Acumulações adjuntas...

Aqui fica o tema para ser comentado na última edição antes de férias do jornal Comércio do Seixal e Sesimbra. A todos boas férias se for caso disso. Se há coisa que me irrita na política, e na vida em geral, é a hipocrisia. Que bem prega Frei Tomás, faz o que ele diz, não faças o que ele faz, é um bordão que nunca esqueço. Vem isto a propósito de uma curiosa associação existente no concelho do Seixal a AERPPAS (Associação de Areeiros e Autarquia para a Preservação do Ambiente do Seixal). Digo curiosa, mas também poderia escrever esclarecedora, porque de facto a autarquia associar-se aos responsáveis por isto na defesa do ambiente não deixa de ser irónico! Ora acontece que esta associação tem à frente da sua direcção, dois adjuntos de vereadores da CMS. A saber, o adjunto do vereador do Urbanismo, de seu nome Duran Clemente, e o adjunto do vereador do Ambiente, Carlos Pauleta (entretanto substituído). Ambos os senhores acumulam com as funções de adjunto a direcção desta AERPPAS, auferindo uma quantia mensal de 425,28 euros o primeiro e 434,94 o segundo, o que prefaz para Duran Clemente 5832,84 euros/ano e para Carlos Pauleta 5968,06 euros/ano.
Digam lá se vale ou não a pena o comunismo, desviado da sua vertente ideológica, à la Seixal?

8 comentários:

outsider disse...

E será que as acumulações se ficam por ai ?

Anónimo disse...

È oportuno referir que o substituto de Carlos Pauleta é Brázio Romeiro,ex presidente da junta de Corroios,de onde se veio embora sem a população saber qual a razão.Agora já compreendemos.

Anónimo disse...

Senhor vereador está enganado o Carlos Pauleta nunca esteve na AERPAS... Parece-me que V. Excª anda na Câmara a apanhar "bonés", ou então anda a enganar o "pagode" difundindo mentiras! Ou então já sei, é mais um dos seus lapsos e não queria escrever Carlos Pauleta...

Samuel Cruz disse...

Ao anterior anónimo,

Pelo vistos bastante bem informado... Se o referido senhor Carlos Pauleta, alguma vez esteve na AERPPAS ou não de facto não sei... Mas lá que constam do relatórios de actividades de 2007 as remunerações que referi, constam.
Informe-se portanto melhor!

Jorge Pieta disse...

Quantos Assessores/Adjuntos existem na Camara ? Quantos Assessores/Adjuntos tem pessoal a si atribuido (secretária, etc), quantas secretarias existem para secretariar os Vereadores e Presidente? quantas funções já não deveriam estar extintas? será que o Organograma da Camara se mantem ao longo dos ultimos 30 anos? será que é necessario o Presidente ter 3/4 Secretárias? Será que a Camara não se preocupa em verificar a possibilidade de redimensionar o seu quadro de pessoal ou canalizar para outras areas com faltas?

Anónimo disse...

Será que o Brazio Romeiro não esta na Camara para nas proximas eleições substituir um dos actuais incopetentes?

Samuel Cruz disse...

Esclareço que os três Vereadores do Partido Socialista contam com uma única funcionária como apoio. Funcionária essa que ainda é quem dá apoio administrativo ao Pelouro da Defesa do Consumidor e Intervenção Veterinária. Quanto ao Gabinete de apoio ao Pelouro ele é apenas constituido por uma pessoa, ao contrário dos Vereadores do PCP que no minímo contam com duas pessoas.

Anónimo disse...

Num país com tantos desempregados, com um Partido comunista diariamente a fazer manifestações contra o governo também por causa do desemprego não se compreende que na Câmara do Seixal de administração comunista haja funcionários a acumular escandalosamente tantas funções e ordenados como é o caso do assessor do vereador do urbanismo que além duma reforma que já recebe e dos dois mil e muitos euros de assessor do vereador ainda tem mais 425 euros da AERPAS e ainda tem a administração do PIS - Parque industrial da Siderurgia donde também recebe chorudo ordenado a ainda é administrador da CDR - Comissão de Desenvolvimento Regional donde também recebe ordenado. E haverá mais alguma acumulação? Tudo é possível.
Isto é uma afronta a tantos licenciados no desemprego. Estas empresas têm capitais municipais logo dinheiro de todos nós. Seria interessante conhecerem-se os critérios de escolha para estas funções e também serem avaliados em termos de qualidade os serviços prestados por estas empresas.
A CDU na Câmara do Seixal é mesmo como Frei Tomás faz o que ele diz e não faças o que ele faz.
Não restam dúvidas de que a gestão comunista na Câmara do Seixal tem sido lesiva dos interesses da população.
É preciso dizer não à abstenção em 2009. É preciso dizer não à gestão danosa da CDU.
É tempo de mudança.

Google