31 de Janeiro de 1891


Comemora-se hoje o aniversário da primeira revolta republicana no nosso país. Aconteceu no Porto, em consequência do ultimato inglês e da capitulação do Governo Português face às exigências Britanicas no que ao mapa côr-de-rosa concerne.
Esta foi uma revolta eminentemente popular, contando nas forças armadas com o apoio maioritário dos Sargentos e das Praças.
Eu sei que há aí uma malta da reacção que se chateia com isto, mas eu gosto de dizer e num dia como hoje é mais que justo:

Viva a Carbonária!

Projecto da terceira travessia sobre o Tejo vai melhorar ligações rodoviárias entre Barreiro, Seixal e Moita


(Para os que dizem que o Governo não investe no Seixal)

21 Janeiro 2009 - 00h30 Correio da Manhã

Pontes ligam Margem Sul

A ponte entre o Barreiro (Quinta da Lomba) e o Seixal (Siderurgia Nacional), que integra o projecto da Terceira Travessia do Tejo, será a maior que irá unir os municípios da Margem Sul, mas não a única. Na verdade, a Estradas de Portugal está também a estudar travessias entre o Barreiro e a Moita e o Seixal e Corroios, apurou o Correio da Manhã junto de fonte oficial.

"São pequenas travessias para ultrapassar pequenos cursos de água", explicou a mesma fonte sublinhando ainda não estarem delineados percursos, encontrando-se o processo na Estradas de Portugal em fase de estudo prévio.

A ponte Barreiro-Seixal, que terá uma extensão de cerca de 500 metros, insere-se nas acessibilidades rodoviárias previstas pelo projecto da terceira travessia do Tejo, podendo estar concluída em 2011.

Com estas ligações, a circulação automóvel naqueles municípios ficará facilitada com ganhos de tempo consideráveis.

Seixal Seguro?

No mesmo dia em que o presidente da Câmara declarou que a insegurança na Margem Sul é um mito, veja a desfaçatez aqui, foi publicada a noticia que dois jovens tinham sido atinjidos a tiro, numa esplanada, enquanto assistiam a um jogo de futebol. Os disparos terão tido origem num carro em movimento...
No dia seguinte foi publicada, no jornal Correio da Manhã, esta notícia.

Duas viaturas destruídas nas Paivas, Seixal

Vândalos incendeiam carros

"A única coisa que vimos foram três miúdos a correr rua abaixo e o fogo a crescer a cada minuto." O relato é de um morador da rua Almeida Garrett, nas Paivas, Seixal, que ontem, pelas 02h00, foi acordado pelo barulho de dois carros a arder.


Os bombeiros foram rápidos a chegar, mas nada puderam fazer para evitar que as chamas destruíssem por completo os automóveis. No entanto, impediram o fogo de propagar aos prédios vizinhos e a um depósito de bilhas de gás

Segundo o CM apurou junto de fontes policiais, o fogo terá começado com uma garrafa de gasolina que foi intencionalmente colocada junto à roda da frente de um Honda HRV. As labaredas propagaram-se rapidamente para um Audi 80 que estava junto ao primeiro veículo.

'Não dá para explicar uma situação destas. A minha mãe tinha-me oferecido o carro há um mês e agora ele ardeu. É uma perda total, pois só tenho seguro contra terceiros, que não cobre estas situações', relatou ao CM o proprietário do Honda.

Já o dono do Audi lamenta as consequências para o seu trabalho. 'Sou soldador em Espanha. Como vou agora trabalhar?

Só me apetece dizer, e esta hein?

Autarca de Sines anuncia desvinculação do PCP

Ontem foi publicada, no site da rádio TSF, a seguinte notícia que dispensa mais comentários.

"O autarca de Sines anunciou a sua desvinculação do PCP devido a «recriminações e acusações» lançadas contra si por causa da sua acção de autarca. Manuel Coelho diz que estas recriminações são «absurdas, idiotas, insuportáveis e não mais toleráveis».
O presidente da Câmara Municipal de Sines anunciou, esta terça-feira, a sua desvinculação do PCP, no qual militava há 35 anos, na sequência de «recriminações e acusações» do partido em relação a decisões tomadas enquanto autarca.

Em conferência de imprensa, Manuel Coelho explicou que comunicou pessoalmente a «três elementos dirigentes do partido» esta sua decisão no sábado, «após uma discussão semelhante a outras e que levou, inevitavelmente, a esta decisão».

O autarca, que está a cumprir o seu terceiro mandato, considerou as recriminações e acusações de que foi alvo em reuniões partidárias como «absurdas, idiotas, insuportáveis e não mais toleráveis».

Manuel Coelho disse ter sido questionado sobre os motivos pelos quais tem comparecido nos «actos de cerimónia do senhor primeiro-ministro» ou sobre «o que disse, ou quis dizer, em entrevistas sobre o interesse dos investimentos em Sines».

Estes factos levaram-no a uma «análise dos fundamentos ideológicos, da estrutura, dos programas e das práticas políticas do PCP», o que o levou à decisão de desvinculação que anunciou esta terça-feira.

«Concluo que este partido está impregnado de um conjunto de características típicas de organizações dogmáticas, com disciplina de caserna, que o tornam uma organização estalinizada, com práticas reaccionárias, envolvidas de um discurso pretensamente progressista, mas, de facto, retrógrado», concluiu."


Comente, o seu comentário será publicado no jornal Comércio do Seixal e Sesimbra.

Os moradores dos Redondos são Seixalenses de segunda?


A pergunta que faço hoje é: os moradores dos Redondos (Fernão Ferro) são seixalenses de segunda?
Passo a explicar a razão de ser de tão esranha questão.
É que recentemente foi distribuido nesta zona um comunicado, que pode ler clicando na imagem, assinado pelo Vereador Carlos Mateus, onde em síntese se diz, instalámos um novo sistema de recolha de lixo, que é muito mais cómodo para si, por favor dirija-se à sua associação de moradores para pagar o seu contentor do lixo que foi ela que os ofereceu à Câmara.
Ora a primeira questão que se coloca é, porque é que todos os habitantes de Fernão Ferro que usufruêm deste sistema de recolha de lixo não pagaram o seu contentor e os habitantes dos Redondos têm que o pagar?
A resposta é simples, esta é uma discricionariedade inaceitável, não há justificação possível!
E a segunda questão é, o pagamento destes contentores não está já incluído no pagamento da TRS (Taxa de Resíduos Sólidos) que todos os meses é uma (das muitas)taxas que nos é apresentada na factura da água?
A resposta é SIM, este serviço está incluído na TRS,´pois é o art. 12.º n.º 1 do Regulamento Municipal sobre Resíduos Sólidos Urbanos que nos diz: "Para a deposição de resíduos urbanos a Câmara Municipal directamente ou mediante contrato, põe à disposição dos utentes os seguintes tipos de recipientes:" descrevendo de seguida os vários tipos de contentores disponíveis.
Resta-me apelar aos moradores dos Redondos para dizerem basta à continua pedinchice da Câmara Municipal do Seixal. Não paguem nada até que tenham aquilo a que têm direito, e que neste caso é um moderno sistema de recolha de resíduos sólidos urbanos, sendo que para isso devem ser instalados nos locais onde vivemos sistemas enterrados ou semi-enterrrados de recolha de resíduos (vulgo moloks).

P.S: Como nota de rodapé diga-se que também não deixa de ser estranha esta promiscuidade entre a Câmara Municipal do Seixal e a Associação de Moradores dos Redondos, em que uma entidade privada oferece à Câmara aquilo que devia ser esta a pagar e depois é um Vereador da Câmara que vem apelar (usando os meios municipais) ao pagamento aquela entidade privada. Que grande confusão!

Em 2009 Vota!


"Mudam-se os tempos,
mudam-se as vontades,
muda-se o ser,
muda-se a confiança.
Todo o mundo
é composto de mudança
tomando sempre
novas qualidades."


Luís Vaz de Camões

Marinha Grande assinala passagem dos 75 anos sobre a revolta do movimento operário

Marinha Grande assinala hoje passagem dos 75 anos sobre a revolta do movimento operário
O dia 18 de Janeiro de 1934 ficou marcado em Portugal por uma greve geral revolucionária, resultante de um longo processo de luta social e sindical pela melhoria das condições de vida da classe trabalhadora, mas também como movimento nacional de contestação à ofensiva corporativa contra os sindicatos livres. O movimento sai para a rua e desenrola-se, mas a falta de apoio militar e a fraca adesão e repercussão nacional condenou-o ao fracasso. Registaram-se greves gerais de carácter pacífico em várias cidades e manifestações operárias, um pouco violentas, na Marinha Grande, Seixal, Alfeite, Cacilhas e Setúbal. Foram sabotadas estruturas de transportes, comunicações e de energia entre Coimbra e o Algarve (com destaque para Leiria, Martingança e Póvoa de Santa Iria), e confrontos armados com forças policiais em Lisboa e Marinha Grande, onde o movimento atingiria grandes repercussões.
Quando em finais de 1933 se iniciam os preparativos da insurreição e Greve Geral do dia 18 de Janeiro de 1934, o centro industrial vidreiro da Marinha Grande não ficaria de fora: em articulação com as organizações sindicais nacionais, o movimento foi liderado por José Gregório, Teotónio Martins, Manuel Baridó, António Guerra, Pedro Amarante Mendes, Miguel Henrique e Manuel Esteves de Carvalho.
O número de detidos na Marinha Grande ascendeu a mais de uma centenas de pessoas.
O último sobrevivente da revolta morreu em Janeiro de 2007. João Sousa 'Bacharel', que trabalhava numa pequena empresa vidreira, foi preso e passou 12 anos encarcerado em Peniche, Angra do Heroísmo e Trafaria. Morreu aos 95 anos

A todos os homens inconformados e que têm a coragem de lutar contra o sistema aqui fica a minha sentida homenagem.

Cuidados continuados no Seixal

Desmentindo mais uma vez aqueles que acusam o Governo de esquecer o município do Seixal, foi assinado a 15 de Janeiro p.p., no âmbito do programa de alargamento da Rede de Cuidados Continuados, o protocolo entre a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT)e a Associação de Reformados e Idosos da Freguesia de Amora (ARIFA), para a criação duma unidade que disponibilizará 30 novas camas. O objectivo é aumentar a capacidade de resposta a este tipo de cuidados de saúde específicos, num investimento total de 45 milhões de Euros por parte da ARSLVT.
Este tipo de unidades são de extrema importância pois permitem promover a reabilitação, estabilização clínica e promoção da independência dos utentes, ao mesmo tempo que proporcionam cuidados que previnem e retardam o agravamento da situação de dependência, favorecendo desta forma a o conforto e a qualidade de vida.
São ainda objectivos a prestação de cuidados paliativos e contribuir para a gestão de altas dos hospitais de doentes agudos, permitindo uma utilização dessas vagas para outro tipo de doentes.
Por fim realce-se que o funcionamento posterior destas camas será financiado pela ARSLVT, através de contratualização que prevê o pagamento das despesas com internamentos.
Mais uma boa medida com marca PS!

Plano Municipal de Emergência

Não, ainda não é desta que os documentos para a consulta pública dum processo vão estar disponíveis on-line. De qualquer forma, aqui fica a informação possível. Foi publicado o edital, informando que o Plano Municipal de Emergência se encontra em período de consulta pública para recolha de sugestões, as quais devem ser dirigidas ao Serviço de Protecção Civil da Câmara Municipal do Seixal.

Senhor empresário, não pague.

Este post foi publicado no Acorda Seixal, pelo Deputado Municipal, eleito pelo PS, Fonseca Gil. Pela sua pertinência peço que divulguem o seu conteúdo por todos. É uma vergonha o que esta Câmara está a fazer, bem sabendo que cobra uma taxa ilegal, informou-o o Fonseca Gil em reunião da Assembleia Municipal e eu próprio em reunião do executivo, a maioria comunista persiste, mesmo assim, em cobrar esta taxa que além de ilegal e injusta é fortemente penalizadora dos pequenos empresários, que já de si lutam com tantas e tantas dificuldades no seu dia-a-dia.
Por isso é um dever civico de todos passar a palavra, NÃO PAGUEM!
O texto é:

"Há mais de um ano denunciei na Assembleia Municipal que o Regulamento Municipal da publicidade em vigor no Município do Seixal tem normas inconstitucionais e os empresários sediados no concelho do Seixal estão a pagar taxas municipais sobre a publicidade instalada nos seus estabelecimentos, ilegalmente.

Senhor empresário, se tem estado a pagar as taxas à Câmara Municipal do Seixal sobre material publicitário instalado nos imóveis particulares, recuse-se a pagar essas taxas no futuro. Naturalmente que se deve aconselhar sobre o modo como pode e deve opor-se ao pagamento dessas taxas, mas o que está fundamentalmente em causa é reconhecer-se que o dito Regulamento Municipal da Publicidade ao prever a obrigação de pagamento de uma taxa sem que o município preste qualquer serviço aos particulares, na prática, o que se está realmente a fazer é a cobrança de um imposto. Como a criação de impostos é matéria de competência reservada da Assembleia da República, logo, a norma criada pelos Órgãos Municipais sofre de inconstitucionalidade orgânica, e as "taxas" cobradas ao abrigo dessas normas são inconstitucionais.

A cobrança de uma taxa pressupõe como contrapartida que seja prestado um serviço público ou semi-público aos cidadãos; estando a publicidade instalada em imóveis privados não há qualquer contrapartida da parte da Câmara que justifique o pagamento das referidas taxas.

Como já referi acima, na minha qualidade de Deputado Municipal, chamei à atenção do Executivo Camarário para a ilegalidade da cobrança das taxas sobre publicidade nos casos em que o material publicitário está colocado em edifícios particulares; o Executivo Camarário veio a reconhecer a ilegalidade dessas cobranças e informou que estavam a trabalhar num novo regulamento para expurgar as normas inconstitucionais e muito em breve trariam o novo regulamento à Assembleia Municipal para aprovação. Já passou mais de um ano e esqueceram-se da promessa, preferindo continuar a ir aos bolsos dos munícipes com plena consciência de que estão a extorquir o dinheiro sem qualquer suporte legal.
Este é um dos muitos exemplos do modo como este executivo municipal actua na ilegalidade, em total desrespeito dos direitos dos seus munícipes e depois apresenta-se ao eleitorado vestido de túnica branca clamando bem alto o seu puritanismo comunista.
É sempre tempo de vos dizer:

Acorda Seixal."

Nova esquadra da PSP de Corroios e novas instalações para a Divisão da PSP

Assina-se hoje, nos paços do concelho do Seixal, o protocolo entre a autarquia e o Governo concernente à construção da nova esquadra da PSP de Corroios e às novas instalações da Divisão da PSP do concelho do Seixal.
Esta é mais uma prova de que há mais vida para além do PIDDAC e que o Governo de José Sócrates não se esquece do nosso concelho, estando eu em querer que lá mais para Abril vamos ouvir falar do hospital Carlos Ribeiro, o mesmo é dizer, do hospital do Seixal.
Esperemos também que a Câmara consiga este ano cumprir as sempre adiadas promessas do cemitério de Fernão Ferro, das Piscinas de Paio Pires, da recuperação dos barcos tipicos do Tejo ou da finalização das obras da alternativa à EN10.
Todos temos a ganhar com isso!


Última hora: Notícia Diário Digital

"MAI anuncia nova divisão policial da PSP no Seixal

O Ministério da Administração Interna (MAI) anunciou hoje a construção de uma nova divisão policial da PSP no Seixal e de esquadras em Corroios e no Cartaxo.
Segundo o MAI, a Direcção-Geral de Infra-Estruturas e Equipamentos (DGIE) do Ministério da Administração e a PSP assinam quarta-feira protocolos com as autarquias do Seixal e do Cartaxo para a cedência de terrenos que vão acolher as novas instalações de esquadras da PSP, numa cerimónia que contará com a presença do secretário de Estado da Administração Interna, Rui Sá Gomes.

O concurso público para a construção da esquadra de Corroios vai ser lançado até ao final do ano, enquanto o concurso para a Divisão Policial do Seixal ocorrerá em 2010, refere o MAI, em comunicado, adiantando que ambas as construção são da responsabilidade da DGIE.

Por sua vez, os custos com as obras da nova esquadra do Cartaxo vão ser suportados 90 por cento pela DGIE e 10 por cento pelo município.

Actualmente, a esquadra do Cartaxo funciona na cave do edifício da Câmara Municipal e o posto da PSP de Corroios está em instalações provisórias."


A inserção desta notícia teve apenas uma intenção, chamar a atenção para a atitude da Câmara Municipal do Cartaxo. Este munícipio vive com pouco mais dum terço daquilo que é o orçamento da Câmara Municipal do Seixal mas, apesar disso, por reconhecer que esta é uma obra importante para os seus munícipes, comparticipa-a em 10%! Isto é servir as populações, não o constante reenvindicar da Câmara Municipal do Seixal que mais faz lembrar a história do cão que morde a mão que o alimenta...

Será que consegue?

Dentro de algumas horas será empossado o 56.º Presidente dos Estados Unidos da América, Barack Hussein Obama.
Este homem foi eleito com o slogan "yes, we can" - Sim, nós podemos, em português, e contou com grande apoio fora do seu país, em especial pela esperança que transmitiu aos diferentes Povos de que com ele a Paz seria uma perspectiva real.
Acontece que hoje, no dia da sua tomada de posse, já sabemos que o seu responsável pela área da Defesa será Robert Gates, ou seja, a mesma pessoa que já era Secretário da Defesa do anterior Presidente, George W. Bush.
Sim leu bem, o Ministro da Defesa de Barack Obama será o mesmo que o de Bush!
É certo que talvez não seja estranho a este facto, o Sr. Robert Gates ter liderado em tempos uma instituição chamada Central Intelligence Agency, vulgo CIA...
É por isto que hoje a pergunta que me ocorre fazer é:

Será que consegue?

Parlamento Europeu

Esta semana encontro-me a visitar o Parlamento Europeu a convite do Eurodeputado Joel Hasse Ferreira. Para além do natural agradecimento, mal ficaria se não aproveita-se a ocasião para divulgar o trabalho do único Eurodeputado que representa o Distrito de Setúbal em Bruxelas, aproveitem o link.

Dois pesos e duas medidas

Este é o texto que poderão comentar para posterior publicação no Jornal Comércio do Seixal e Sesimbra, como habitualmente também o poderão fazer no Blog Revolta das Laranjas de Paulo Edson Cunha:

Recebi da parte do sr. presidente de Câmara do Seixal, Alfredo Monteiro, íamos no 14º dia de Novembro do ano de 2007, um email intitulado "Informação aos utilizadores do Outlook da Câmara Municipal do Seixal".

Nesse email, que o sr. presidente fez questão de enviar para conhecimento de toda a rede de utilizadores de email da câmara - um grandioso numero de pessoas, portanto - o próprio pretendeu dar a conhecer o seu repúdio pelo acto de eu ter publicitado o facto de possuir um blogue onde falo, maioritariamente, de assuntos relacionados com o concelho do Seixal e seus problemas.

Não tendo, pois, gostado desta utilização, Alfredo Monteiro fez questão de esclarecer, a todos, acerca daquilo que ele entendeu ser uma "utilização indevida do sistema de comunicação interna da Câmara" com o fim de "divulgação de um meio de informação pessoal e de carácter político partidário". Mais, diz que "ao presidente da Câmara e respectivo executivo compete assegurar o bom uso dos recursos da Câmara Municipal".

Assim, o sr. presidente fez questão de vincar, para que todos saibam, "que está vedada a utilização (do Outlook) para fins que não traduzam a actividade regular da autarquia".

Concordando ou não, acatei a decisão.

É, portanto, dentro deste contexto que me quero situar para, a seguir, passar a revelar algo que se passou à uns dias atrás, mais precisamente no dia 12 de Dezembro de 2008.

O meu adjunto recebeu, no seu Outlook da Câmara Municipal do Seixal (o incumbido de enviar o email teve a atenção de não me incluir, nem à minha secretaria na listagem para quem o mail havia de seguir, mas esqueceu-se do meu adjunto), um email intitulado "Acção de Protesto", que dizia o seguinte e passo a citar:
"A Comissão Sindical apela à participação dos trabalhadores numa «Acção de Protesto contra o Código de Trabalho, por melhores salários e reformas!», que se realiza no domingo dia 14 de Dezembro, pelas 11 horas junto ao Centro de Formação profissional, na Cruz de Pau.
PROTESTA CONTRA AS POLÍTICAS DE DIREITA DO GOVERNO PS/SÓCRATES
P'la Comissão Sindical
Francisco Rosário"

Ora bem, perante o exposto, não acredito que um ano e um mês passados desde o email que Alfredo Monteiro enviou, tão incomodado com a minha acção, as regras de utilização do Outlook do sr. presidente tenham mudado de modo tão radical e eu não tenha sido informado. Ou é isso ou então é mesmo um incumprimento das regras então difundidas.

Senhor presidente, um ano e um mês depois, as coisas que se dizem e fazem devem manter-se frescas na memória. Sei que talvez não esteja muito habituado a cumprir o que diz, mas neste caso, aqueles que se sentem são filhos de boa gente, e não é por ter passado um ano que as atitudes se esquecem.

Mais, a divulgação da existência de um blogue não tem qualquer comparação com a gravidade de utilização desse mesmo meio - Outlook - para fins propagandisticos sindicais. Esta atitude faz lembrar certas ditaduras de esquerda do quero, posso e mando. A sua política do "eu faço o que proíbo nos outros", ganha laivos dum autoritarismo que não lhe quero reconhecer mas que ainda vai a tempo de corrigir, veremos...

Votar, 3X!

Por ser este o meu primeiro artigo de 2009, quero começar por desejar a todos, Um Melhor Ano de 2009. Sei que o faço num dos piores momentos económicos que Portugal, a Europa e o Mundo atravessam, mas também sei que os Votos de Um Melhor Ano, neste Ano, também dependem de todos vós. E depende de todos na medida em que todos devem
reforçar a sua acção e participação para uma maior e melhor auto-sustentabilidade do nosso concelho, que responda prioritariamente ao apoio e à criação de empregos. Porque excepcionalmente neste ano haverá três actos eleitorais e estes não podem
ser indiferentes a população do Seixal. Basta andar nos transportes públicos, ir ao supermercado, estar na fila da Segurança Social no Banco ou na rua para ouvirmos tantos queixumes contra as decisões políticas sejam elas Locais ou Nacionais. Os Partidos políticos são organizações como as empresas, as cooperativas, as fundações, as associações culturais ou as instituições particulares de solidariedade social.
Partilham com todas elas um património genético comum, a sua existência só se justifica enquanto cumprem uma missão, afirmam uma identidade e criam valor económico, social ou cultural pelas decisões que tomam. Os partidos políticos consagram-se a ser poder, visando ampliar a sua votação no momento em que ocorrem eleições, Europeias, Autárquicas e Legislativas como acontece neste ano de 2009. Este propósito serve uma finalidade, governar o país ou o concelho, ou dar voz a minorias de eleitores alargando a afirmação plural dos valores da cidadania, e nesta perspectiva, todos os partidos são úteis ao bom funcionamento da democracia representativa. É por isso que esta massa uniforme de gente que tanto grita pela mudança, que tanto suplica por uma reforma geral do estado e das autarquias, não pode deixar de votar. Mas o que acontece normalmente é que se estiver a chover fica em casa ou no centro comercial; se calha estar sol, aproveita para um merecido passeio familiar na marginal ou na praia; se está assim-assim vai a casa da sogra ou
a Belém, comer pastéis. Desculpas não faltam! Votar? Para Quê? Fica tudo na mesma... Faltar-lhes-á vontade para expressar a sua vontade? Faltar-lhes á coragem para votarem na mudança quando no café se fartam de criticar todos e elogiar alguns da
mesma assentada? Será inércia? Sono? Ou apenas Mau génio? Com efeito, há um clique de cumplicidade que só se estabelece com os eleitores quando, simultaneamente, eles desejam mudar e confiam no projecto de mudança que lhes é proposto. Mas este imperativo de mudança obriga apenas a uma condição, de Recenseamento Eleitoral! E depois VOTAR! Porque não é preciso multar os cidadãos quando estes não vão votar! Aliás como acontece nalguns países. Mas também não se pode é continuar ouvir a queixarem-se, a dizer mal de tudo e de todos e depois não irem votar! A crise em que nos encontramos pode ter tido origem financeira e/ou económica, mas a sua a saída será política ou não será. É por isso que a escolha é fácil. Basta Recensear, para depois ir Votar! Em quem? Decide você! Mas vá votar 3X, este ano.

Nuno Tavares
Presidente da Comissão Politica do Partido Socialista
Líder da Bancada do PS na Assembleia Municipal do Seixal

Artigo publicado no jornal Comércio do Seixal e Sesimbra

É claro que existe um problema grave de segurança no Seixal!!!


Correio da Manhã
07 Janeiro 2009 - 00h30
<strong>Seixal
Cabo-verdianos roubavam para pagar droga
A PSP do Seixal efectuou ontem de manhã duas detenções, na sequência de uma operação de combate ao tráfico de droga.


Os dois homens, de 44 e 49 anos, são naturais de Cabo Verde e suspeitos de vários assaltos a residências, de onde tiravam vários bens, que serviam para pagar a droga que compravam.

Durante as buscas domiciliárias foram ainda apreendidas duas armas de fogo, várias munições, 400 euros, uma grande quantidade de heroína e cocaína e ainda várias aparelhagens e auto-rádios que serviam de pagamento da droga.


Correio da Manhã
07 Janeiro 2009 - 00h30

Seixal: Carro dos 4 assaltantes foi encontrado em Paio Pires
“Sai da frente antes que te dê um tiro”Continuam a monte os assaltantes armados que anteontem conseguiram levar mais de "60 mil euros em peças de ouro", segundo o proprietário, de uma ourivesaria na Amora, Seixal. Atacaram num Volkswagen Golf cinzento, que já foi no entanto localizado pelas autoridades, ontem de manhã, em Paio Pires. Só dos quatro ladrões é que ainda não há sinal – depois de terem atacado de caçadeiras em punho e caras tapadas .


"Ainda nem acredito que isto me aconteceu mais uma vez", disse ontem ao CM Rui Faria, proprietário da ourivesaria, enquanto limpava os vidros das portas e montras partidas. Desolado, Rui Faria já conta quatro assaltos à sua loja. "Quando os ouvi a dizer ‘sai da frente antes que te dê um tiro’ desatei a correr e escondi-me", recorda ao nosso jornal o dono da Rubisa Joalheiros.

Um esperou no carro e os outros três avançaram para a loja. Roubaram tudo o que apanharam ao ourives e ainda o relógio do único cliente – também ameaçado de morte.

"Eles sabiam muito bem ao que vinham. Depois de esvaziarem as montras ainda vieram às gavetas, que estavam debaixo do balcão, e tiraram tudo. De certeza que foram os mesmos dos outros assaltos. Fizeram uma limpeza geral. Nem uma pulseira deixaram cair. Estou falido", lamenta. Depois do assalto, os quatro ladrões, que Rui Faria só sabe serem negros, puseram-se em fuga no carro que estacionaram em frente à ourivesaria. Ao aperceberem-se do sucedido, os vizinhos chamaram a polícia.

Há três semanas, a mesma ourivesaria foi alvo de uma tentativa de assalto e, de acordo com o proprietário, "são os mesmos assaltantes". Esta informação não é confirmada pela PSP.

PORMENORES

LADRÕES DEIXAM PRATA

Os assaltantes só levaram os objectos de ouro, deixando as montras das pratas intactas. Destruíram todas as montras e ainda a porta da loja com as caçadeiras.

APOIO A OURIVESARIAS

Há quatro meses, a Ourivesaria e Relojoaria de Portugal criou uma linha directa de apoio da PJ sob o tema ‘Negócios com Segurança’, de forma a prevenir mais assaltos. Isto depois de um assalto que rendeu um milhão de euros.


02 Janeiro 2009 - 00h30 - Portugal
Croata assassinado ao tentar vender carro
A pouco mais de uma hora do Réveillon, o croata Roki Bozdarevic, 26 anos, encontrou-se com um cliente junto à estão da Fertagus do Fogueteiro, Seixal, para tentar vender um automóvel. O negócio, no entanto, nunca chegou a concretizar-se. O imigrante ainda ligou ao irmão a dizer que precisava de ajuda, mas quando essa ajuda chegou já o vendedor tinha sido morto a tiro.

(...)
02 Janeiro 2009 - 00h30 - Portugal
Libertado voltou a roubar
Na terça-feira, o CM noticiou a detenção de um toxicodependente que em três dias assaltou outras tantas bombas de gasolina no concelho do Seixal. Minutos depois de ter saído em liberdade do tribunal, o homem assaltou uma mercearia em Fernão Ferro para arranjar dinheiro para comprar droga.

(...)
31 Dezembro 2008 - 00h30 - Portugal
Polícias feridos à pedrada
Dois agentes à civil da PSP do Seixal foram ontem feridos à pedrada no bairro da Cocena, em Paio Pires, quando tentavam deter três homens que foram encontrados no interior de um carro furtado. Foram chamados reforços da GNR.

(...)
31 Dezembro 2008 - 00h27 - Última Hora
Carjacking violento no Seixal
Seis homens roubaram na madrugada de ontem um Mercedes nas bombas de combustível da BP do Seixal. Munidos de armas de fogo, dois deles agrediram o condutor, de cerca de 40 anos. As assaltantes fugiram num Seat Ibiza e no Mercedes roubado. (...)
30 Dezembro 2008 - 00h30 - Portugal
Assaltou bombas com faca
Um toxicodependente armado de faca assaltou duas bombas de combustível, no espaço de pouco mais de 24 horas, no Seixal. O ladrão foi preso pela PSP pouco depois de ter feito o segundo roubo.

(...)


Este é o resultado de 35 anos de politicas erradas CDU, mais do que nunca, Basta de Incompetência

São muitos anos de vicíos.

(Com a ajuda de Seixalense Atento)

Um dos temas politicos do fim-de-semana é a data das eleições autárquicas, eu só peço que sejam no Verão e já agora que o Paulo Edson mande fazer umas t-shirts...

Novas actas disponíveis

Acho fantástico! Mais dum ano depois de eu, duma forma perfeitamente artesanal, disponibilizar aqui no Blog as actas da Câmara Municipal do Seixal (um documento fundamental da actividade autárquica) os serviços da CMS ainda não conseguiram fazer o mesmo. E isto, apesar das dezenas de funcionários afectos a esta área no município e os vários milhões de Euros gastos anualmente pela autarquia em meios informáticos... Acho mesmo fantástico!
De qualquer maneira, estão disponíveis novas actas para consulta na coluna aqui ao lado.

Novos Blogs no Seixal


Dois mil e nove começou com a criação de dois novos Blogs no concelho do Seixal, um é o Acorda Seixal do, até agora, meu companheiro aqui no Rumo a Bombordo Fonseca Gil que assim trilha o seu caminho próprio. Tenho a certeza que este vai ser um Blog de grande qualidade e que vai dar que falar...
O outro recem criado Blog chama-se Pensar Seixal e pertence, entre outros, a Filipe de Arede Nunes, o que por si só também é uma garantia de qualidade.
Sejam bem vindos, portanto!

Com os sapatos do meu pai sou um homem

Quem consultar a página da Câmara Municipal do Seixal e clicar em Câmara Municipal e de seguida em Projectos Municipais, depara-se com o quadro seguinte que é no minimo caricato:
a) Fórum Seixal – Planeamento, Desenvolvimento e Participação;
b) Museu-Oficina de Artes Manuel Cargaleiro;
c) Novo Edifício Municipal;
d) Plano de Acessibilidades do Concelho do Seixal;
e) Estudo/Plano de Ordenamento Urbano e Paisagístico da Área da Antiga Siderurgia Nacional;
f) Festival de Verão;
g) Metropolitano Ligeiro da Margem Sul do Tejo;
h) Plano de Pormenor Torre da Marinha/Fogueteiro;
i) Plano Estratégico de Desenvolvimento do Turismo no Concelho do Seixal.

Se atentarmos bem em tudo o que aqui é exposto, chegamos à constatação de que nenhum destes projectos é na realidade um projecto digno desse nome ou, sendo-o, não é da responsabilidade da Câmara Municipal. Senão, vejamos:

A alínea a) Fórum Seixal, diz respeito a encontros com a população, logo não se trata de nenhum projecto - e no entanto já nem isso é feito actualmente – o Fórum Seixal iniciou-se em 2003 e, segundo esta página teva a última iniciativa em Janeiro de 2008... Há um ano portanto!

Quanto ao Museu-Oficina - alínea b) – este é da responsabilidade da Fundação Manuel Cargaleiro, cabendo à Câmara apenas a construção do edifício, de resto a originalidade desta iniciativa é questionavel já que Manuel Cargaleiro já tem um Museu em Itália e outro em Castelo Branco. Talvez a maior originalidade seja mesmo a criação dum museu sem espólio.

Passemos à alínea c) e encontramos a menção ao novo edifício camarário que irá surgir. Pois bem, a propriedade deste é da empresa A. Silva & Silva, a quem a Câmara Municipal ficará a pagar uma renda mensal inicial de 154.000€ (sim leu bem são mais de trinta mil contos/mês em moeda antiga a juntar a outro arrendamento das oficinas municipais celebrado com o mesmo senhorio e com uma renda na ordem dos 100.000€/mês, ou seja, só em duas rendas a Câmara paga cerca de 50 mil contos/mês ou 250.000 Euros mensais como se preferir mas o dinheiro é sempre muito)!
Este é um negócio de muitos milhões, no qual a Câmara do Seixal decidiu não abrir concurso público. Em estilo unilateral negociaram só com uma entidade, não ficando desse modo salvaguardado o direito de concorrência e por maioria de razão, não sendo salvaguardado o interesse municipal, saiba mais aqui.

No mencionado na alínea d) de referir que, o plano de acessibilidades concelhias apresenta doze propostas, destas, onze são obras realizadas pelo Governo, todas elas devidamente identificadas, e apenas uma alínea se refere às tão necessárias vias municipais, sob o titulo "Novas acessibilidades" só que aqui não se diz quais as obras que a Câmara se propoem fazer e muito menos quando.
Nada de novo aliás, esta Câmara especializou-se em reenvindicar do Governo mas esquece-se do que é sua responsabilidade, basta olhar para o Parque Escolar onde as crianças do 1.º ciclo se amontoam ainda em turnos duplos, situação esta praticamente erradicada em todo o país…

Também na alínea e), o estudo de ordenamento urbano da área da antiga Siderurgia Nacional se fala de algo com o qual a Câmara não tem nada a haver. A verdade é que a SNES-GES (empresa pública, cujo capital é 100% do estado e que se encontra sob a tutela do Ministério das Finanças) encomendou (e pagou) um estudo a um Gabinete de Arquitectos para a revitalização de toda aquela zona. A participação da Câmara foi assinar um protocolo onde se diz que este é um bom projecto e será integrado no novo PDM ou, em alternativa, será aprovado sob a forma de Plano de Pormenor, ao integrar este projecto numa rúbrica "Projectos Municipais" esta Câmara, mais uma vez, no seu site, mente.

E que dizer do projecto da alínea f) - o festival de verão? Será que as festas das freguesias, desde sempre realizadas, foram agora promovidos a projecto municipal? Parece que sim... Marketing puro! Nada de novo acontece mas damos-lhe um novo e pomposo nome ou será antes Propaganda?

Mas a desfaçatez continua. Basta seguirmos, de alínea em alínea, e na g) lê-se Metropolitano Ligeiro da Margem Sul do Tejo apresentado como projecto municipal, quando este, na realidade, é da responsabilidade do Governo. Será que o elenco da CMS não sabe? Claro que sabe, assim como sabe que não fez a única coisa que devia ter feito, no que a esta matéria concerne, e que era criar Parques de Estacionamento dissuasores ao longo da linha!

Na alínea h) encontramos mencionado o Plano de Pormenor da Torre da Marinha/Fogueteiro. Ora, sendo os promotores que pagam este estudo e sendo o arquitecto Manuel Salgado quem o executa, não se vislumbra aqui, por mais que se tente, qualquer influência/intervenção/opinião por parte da CMS que justifique o anuncio deste projecto como seu na sua página de internet, a menos que estejamos a falar dos dez milhões e meio de Euros que a Câmara espera embolsar com a venda dos terrenos que possui neste local!

Por fim, a alínea i), onde se fala do Plano Estratégico de Desenvolvimento do Turismo, no Seixal, estamos a falar dum plano encomendado à Universidade de Aveiro, elaborado por esta, que foi tornado público em Junho de 2005(!) – mas que pasme-se – até esta data nada de palpável foi ainda executado.

Então e Projectos Municipais, será que me conseguem apontar um que seja real e não falacioso? Aguardo… É que para uma Câmara com um orçamento superior a cem milhões de Euros anuais os projectos que têm para apresentar são muito curtos, muito curtos mesmo!!!

Este é o texto que pode comentar para a edição desta semana do Jornal Comércio do Seixal e Sesimbra. Consulte também o Blog de Paulo Edson, A Revolta das Laranjas.
Google