seu site, mente.

E que dizer do projecto da alínea f) - o festival de verão? Será que as festas das freguesias, desde sempre realizadas, foram agora promovidos a projecto municipal? Parece que sim... Marketing puro! Nada de novo acontece mas damos-lhe um novo e pomposo nome ou será antes Propaganda?

Mas a desfaçatez continua. Basta seguirmos, de alínea em alínea, e na g) lê-se Metropolitano Ligeiro da Margem Sul do Tejo apresentado como projecto municipal, quando este, na realidade, é da responsabilidade do Governo. Será que o elenco da CMS não sabe? Claro que sabe, assim como sabe que não fez a única coisa que devia ter feito, no que a esta matéria concerne, e que era criar Parques de Estacionamento dissuasores ao longo da linha!

Na alínea h) encontramos mencionado o Plano de Pormenor da Torre da Marinha/Fogueteiro. Ora, sendo os promotores que pagam este estudo e sendo o arquitecto Manuel Salgado quem o executa, não se vislumbra aqui, por mais que se tente, qualquer influência/intervenção/opinião por parte da CMS que justifique o anuncio deste projecto como seu na sua página de internet, a menos que estejamos a falar dos dez milhões e meio de Euros que a Câmara espera embolsar com a venda dos terrenos que possui neste local!

Por fim, a alínea i), onde se fala do Plano Estratégico de Desenvolvimento do Turismo, no Seixal, estamos a falar dum plano encomendado à Universidade de Aveiro, elaborado por esta, que foi tornado público em Junho de 2005(!) – mas que pasme-se – até esta data nada de palpável foi ainda executado.

Então e Projectos Municipais, será que me conseguem apontar um que seja real e não falacioso? Aguardo… É que para uma Câmara com um orçamento superior a cem milhões de Euros anuais os projectos que têm para apresentar são muito curtos, muito curtos mesmo!!!

Este é o texto que pode comentar para a edição desta semana do Jornal Comércio do Seixal e Sesimbra. Consulte também o Blog de Paulo Edson, A Revolta das Laranjas.

5 comentários:

Seixalense Atento disse...

05 Janeiro 2009 - 00h30 - Correio do Leitor
Perigo
Um armário de electricidade, com cabos e ligações à mostra, encontra-se caído no Casal do Marco, Seixal, junto à delegação da Junta de Freguesia de Paio Pires. Um perigo!
(...)
05 Janeiro 2009 - 00h30 - Correio do Leitor
Corroios pede acesso à Auto-Estrada
Em Corroios, no concelho do Seixal, continua em falta um um acesso directo à Auto-Estrada 2 (A2). Este problema arrasta-se há anos e não se percebe tanta demora na sua resolução, pois os acessos até estão feitos mas continuam fechados com blocos de cimento! Milhares de automobilistas sofrem diariamente com esta situação, pois são frequentes as filas de trânsito. Até quando vamos ter de esperar para ver este problema resolvido?
José Ferreira, Seixal(...)

04 Janeiro 2009 - 00h30 - Portugal
PJ prende mais dois raptores
A PJ regressou aos bairros do Seixal para deter mais dois suspeitos de pertencer a uma perigosa rede que se dedicava ao rapto, roubo e extorsão de traficantes de droga. Um deles ficou em preventiva, aumentando para oito o número de suspeitos na cadeia no âmbito da ‘Operação Cárcere Privado’. Recorde-se que a megaoperação, levada a cabo pela Direcção Central de Combate ao Banditismo da PJ, teve lugar nos bairros da Quinta da Princesa e da Jamaica, dois bairros problemáticos do Seixal, no passado dia 11 de Dezembro.

(...)


Os projectos da C.M.Seixal contemplam (Segurança, Acessibilidades e boa Inserção Social)?
Em cima estão notícias que demonstram a falta de planeamento de todas as áreas mencionadas.

Anónimo disse...

Os projectos da Câmara Municipal do Seixal não têm como único fim nomear directores de projecto para cada um deles? alguns até estão já nomeados. Não foi uma forma que o Partido Comunista/CDU arranjou para promover mais uns quantos militantes? A política da CDU no concelho do Seixal é uma vergonha. Vale tudo.

Pensar o Seixal no Século XXI disse...

Pedindo antecipadamente desculpa ao bloguer pela intromissão, gostariamos de informar que existe um novo blogue sobre o Seixal que poderá visitar em:

www.pensarseixal.wordpress.com

Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Ana disse...

Já em tempos o escrevi e como a actualidade se mantèm volto a repeti-lo.
Tanto quanto me é dado observar no Seixal umas obras são suportadas pelo "grande capital" dos hipermercados e as outras pelo Governo, algumas estão por realizar simplesmente porque o PCP propõe e o PS veta, assim é muito fácil ser governo sem governar ou governar a expensas de outrem, é quase como eu governar a minha casa com o ordenado do Exmo. Senhor Belmiro de Azevedo. Afinal qual a responsabilidade da autarquia?
Gostaria de conhecer as obras que se encontram executadas no Seixal em que desde a ideia à conclusão final, passando pelo suporte financeiro tenham sido totalmente suportadas pela autarquia.
É muito fácil o caos urbanistico que se tem desenvolvido em que a única responsabilidade da autarquia tem sido aprovar as urbanizações, arrecadar as mais valias inerentes e deixar todo um resto para o governo. Não esquecer que esse resto passa pelas comunicações rodoviárias/rede de transportes, sistema de ensino, sistema de saúde etc., todas as infrastruturas necessárias à vivência com qualidade de vida de uma comunidade.
A responsabilidade da autarquia é tão sómente "encaixotar" pessoas tipo sardinha em lata.
Até quando?

Anónimo disse...

Os projectos agora criados pela maioria CDU são desprovidos de sentido. Trata-se de actividades que a Câmara deve desenvolver, que são da sua competência e que para isso recebe os impostos dos cidadãos deste concelho. Os projectos agora criados mais não são do que uma forma pouco clara de distribuir tachos criando, injustificadamente, lugares de directores dos referidos projectos, o que já aconteceu, e distribui-los por alguns militantes comunistas independentemente da competência.
A Câmara do Seixal tem um quadro de técnicos que podem muito bem desenvolver e assegurar a execução de todas estas actividades.
Não se justifica a criação destes projectos nem a criação de lugares de directores destes projectos, cujos ordenados são de vários milhares de euros. A não a ser para dar ordenados chorudos a alguns militantes e talvez também fazer com isso recolha de fundos para o partido comunista, tudo à conta dos impostos dos cidadãos deste concelho que como se sabe em muitos casos vivem com dificuldades não há outra razão.
Os partidos que vão concorrer às próximas eleições têm um papel muito importante no esclarecimento da população para que nas eleições de 2009 se acabe com estes despropósitos da CDU.
Quero agradecer ao Vereador Samuel o excelente trabalho realizado na denúncia destas situações.
Em 2009 é preciso votar. Mais CDU Não. A ABSTENÇÃO BENEFICIA A CDU/PCP. COMO NÃO QUEREMOS MAIS A GESTÃO DANOSA DA CDU DEVEMOS TODOS VOTAR.

Google