Tiques de poder absoluto

O Povo diz e com razão, à 1ª qualquer cai, à 2ª cai quem quer. Este provérbio também tem lógica na política.
Eu não esperava ter de voltar à liça por factos graves a reflectirem intolerância que a maioria que gere a Câmara levou a efeito recentemente, ao não permitir que numa Assembleia Municipal um eleito da oposição fizesse uma intervenção.
O Presidente da Assembleia Municipal argumentou então que o tempo se tinha esgotado para as intervenções, na altura o PS solidarizou-se com a reacção dos eleitos do PSD que legitimamente abandonaram a sala e tive oportunidade de escrever um artigo neste jornal sobre a matéria.
Disse então e reafirmo ser inaceitável que os eleitos da maioria CDU não concedam a palavra a um eleito de outro partido, com o argumento de se haver esgotado o tempo. Esta postura mereceu e merece-me forte contestação uma vez, que como é sabido, a maioria da CDU ocupa todo o período antes da Ordem do Dia nas Assembleias Municipais a culpar todos os governos, quaisquer que eles sejam, de todos os males de que o Pais e o Concelho do Seixal padecem.
Isto impede que os demais Partidos denunciem os comportamentos da CDU na Câmara Municipal do Seixal de que tem o poder desde o 25 de Abril de 1974.
A CDU que tanto enaltece o poder local, nega-o a si mesma uma vez que, com estas posturas acaba por transmitir não ter nenhum poder. Mas como se sabe não é verdade e não é verdade porque a CDU que é a única responsável no Seixal pelo total desordenamento do território, das graves ofensas à qualidade de vida que existem entre outros casos em St Marta do Pinhal em Corroios e em Vale de Chícharos, ou não é verdade?
É também mentira que a CDU ao criticar a contratação por recibos verdes, quer esconder e esconde situações inaceitáveis de recibos verdes que existem na Câmara Municipal do Seixal?
Não quererá a CDU tornar públicos esses factos, demonstrando a transparência que apela aos Governos?
Volto a fazer o desafio!
Não é verdade que um dos últimos casos é do ex-vereador de uma CM deste distrito, que
tendo que sair dessa Câmara, foi colocado como assessor na CM do Seixal?
Afinal, que coerência é esta?
É também coerente acusar o Governo por apresentar uma proposta neste domínio dos recibos verdes muito mais progressista do que aquilo que a CM do Seixal pratica?
Qual foi o comportamento da CM do Seixal, ou já não se lembram quando o 1º Ministro Vasco Gonçalves, apoiado pelo PCP publicou uma Lei a defender o despedimento individual dos trabalhadores por um “motivo atendível”?
A CDU como se vê é prodiga em ter dois pesos e duas medidas...
Tudo isto veio a propósito da reincidência da CDU que na última Assembleia Municipal voltou a não dar a palavra a um eleito da oposição. O PS considera esta situação inaceitável e mais grave porque a CDU é reincidente.
Acresce que também na ultima, mas agora Secção Pública de Câmara, um dos vereadores do PS, o meu camarada Samuel Cruz, que aliás que aceitou servir as populações e trabalhar no executivo, foi indecentemente tratado, por um vereador da maioria CDU.
Estou convicto que o Sr. Vereador da CDU prefere pensamentos e comportamentos de Estadistas muito mais a Leste, mas em Politica como dizia Churchill “quem insulta nunca tem razão”, e lamento por isso que a CDU tenha descido ao nível da arruaça chamando de “reles” um colega do executivo apenas por ser membro da oposição.
É porque se “reles” não fosse uma palavra tão indigna, diria apenas que “reles” é a forma como o executivo da CDU trata o Concelho do Seixal. Promovendo mais habitação, retirando espaço para a instalação de novas empresas e onde todos aqueles que têm crianças são obrigados a deslocarem-se até Almada se quiserem estar com elas num Parque de Cidade.
É bom que a CDU tenha presente que exerce o poder em maioria absoluta, com o apoio duma minoria de eleitores e habitantes. Na verdade a CDU teve nas últimas eleições menos de 20% dos votos dos eleitores recenseados. E nesta matéria os leitores poderão verificar que a CDU é também reincidente por omissão uma vez que continua a negar a realização de acções públicas de sensibilização para promover o recenseamento e a participação cívica em actos eleitorais.
Democratas sim, mas apenas se conseguirem controlar o universo eleitoral.
Por todas estas razões o PS ao manifestar solidariedade aos eleitos das forças políticas de oposição à CDU, e denunciar os comportamentos de quem gere com tiques de poder absoluto esta autarquia, não dúvida que nos próximos actos eleitorais os eleitores saberão reforçar a base de apoio autarca do Partido Socialista.


Nuno Tavares
Presidente da Comissão Politica Concelhia do PS Seixal
Líder da Bancada do PS na Assembleia Municipal do Seixal

(Publicado no Jornal Comércio do Seixal e Sesimbra)

1 comentário:

Anónimo disse...

Se o PCP é Droga, então o PS é o traficante, é aquele que a altera e a vende envenenada, provocando a morte e a desolação à sua volta como uma enfermidade tipo peste negra, neste caso rosa merda.

Google