Seixal Graffiti

Chegou a quinta edição do Seixal Graffiti... Pode ler aqui.
Não percebo como a Câmara apoia aquilo que devia combater, mas enfim...
A Vereadora responsável vem agora dizer que não gostam de vandalisno, pena é que os parceiros organizadores sejam entrevistados no âmbito do evento e nos digam que gostam mesmo é de pintar paredes, facto que não pode ignorar a Senhora Vereadora pois já lhe li estas notícias em sessão de Câmara. Como diz o Povo o pior cego é aquele que não quer ver...
Diz-se também que se visa elevar esta forma de expressão a arte, talvez não fosse mau então, começar por explicar que a originalidade é um requisito fundamental da arte. Vejam o que aconteceu o ano passado aqui.

9 comentários:

coxit disse...

Graffiti, muito bem.
Deviam pedir ao colman para pintar o bombordo.

lll disse...

Bem recordado Samuel.E ainda levaram dois homens uma semana inteira a pintar de branco o muro da Mundet,é só fazer contas ,tinta e dois homens uma semana inteira de trabalho para agora ser grafitado.Que desperdício.

Anónimo disse...

O boletim municipal desta semana fala de que a camara investiu muito em ciclovias. Será que alguem me sabe esclarecer onde estão as ciclovias? A fotografia do boletim municipal é sempre a mesma. As ciclovias devem ser pura imaginação de alguém. Sr. Presidente quando se bebem uns whiskys vê-se a dobrar será que aqui vêem o que não existe?

Gramsci disse...

De tantos graffiters famosos, lembram-se do Colman (repescado por essa grande senhora da arte de entretenimento, que se dá pelo nome de Catarina furtado).
Poderia, pelo menos, ao defender os graffiters, falar de alguém como Jean Michel Basquiat ou do lendário Banksy.
Parece que os seus horizontes culturais são tão curtos como a cultura aberrante (peço desculpa pelo insulto que faço à cultura) que estes senhores tão bem lhe conseguem vender.
O artigo, aqui publicado, caso não tenha entendido, é referente a um caso de plágio, devido à ignorância da Sr.ª Vereadora da Cultura, que deveria ter impedido a realização do referido Graffiti.
E, mais, deveria ter excluído os assinantes de paredes, de forma a não perpetuar uma forma de vandalismo.
Aproveito para perguntar a esses assinantes, se sabem desenhar alguma coisa parecida com um desenho, para além do respectivo nome dos seus gangues.
E, ainda bem, que me lembram este artigo sobre o plágio, pois faço intenção de remeter as diligências necessárias, com a finalidade de alertar o tal David Lachapelle e o que for a homónima da Sociedade Portuguesa de Autores nos EUA.

José Carlos Pereira disse...

Um tema bastante oportuno.
Vou comentar um episódio ocorrido ontem pelos militantes da JCP.
Como já vem sendo habito há já alguns anos a esta parte, o muro da fábrica dos lanifícios da Arrentela junto à rotunda da Torre da Marinha, vem sendo vandalizado pela JCP através de pinturas com mensagens (dizem eles) politicas.
Esta questão já foi levantada por mim próprio, na Assembleia de Freguesia da Arrentela enquanto membro eleito, nomeadamente de quem a responsabilidade de manter o muro pintado, se da junta ou do proprietário. Foi respondido pela Sra. Presidente da Junta que a responsabilidade era do proprietário, mas que a Junta pela altura das festas pintava o muro e assim dar uma imagem de limpeza.
Bem, coloquei esta questão pelo simples facto, que temos vindo a assistir, a alguns anos a esta parte, ao facto curioso de sempre que a junta pinta o muro, dois dias a seguir lá estão os jovenzinhos comunistas a sujarem o muro de novo, afirmei até, que tinha quase a certeza de que eram concertadas as acções de pintura por parte da Junta com a JCP.
A Sra. Presidente da Junta de Freguesia, muito indignada com as minhas afirmações, afirmara que era mentira o que eu tinha referido.
Como é óbvio, levantei esta questão porque, como todos sabemos os recursos humanos e os materiais da Junta são pagos por todos nós, dessa forma é da responsabilidade da Junta preservar uma boa gerência dos mesmos, e alertei logo que iria estar atento este ano pela altura das festas da Arrentela no referido muro.
Qual não é o meu espanto, este ano o muro não foi pintado (na altura das festas), pensei logo que a junta estaria a fazer uma contenção de recursos.
Bem! Enganei-me, quando na Quinta – Feira visualizei o referido muro todo pintadinho de fresco, comentei logo com amigos que não passava do fim-de-semana, para aparecer vandalizado, bem dito bem feito. Quando ontem pelas 15.30 passava pelo local, lá andavam os jovens comunistas a vandalizar o referido muro.
Foi chamada a PSP ao local, a mesma perguntou se existia alguma autorização, e qual não é o meu espanto e até dos Srs. Agentes, os referidos jovens dizem que sim, da Junta, mas que era verbal, percebe-se o porquê.
Concluindo, os jovens foram proibidos de continuar com a ameaça de irem parar à esquadra e ser-lhes apreendido todo o material, e foi-lhes comunicado que nem a Junta nem a Câmara Municipal tem competência para passarem tal autorização, uma vez que é propriedade privada, como é óbvio.
Agora deixo à consideração de todos, para as conclusões! Claro que as minhas hoje estão mais reforçadas, mais uma vez iam ser vandalizados recursos pagos por todos nós.

PS. Ao que parece os Jovens comunistas iam deixar no muro a mensagem, de serem contra o betão e os mamarrachos previstos para aquela zona, CURIOSO.

Anónimo disse...

Agradeço a José Carlos Pereira o esclarecimento que nos proporcionou. Já me intrigava o que acontecia naquela parede da fábrica de lanifícios. Propriedade privada que servia de cartaz para frases alusiva ao comunismo sanguinário, estranhei, mas com a promiscuidade que se vê entre o dono da ex-fábrica e a Câmara e o jogo de interesses em que a Câmara insiste em aprovar para ali uma alteração ao PDM para betonizar o único espaço que nos resta de hortas no concelho pensei que aquilo também era uma contrapartida. Neste concelho infelizmente destas coisas há muito. Obrigado.

José Carlos disse...

Vocês são todos uns básicos e não sabem o que é arte.
O PS á imagem do MRPP, confunde os Meninos Rabinos Pinta Paredes com a verdadeira arte do Grafiti.
IMBECIS e IGNORANTES.
Venha o Camões

patologico disse...

Já não sei se quero ser,
entretanto ando a navegar,
Para ver se consigo entender,
Um meio de vingar

O seixal é uma ruina
que gostava de melhorar
mas cai na insulina
e agora tenho de me curar.

Samuel tem cuidado com açucar, não sejas guloso.

Anónimo disse...

Ena já têm direito a poesia.
Isto está a subir de nível.

Google