A CM Seixal tem 60 dias para promover, reconverter e reclassificar os trabalhadores que possuam os requisitos

A partir de Janeiro de 2009, o paradigma da AP – Administração Pública vai sofrer profundas mudanças, prende-se pelo facto da entrada em vigor de novos diplomas.
• Regime de vínculos, carreiras e remunerações – Lei n.º 12-A/2008
• Regime de contrato de trabalho em funções públicas – Lei n.º 59/2008
• Estatuto disciplinar dos trabalhadores que exercem funções públicas – Lei n.º 58/2008
• Regime de carreiras – Decreto-lei n.º 121/2008
Algumas coisas passarão a se processar de forma diferente, as carreiras, e a sua evolução e o posicionamento na nova tabela remuneratória única. Acaba os operários semi-qualificados e qualificados, assistentes administrativos; técnicos profissionais, as carreiras verticais; horizontais e as promoções; reconversões; reclassificações segundo o actual método.
Nesse seguimento era extraordinariamente importante que a Câmara Municipal do Seixal, estivesse sensibilizada e interessada a utilizar as possibilidades que ainda dispõe até ao fim do ano para resolver e melhorar a posição indiciária de um número considerável de trabalhadores.
A Câmara Municipal do Seixal se quiser pode perfeitamente promover, reconverter e reclassificar os trabalhadores que possuam os requisitos.
As questões orçamentais não se devem colocar porque é do conhecimento público a excelente saúde financeira da autarquia. Temos a plena consciência das dificuldades e constrangimentos financeiros que se vive, mas não queremos acreditar que a Câmara Municipal do Seixal vai perder a oportunidade de melhorar a vida dos seus trabalhadores.

Aníbal Moreira
SINTAP - Secretário Nacional

3 comentários:

Anónimo disse...

...Era extraordinariamente importante que a camara do seixal estivesse sensibilizada e interessada a utilizar as possibilidades que ainda dispõe até ao fim do ano para resolver e melhorar a posição indiciária de um número considerável de trabalhadores...MAS, NÃO ESTÁ!

Anónimo disse...

O SINTAP tem uma grande lata. Prejudica os trabalhadores ao assinar o acordo com o governo e agora, mostra a sua verdadeira natureza e a sua força que é diminuta em relação ao STAL.

Boa jogada!

Anónimo disse...

O Sintape está a alertar para que os trabalhadores da Camara possam beneficiar da possibilidade de verem aumentados os seus vencimentos. Está a preocupar-se com os direitos e regalias dos trabalhadores enquanto a camara do Seixal de maioria CDU que diz defender o povo trabalhador está a fazer precisamente o contrário, está a desperdiçar uma oportunidade que tem nas mãos para melhorar a vida dos trabalhadores e depois diz que o PS e as políticas do governo é que são contra os trabalhadores. A Câmara do Seixal agora prejudica os trabalhadores e depois manda-os todos de autocarro para Lisboa reclamar contra o governo. Assim vai o poder local "democrático" no concelho do Seixal.

Google