PS É A ÚNICA ALTERNATIVA AO PCP EM SETÚBAL

Hoje pelas 20 horas decorrerá o Jantar de Convivio de Militantes na sede dos Bombeiros Voluntários de Palmela que contará com a animação do cantor Carlos Mendes. O jantar tem um custo simbolico de 8€.

Reproduzimos a seguir, as declarações do Presidente da Federação Distrital de Setúbal do PS, Vitor Ramalho, ao jornal Acção Socialista de 15 de Outubro de 2008.
PS É A ÚNICA ALTERNATIVA AO PCP EM SETÚBAL
As próximas eleições autárquicas no distrito de Setúbal vão ser discutidas entre socialistas e comunistas, reiterou o presidente da Federação local do PS, Vítor Ramalho, alertando que os “votos no Bloco de Esquerda (BE) são votos perdidos”.

“O BE obteve em Sesimbra a maior votação do distrito nas últimas autárquicas, mas não conseguiu eleger nenhum vereador”, disse, lembrando ainda que os partidos da direita, PSD e CDS/PP, “também nunca conseguiram ganhar nenhumaautarquia no distrito”.

O líder do PS/Setúbal, que falava num encontro com militantes na sede da Federação, apelou também a uma grande afluência às urnas nas próximas eleições autárquicas, já que, frisou, o PCP só consegue vencer a maioria das autarquias da região porque muitos eleitores nem sequer comparecem nas mesas de voto.

“O PCP gere as câmaras com cerca de 20% dos potenciais eleitores. Sempre que há afluência às urnas nós ganhamos. No futuro somos nós ou o partido comunista. Essa é a opção que se coloca”, acrescentou.

Por outro lado, o camarada Víto Ramalho também não poupou críticas à gestão comunista de algumas das principais câmaras do distrito, designadamente à Câmara do Seixal, por ter promovido o crescimento urbano do concelho, que já tem “mais habitantes do que Almada”.

No que respeita à Câmara Municipal de Setúbal, acusou a actual presidência da CDU de ter duplicado a dívida herdada do anterior Executivo socialista de Mata Cáceres, sem que tivesse feito qualquer obra de relevo durante os dois mandatos que está prestes a concluir.

Vítor Ramalho disse ainda que o PS tem “um projecto global” para o distrito, do ponto de vista do enquadramento político, económico e social, chamando a atenção para a importância da relação euroatlâ ntica, que, disse, “passa por um maior relacionamento dos empresários portugueses com os homólogos da Extremadura espanhola, de África e do Brasil”.

Simultaneamente, acrescentou,“é preciso apostar na articulação detodos os investimentos aeroporto, terceira ponte sobre o Tejo, Plataforma Logística do Poceirão, nova fábrica de papel da Portucel, Plataforma de Sines, ligação Beja/Sines por auto-estrada e empreendimento turístico de Tróia”, salientando que muitos destes projectos são da responsabilidade do actual Governo.

6 comentários:

Zé Manel disse...

Amigos e leitores, acabei de ver o artigo sobre a prostituição no blogue de Fernão Ferro e fiquei sem palavras.
Só o PS é que votou a favor, todos os outros partidos se abstiveram. E só penso, aliás eu nem sei se penso como pode ser possível não tomar a decisão mais sensata ou seja votar a favor. Não existe alternativa, ou os políticos só têm homens em casa.
Como eu tenho uma filha e mesmo que não a tivesse, a educação que recebi dos meus antepassados foi sempre de respeito pelos outros com a máxima estima pelas mulheres.
Retira essas mulheres da rua é estar a fazer-lhe um favor e um bem á sociedade.
Aqui demonstraram os elementos do PSD e da CDU uma grande falta de maturidade, isto para os não denegrir aqui na praça pública com adjectivos que os poriam com um peso na consciência.

Ana disse...

Concordo o PS é a única alternativa, mas não sei se será a alternativa, pelo menos não a vislumbro de momento, como diria a professora Maria não vejo nenhuma luz ao fundo do túnel.
Já aqui demonstrei a minha simpatia pelo PS e já apontei as razões, mas continuo a achar que no conjunto falta muita proactividade para. Falo relativamente ao Seixal não sei o que se passa nos outros.
Cumprimentos

Anónimo disse...

Este Vitor Ramalho não é o tal que agora virou Presidente do Inatel?
É que há dias vi uma fila de socialistas à porta do Inatel a perguntar se ele já tinha chegado...

Anónimo disse...

O PS é o partido que tem tido maior votação a seguir à CDU mas não tem condições de sozinho derrotar a CDU. Continuar a acreditar em milagres não vale a pena e manter as pessoas na ilusão de que o PS pode sozinho destronar a CDU é desonesto. Eu sei que os resultados eleitorais dependem dos eleitores mas também sei que as sondagens podem prever muito cedo a tendência de voto. O concelho do Seixal e a sua população está no limite do desespero de ver destruir tudo quer no urbanismo no meio ambiente nas zonas verdes esgotos e em muitas outras vertentes essenciais à vida em equilibrio quer na relação dos municipes uns com os outros quer na relação dos trabalhadores da Câmara uns com os outros e com a população não sendo respeitada a igualdade entre municipes entre trabalhadores da camara e em nada na vida deste concelho. A solução está na aliança PS PSD. O PS tem a obrigação de encetar esforços no sentido de fazer aliança entre os dois partidos para que de uma vez por todas este concelho possa começar a mudança no sentido da qualidade de vida dos seus habitantes. Se não houver o acordo para apresentarem lista em conjunto nas eleições em 2009 estes dois partidos PS e PSD ficam com a responsabilidade de assim darem a vitória à CDU e perpetuarem para sempre esta força política à frente dos destinos dum concelho já tão martirizado pela incompetência comunista. Nós eleitores esperamos do partido socialista que ele queira efectivamente derrotar a CDU o que acontecerá facilmente com a aliança PS PSD.
Um abraço.

Ana disse...

Concordo inteiramente com o anónimo das 20:15 e acrescento mais, na minha opinião deveria ser alargado para além dos partidos, a todos os cidadãos, isto falando em termos do concelho de Seixal, pois como disse não conheço a realidade dos outros.
E tal como foi dito mais cedo ou mais tarde irão ser responsabilizados pela eternização da CDU/PCP no poder. Já o disse uma vez ao Dr. Fonseca Gil como vivi à espera que viesse alguem de fora, um nome de peso, e de como a partir de certa altura acreditei que se podia dar a volta com a "prata da casa", mas neste momento vejo tudo muito "paradão".
Já aqui o disse e o tempo urge de que é preciso pelo concelho unir esforços, todos os esforços possíveis e imaginários, pois senão continuaremos a ter mais do mesmo.
Samuel, desculpe-me a petulância mas antes do "Acorda Seixal" é preciso gritar "Acorda PS".
Cumprimentos

Anónimo disse...

O PS quando acordar fica mais 4 a anos a sonhar...

Google