Testemunho na primeira pessoa

Ontem às 21.45 h acompanhando um familiar entrei no SAP concelhio na Amora.
Para proceder à inscrição demorei 6 minutos; estava à minha frente ao guichet uma senhora a fazer a sua inscrição. Esperei. No outro guichet ao lado uma imigrante fazia também a sua inscrição.
Terminei a inscrição e perguntei:
- Quantas pessoas estão à minha frente?
Três pessoas, respondeu a funcionária.
Sentei-me na sala de espera, praticamente vazia.
Às 22.05h o médico abriu a porta e chamou pelo nome do meu filho.
A partir desse momento iniciou-se a consulta.
Para os vendilhões da desgraça, useiros e vezeiros em técnicas de manipulação dos anseios e das angústias legítimas dos cidadãos, aqui fica o meu testemunho na primeira pessoa.

11 comentários:

Outsider disse...

Inteiramente verdadeiro !

Apenas algumas considerações:

1º É época baixa de SAP (como confirmará se se deslocar a qualquer centro de saúde).

2º A sua experiência sendo relevante não é estatísticamente representativa.

3º Alguns utilizadores para irem ao SAP tem de utilizar transportes públicos, o que provavelmente não aconteceria se houvesse delegações em mais sítios.

4º Esperemos que não tenha que ir (a qualquer SAP), no pico das gripes, onde garanto-lhe pelo menos 120 minutos de espera ( e co-habitação com montes de doentes na sala de espera.

Saudações democráticas

Anónimo disse...

Todas as minhas experiências no centro de saúde da Amora atendimento permanente são semelhantes à sua. O Partido comunista português nunca fez nada pelos portugueses a não ser incentivá-los a serem infelizes incutir-lhes preocupações que apenas existem no programa do PCP de destruição do bem estar psicologico dos portugueses. Obrigado pelo seu testemunho ao qual se me for permitido junto o meu.

fonseca gil disse...

Caro Outsider

Naturalmente que a minha experiência, só por si, não é representativa em termos estatísticos. Sei que em determinadas épocas, da gripe, por exemplo, a afluência é muito maior; mas também sei que nessas alturas há um um reforço das equipas de atendimento, procurando atenuar impactos.
Não defendo que as reformas sejam produto acabado; precisam de ser testadas e melhoradas constantemente; o que não entendo é a posição sistemática do partido comunista avesso a tudo o que seja mudar; nem que a mudança seja notoriamente para melhor.
Que podemos esperar hoje deste partido comunista?
Pede tudo mas não dá nada, em consequência vivemos num concelho amorfo onde a politica do poder se faz pedindo o céu e onde pouco mais se oferece que o purgatório.

outsider disse...

Caro Fonseca Gil

Apenas poderei refutar a sua afirmação do reforço das equipas, que a existir manifestamente não não tem chegado para suprir o problema (ou "atenuar impactos"). Alías penso que concordará que se perguntar as populações a opinião sobre a qualidade do serviço que obtem no SAP ela não será a melhor (quer antes, quer depois). É ainda óbvio que o PCP aproveitou as mudanças introduzidas pelo governo nos SAPs para fazer política à sua maneira no registo "agit-prop" tão ensinado nas bulas da sua militância que chega a enjoar.
No entanto a responsabilidade das mudanças do SAP (em especial a diminuição de locais de atendimento) para o bem ou para o mal é apenas da maioria PS que nos governa, sendo a CMS completamente alheia aos mesmos.

Volto a dizer que aquilo que nos relatou é inteiramnete verdade, no entanto não representa a realidade do serviço onde se deslocou, nem é o resultado de nenhuma alteração no funcionamento do seu "modus operandi",é apenas e somente ver a floresta pela árvore.

Saudações democráticas...

Anónimo disse...

Já vi que com o cartão do PS é-se atendido rápido no SAP da Amora. É que eu estive há 15 dias no mesmo com a minha sogra e a senhora demorou 1,40 Horas para ser atendida... Se calhar é porque nem eu nem a minha sogra temos cartão do PS. Grande cartão com vantagens exclusivas aos militantes, como seja atendimento preferencial nos centros de saúde!!!
Ou então Drº Fonseca Gil proteja bem o pimpolho, pois o miudo tem futuro, pois com tão pouco tempo já sabe quando é que o SAP não tem ninguém para adoecer...

Rogério R. disse...

Pelo post do Sr. ou Sra. anónimo das 16:39 a questão que se levanta, não são as vantagens do cartão do PS! É áquilo a que o cartão do PCP obriga os seus militantes (palas nos olhos como os burros)!!! IRRRRRRRRA!!!

Anónimo disse...

Não me diga que a minha sogra esteve 1,40 para ser atendida por causa do cartão do PCP? Mas olhe que ela não é militante de nenhum partido... Agora não são os militantes do PCP que andam com palas nos olhos!!! Os do PS é que se não são obedientes perdem o tacho!!! E olha que é só ver os militantes da comissão concelhia do PS que trabalham na administração central em lugares de chefia, para se ver o tachismo existente no PS!!!

Anónimo disse...

Ora, toda a gente sabe que apenas o PCP não tolera vozes discordantes. Ou andamos todos enganados?

Fonseca Gil disse...

Ao amigo que se protege no anonimato para vir aqui afirmar que utilizei o cartão do PS para ter um tratamento preferencial no atendimento no SAP, quero dizer-lhe o seguinte:
Compreendo que alguns cidadãos em determinadas circunstâncias necessitem de se proteger no anonimato com receio de represálias que lhes possam surgir em virtude de se apresentarem na vida com verdade e com frontalidade, especialmente se a verdade e a frontalidade se direccionarem contra poderes instalados, sejam eles de que cor politica forem; infelizmente o abuso de poder é transversal a toda a sociedade e não há partidos sem mancha nessa matéria.
Repito compreendo o anonimato circunstancial; porém, abomino-o e só tenho que apelidá-lo de cobarde quando, com essa capa, vem proferir insinuações contra alguém que embora sendo militante socialista já lhe demonstrou a si e a muita gente que não é um servilista de ninguém e não pretende e não precisa de protecção ou mordomias seja de quem for.
Meu caro, venha a terreno mostrando a face para os leitores deste blogue conhecerem o seu curriculum e talvez se perceba que aquilo que o senhor faz ou gostaria de fazer se enquadre no perfil que condena.
Por último quero dizer-lhe que respeito a sua afirmação relativamente ao tempo que possa ter estado com a sua familiar no atendimento do SAP. Compreendo e aceito que não temos um sistema de saúde perfeito. Devemos querer mais e melhor. A responsabilidade de termos mais e melhor é de todos, a começar por si e por mim.

Cidadao Kapa disse...

Desculpem... PCP? O que é isso?? Juízo...

Seixal disse...

Na primeira pessoa,
Estive hoje na divisão das águas no Seixal, para pedir a reabertura da água na casa de um amigo, bem foi de gritos.
1ºTinha uma procuração desse meu amigo, uma vez que o mesmo está no norte, quando não é o meu espanto a funcionaria diz que a mesma não serve, para fazer o contrato, quando eu tinha acabado de fazer o contrato com a EDP e a SETGÁS com a mesma procuração reconhecida em notário.
2ªDepois de explicar à funcionária que deveria estar equivocada ou mal informada, a mesma foi se informar com o superior, 35 minutos de espera.
3ºVem com a informação que só era possível com o original da escritura do imóvel, mais uma vez referiu que desta vez era o seu superior que estaria mal informado, sobre o direito de uma procuração, mais 29 minutos de impasse.
4º Ao fim de 1.47 minutos tinham feito o contrato, mas com garantias minhas que faria chegar a estes serviços à posterior uma cópia da escritura.

Conclusão; 1,47 minutos para fazer um contrato de agua quando demorei 11mts na SETGÁS e 10 mts na EDP, e ainda vem estes senhores dizer que estão muito tempo para serem atendidos no SAP!!!!!
Esta situação na C.M. do Seixal só é possível, porque estes funcionários a única formação que possuem é a do PCP, isto é são funcionários porque tem cartão vermelho, independentemente da formação.
É a prova que este executivo CDU esta podre de maduro, e demagógico.
Não me identifico com o receio de me irem desligar a agua a

Google