7 pecados do século XXI


A Igreja Católica decidiu-se por mudar os sete pecados mortais, dizendo que a lista elaborada pelo Papa Gregório I, no século VI, estava obsoleta. Nesse sentido, o Vaticano publicou as modernas práticas que devem, a partir de agora, ser evitadas pelos fiéis da Igreja Católica.

Os 7 "novos" pecados são os seguintes:

- Fazer manipulação genética;
- Realizar experiências em seres humanos, incluindo embriões;
- Poluir a Terra;
- Provocar a injustiça social;
- Ser causa da pobreza;
- Procurar riqueza sem limites;
- Consumir drogas.

Já agora, convém mencionar os 7 "antigos":
- Gula; Luxúria; Avareza; Ira; Soberba; Vaidade e Preguiça.

Uma clara diferença nota-se: os pecados antigos era facilmente mencionáveis, pois possuiam uma palavra própria para os identificar. Para identificar os novos, ter-se-á de recorrer à construção de frases...

Até pecar já é mais complicado! Sinais dos tempos...

1 comentário:

outsider disse...

Porventura será mais difícil apanhar o pecador, quanto à prática dos mesmos, os meios são cada vez maiores... e em particular a classe política assente em maiorias tem sabido tornar legal o éticamente condenável...

Vejamos os casos dos reboliços com os PDMs, com as consultas públicas em tempo de férias, com essa propriedade de selecionar de forma aleatória e assente na confiança política e de distribuir o orçamento entre os amigos, e tudo isto sem ferir a legalidade... Ora se nada disto é crime, percebe-se a dificuldade do reino do céus em tentar formatar os pecados aos tempos modernos...

Google