Minutos de mentira


Ainda se lembram dos dois minutos alegados por parte da Câmara do Seixal pela entrega tardia da candidatura ao Quadro Referência Estratégica Nacional (QREN)?
Pois bem, afinal de contas não foram dois minutos, foram 34!
A relevância aqui quanto aos minutos não é nenhuma pois, em termos práticos, dois ou 35 minutos impossibilitariam de igual modo a candidatura pretendida. Aquilo que eu, com este post, quero destacar é a mentira desnecessária. Faz lembrar o famoso Joãozinho das anedotas que para se justificar das más notas as inflacionava.

Aquilo que inicialmente se sabia era que, uma equipa de vários colaboradores da CM do Seixal, tendo como responsável máximo e político o Presidente de Câmara, esteve quatro meses a preparar uma candidatura ao QREN, cuja data limite de apresentação era o dia 30 de Abril de 2008, mas que apenas foi entregue, na versão propalada à imprensa às 00h02m de 1 de Maio de 2008, mas que na realidade, eu próprio pude verificar através de consulta ao processo, foi entregue às 00h34m desse mesmo primeiro dia de Maio...

Também se falou da falha dum servidor... Mas do relatório técnico elaborado pela divisão de informática consta o seguinte:
«No dia 30/04/2008 às 22h30m foi solicitado um apoio, ao técnico de informática José Queluz, para a resolução de uma avaria sucedida no equipamento 4226 (computador) do Eng. José Vidal, a funcionar no Gabinete de Estudos e Desenvolvimento Económico.
Na verificação e testes efectuados ao PC concluiu-se que o problema se concentrava ao nível da motherboard, a qual provocava bloqueios constantes (…) assim foi necessário substituir a referida placa (…) esta intervenção técnica demorou cerca de duas horas a realizar-se.»


Afinal não eram dois minutos nem um problema com o servidor!

São trinta e quatro minutos e um problema na motherboard!!!!

Quem não pode ignorar tais factos é o Sr. Presidente da Câmara Municipal, que numa declaração de compromisso por si subscrita, tentando justificar à CCDR, entitade responsável pela recepção da candidatura, o atraso afirma que foi necessário «de forma urgente, proceder à substituição por outro computador, com o respectivo aproveitamento do disco rígido e de toda a informação existente, sua actualização e configuração, demorando esta operação cerca de duas horas, pelo que só foi possível submeter a candidatura cerca da 00h35m do dia 01/05/2008».

Perante tudo isto, parece-me inaceitável a falsa mensagem que se tentou passar para a opinião pública, numa clara tentativa de menorizar este caso de fracasso, as diferençãs não são de monta mas também não acredito que sejam ingénuas.

E já agora, também foi dito que os Vereadores sabiam de tudo isto porque tinham sido informados, mas pessoalmente não me lembro de nada e das Actas da Câmara também não consta nada...

O Povo exige e merece saber a Verdade!

P.S: A propósito leiam este post dum excelente Blog cá da terra.

5 comentários:

Jorge Pietta disse...

Até nestes pormenores mentem. 1 minutos ou 34 é indiferente. mentir está-lhes no sangue. Querem mais provas?

Jorge Pietta disse...

Até nestes pormenores mentem. 1 minutos ou 34 é indiferente. mentir está-lhes no sangue. Querem mais provas?

Anónimo disse...

Quero felicitar o trabalhador da Câmara que teve a coragem de por a circular entre os trabalhadores da Câmara um e-mail com o tema "trabalhador amordaçado" endereço "mailto:trabalhador.anonimo.cms@gmail.com" em que manifestava a vontade dos trabalhadores de em 2009 não terem lá a CDU. Numa Câmara onde é proibido ter opinião é preciso muita coragem para esta atitude.
As minhas felicitações.

Jorge Pietta disse...

Votos de um Santo Natal e um Próspero Ano de 2009.

Lembrem-se que "Algo só é impossível até que alguém duvide e acabe por provar o contrário."

Ponto Verde disse...

BOAS FESTAS!

Google