ESCLARECIMENTO À POPULAÇÃO - FERNÃO FERRO

Os eleitos do PSD e PS na Assembleia de Freguesia de Fernão Ferro, confrontados com a perplexidade de muitos moradores, perante informações que têm sido veiculadas nas últimas semanas, acerca de um desagradável acontecimento no Pinhal do General, sentem-se no dever de prestar um esclarecimento à população, não só desta Freguesia, mas do concelho em geral, atendendo a que o assunto mereceu uma “delirante” abordagem, na última Assembleia Municipal.

Em sessão ordinária de 23 de Abril de 2008, a Assembleia de Freguesia de Fernão Ferro aprovou por maioria a constituição de um Grupo de Trabalho, com a incumbência de estabelecer encontros com a população, ouvindo as suas propostas e reivindicações e, ao mesmo tempo, os eleitos poderem prestar contas do seu trabalho.

Dando cumprimento a essa deliberação, foi convocada para o dia 31 de Maio passado uma reunião, a ter lugar nas instalações da Associação de Amigos do Pinhal do General.

No início da reunião, foram os membros do Grupo de Trabalho confrontados com um evidente clima de hostilidade, tanto mais incompreensível quanto, atendendo aos objectivos, lhes parecia de todo o interesse para a população a realização da sessão. Perante a presença do presidente do executivo da Junta de Freguesia, Sr. Carlos Pereira, foi o mesmo convidado a proferir uma palavra no sentido de apaziguar os ânimos exaltados de muitos dos presentes. Incrivelmente, o presidente da Junta de freguesia achou por bem incendiar o ambiente:
- Afirmou que a reunião (de um Grupo de Trabalho da Assembleia de Freguesia!) era ilegal;
- Apelidou os membros do grupo de aldrabões;
- Aconselhou os presentes a irem para os fados nos Redondos.

Enfim, um comportamento que só esperaríamos de qualquer arruaceiro, nunca de um responsável autárquico.

Perante estes acontecimentos, verificada a falta de condições para o cumprimento da missão, os elementos do PSD ausentaram-se da sala, enquanto os do PS, nela permanecendo, continuaram a ser verbalmente agredidos, impedidos de prestar esclarecimentos ou de receberem os esperados contributos da população.

Atingidos na sua honra, os eleitos do PSD e do PS, promoveram a realização de uma Assembleia de Freguesia Extraordinária, realizada no dia 17 do corrente, tendo como Ordem de Trabalho a apresentação de uma Moção de Censura ao presidente da Junta de Freguesia (por imposição legal, alargada ao Executivo).
No final da Assembleia, e perante o pedido de desculpas que lhe foi endereçado, o Sr. Carlos Pereira, com a atitude exaltada que lhe é peculiar, recusou desculpar-se ou justificar-se. Negou ter dito o que na verdade disse, insultou os elementos da oposição, a quem chamou mentirosos, reles, odientos, verborreicos, entre outros “mimos”. Enfim, igual a si próprio, não reconheceu o erro, (uma atitude que seria própria de qualquer pessoa séria), antes porfiou no caminho que vem trilhando há já demasiado tempo. E terminou a “actuação teatral”” com uma lavagem de mãos pública!

A Moção foi rejeitada, mas a censura fica. E fica igualmente esclarecido quem enganou a população, como vem fazendo há demasiado tempo. Lamentavelmente.

O texto integral da Moção pode ser encontrado aqui.

51 comentários:

Alice disse...

Será possível haver na vida política de Fernão Ferro alguém mais aldrabão que o presidente da Junta?
A população ainda não se esqueceu dos seguros que fazia à pala da Junta.
Nós vamos falar com ele por causa de qualquer problema e o sr.Carlos Pereira diz sempre a mesma coisa:-"Vou já resolver o assunto" e o assunto anda anos para ser resolvido.
O disco é sempre o mesmo.
Queixamo-nos do lixo e ele diz que as ruas são as mais limpas do concelho.
Se o presidente da Junta não é aldrabão então o concelho do Seixal é o mais porco do país.
O presidente da Junta de Fernão Ferro ao tempo que já devia ter visto cartão vermelho mas era nas urnas pois já deu o que tinha a dar e está bem na vida.
Entre o dar e o receber, entre o entrar e o saír da vida pública para que lado cai o fiel da balança? Só não vê quem tem os olhos vermelhos.

Paulo Edson Cunha disse...

Boa noite, venho, em nome do PSD/Seixal confirmar o conteúdo do comunicado conjunto e reafirmar o firme propósito do PSD, de "restaurar" a democracia participativa na Freguesia de Fernão Ferro, tantos os atropelos de que tem sido alvo, através de uma firme condenação da actuação do Sr. presidente do executivo.
Os dados estão lançados, os munícipes do Seixal e Fregueses de Fernão Ferro em particular, que retirem daí as suas conclusões.

Leonel disse...

Finalmente, o PSD e o PS estão a entender-se. Mais vale tarde que nunca.
Finalmente, podemos agora acreditar que a ditadura da CDU tem o seu fim à vista. Parabéns ao PS e ao PSD pelo bom senso que estão a demonstrar. Continuem a lutar contra este desgoverno da CDU e denunciem sem medo os atropelos e os desmandos do sr. Carlos Pereira.
Não se deixem intimidar a maioria da população está convosco.

Gustavo disse...

Força Fernão Ferro!!!
A CDU e o PCP estão em falência no concelho e já sabem que vão perder o poder em Fernão Ferro.
A CDU nunca teve a maioria nesta freguesia e o que vos digo é que não se deixem dividir e combatam a CDU porque ela está a caír de podre.
Parabéns pela vossa determinação.
A voz do Carlos Pereira não chega ao céu porque as suas aldrabices já são muito conhecidas e o PCP já não convence ninguém.
Quanto mais o PS e o PSD trabalhar em conjunto na oposição `a CDU mais eles vão perder a cabeça.

Zé Carlos disse...

Excelente esta disposição de o PS e o PSD lutarem em conjunto contra o PCP e os seus métodos anti-democráticos.
O PCP só pensa na propaganda mas a população quer é obra feita. Esta freguesia está mais atrasada que as freguesias da aldeia onde já se vê tudo pavimentado e arranjadinho.Vão ao interior e vejam a diferença.Os comunistas por onde passaram só deixaram um rasto de atraso e corrrupção.Não há um único país governado por eles que se possa dizer : Aqui vive-se bem.
Força e continuem unidos contra a ditadura da minoria e a sua propaganda e contra os seus métodos arruaceiros que só são próprios de quem não tem a razão do seu lado.Parabéns PS e PSD de Fernão Ferro.

José João disse...

O que o Carlos Pereira disse no Pinhal do General é indecente e devia ter vergonha. Se não gosta das críticas que o PS e o PSD lhe fazem tem bom remédio: Em vez de andar a gastar o nosso dinheiro em viagens à Madeira para mostrar bordados gaste-o para melhorar a nossa qualidade de vida que é pobrezinha comparada com as de outras freguesias com menos recursos. O que temos em Fernão Ferro foi á custa do nosso dinheiro. A Camara tem-nos chupado até ao tutano e depois não querem ser criticados por andarem a gerir mal e a desperdiçar o dinheiro dos nossos impostos.

Bruno Ribeiro Barata disse...

Estive presente na Assembleia extraordinária onde foi apresentada a moção de censura, sucintamente quero sublinhar três aspectos:
1. O excelente desempenho dos eleitos pelo PS e PSD
2. O Presidente da Junta não conseguiu desmentir um único parágrafo da moção.
3. A incapacidade, insegurança e pessimismo patente nos membros do PCP, pois todos os argumentos destes resumiram-se à calúnia.

Anónimo disse...

Zé Carlos
Quantos moradores tem essas aldeias no interior ? Porque se vieram embora ? Devias dar o exemplo e ir viver para essa aldeia paradisiaca e tão arranjadinha.

Anónimo disse...

Aviso aos alinhados bloguistas.
Vocês não convencem ninguém, toda a gente conhece o vosso método de vendilhões da banha da cobra.
Enquanto a matilha ladra, a obra vai avançando e a população não é tola. Já sofreu na pele o que se passou nos finais dos anos 70 e quem desbloqueou a siatuação foi um recem chegado a Fernão Ferro chamado Carlos Pereira. O que existe hoje nesta freguesia de referência deve-se a Carlos Pereira e aos dirigentes associativos.
Já agora, quem é esse Paulo Edson ?
Como se apercebem conheço e admiro o trabalho de Carlos Pereira. Força Amigo.

Anónimo disse...

Bruno Ribeiro
Onde tens andado ? Se calhar ainda não eras nascido e os militantes do PCP já andavam na luta pela democracia.
Porque não falas com o Presidente da Junta para te esclarecer as mentiras da ilegal Moção de Censura, que nem a imcopetente Raquel se apercebeu apesar de ser Advogada.
Já agora coloquem o homem em tribunal.

Anónimo disse...

José João
Você está enganado e nada fez para se escalrecer.
Quem pagou as viagens e os alojamentos na Madeira não foi a Junta de Freguesia de Fernão Ferro, mas nós e com o apoio da Revista Arte & Ideiais e da empresa Coats e Clark.
Não fizemos turismo, mas sim fomos trabalhar e dignificar a nossa Freguesia e o Continente na RAM.
A nossa Freguesia foi divulgada pela positiva e bastante elogiado o trabalho que nela se faz.
Estamos com o Sr. Carlos Pereira no Polo Cultural há treze anos e muito temos trabalhado para divulgar a freguesia e não como o Senhor e outros que tudo criticam.
Se tiver dúvidas leia a Revista Arte & Ideias Edição nº 146 e já agora faça-nos uma visita no Polo Cultural. Tivemos o apoio da JUnta de Freguesia da Camacha que muito se honrou em receber o Grupo. Também o convidamos à FIL para ver os Stands daquelas empresas na Feira de Artesanato onde estaremos com trabalhos realizados em Fernão Ferro e uma placa indicando a presença do Polo Cultural da Junta de Freguesia de Fernão Ferro.
Lidia Lopes e Isabel Russo(Monitoras)

Anónimo disse...

O anónimo das 14.10h devia dizer que o desenvolvimento
de Fernão Ferro foi pago pelo bolso do Carlos Pereira que pagou também o alcatrão nas ruas e a rede de saneamento básico que a maioria ainda está à espera de vê-la a funcionar.
SEria por assim ser que nas últimas eleições PCP quis ver pelas costas o Carlos Pereira.
Foram vocês que pagaram do vosso bolso...mas pagaram o quê...e as senhoras dizem que foram trabalhar...então presume-se que foram bem pagas e com direito a deslocação...Ainda há bons empregos...

Doméstica disse...

As monitoras dos bordados à hora do trabalho também têm direito a blogar?
Tem razão o anónimo que diz : ainda há bons empregos.Não não há!!! Há, mas é só para alguns.
Vejam só a quem dão emprego na Câmara do Seixal?

Zé Carlos disse...

Ao excelentíssimo anónimo das 14:00, das 14:10 e das 14:16 solicito-lhe encarecidamente que convoque eleições e apresente contas e Vossa Excelência sabe do que é que estou a falar.

João Afonso disse...

Se o PS e o PSD estão em tão grande sintonia, porque razão é que a moção foi chumbada se o PS e o PSD tem maioria na Assembleia de Freguesia de Fernão Ferro? Ou será que houve eleitos do PS e do PSD que viram que estavam a ser enganados, e decidiram chumbar a moção?

Anónimo disse...

continuem seus doidinhos, a fazer esta politica ruim que nem os ratos so em pele e osso a querem.
parem escutem e olhem para aquilo que a população vos elegeu, e não me parece que foi para estas palhaçadas

Anónimo disse...

O PCP pode ter muitos defeitos...mas o PS e PDS não ficam atrás, antes pelo contrario.
Senão vejamos:
Foi o PCP que prometeu não subir os impostos?

Eduardo disse...

Das duas uma: ou por desconhecimento ou por não saber contas é que o João Afonso diz o que disse pois o PS e o PSD, juntos, somam apenas 5 votos num total de 13.
Porque será que os lacaios do PCP e os "amigos" e "admiradores" do Carlos Pereira que lutaram (? - ou andaram em conluio com ele a traír o PS?)contra ele estão agora tão preocupados com o trabalho que a oposição está a fazer?
A verdade é como o azeite, vem sempre ao de cimo.
Porque será que os proprietários do Pinhal do General estão cada vez mais irados?
Será porque alguém está a cumprir com o que a população esperava que fizessem no momento em que votou nesse alguém?

Bruno Ribeiro Barata disse...

E o PCP resolveu visitar massivamente o blog, para gerar a confusão... que atitude tão semelhante ao que aconteceu no Pinhal General... existem tiques da doutrina que nunca se perdem...

a Moção de Censura era ilegal? Desculpe caro Anónimo mas está completamente equivocado ... A moção que a competente Dr.ª Raquel Torrão apresentou é legal, justa e credível; o que se passou de ilegal naquela Assembleia foi os membros do executivo discutirem a moção, quando quem pode fazê-lo são os membros da assembleia e o Presidente.

Mar Salgado disse...

Às bordadeiras que deixaram neste blog um comentário, fizeram-o para defenderem o Carlos Pereira ou para defenderem os vossos interesses?
Vivem numa freguesia cheia de carências de toda a espécie e dão-se ao luxo de dizerem que foram à Madeira para dignificar a freguesia e o Continente.
Devem estar a falar do hipermercado Continente porque do território Continental não é de certeza.
Não acham que a freguesia saía mais dignificada se nesta houvesse mais qualidade de vida?
Tenho a rua onde moro ainda para alcatroar, de Inverno é uma calamidade andar nela e andam vocês a dizer que foram à Madeira para trabalhar e ainda pagaram por cima.
Minhas senhoras não havia necessidade disso.
Nã freguesia temos muito trabalho para fazer e se quiserem fazer algo por ela, depois dos bordados façam trabalho voluntário para ajudarem os mais necessitados na freguesia.
Aí sim, estavam a dignificar as vossas pessoas e a freguesia que lhes paga o ordenado que sai do dinheiro dos nossos impostos.
Compreende-se perfeitamente que defendam o Carlos Pereira que juntamente com o secretário da Junta até vos acompanhou nessa viagem turística.Será que o Carlos Pereira e o seu secretário também pagaram do seu bolso a viagem à Madeira?

Anónimo disse...

Ao vereador do PS da Câmara do Seixal, Samuel Cruz , pergunto:
Que trabalho tem feito,para além de criticar e denegrir, e permitir que os do seu partido tambem o façam, relativamente a pessoas (refiro-me ao presidente da Junta de Fernão Ferro)que toda a vida tem trabalhado para o desenvolvimento da Freguesia?
Pergunto ainda se só permite a divulgação dos comentários que lhe são favoráveis e ao seu partido, o PS? Assim não, Samuel. Que democracia é a sua?
Gostaria que publicasse no blog todos os comentários censurados,pois só assim mostraria que é melhor que os outros.

Samuel Cruz disse...

Caro anónimo,

Neste blog não há, até ao momento, comentários censurados, não sei portanto ao que se refere.

RAQUEL disse...

À att: do Exmo. Sr. Anónimo que teceu um infeliz comentário neste blog no dia 23 de Junho de 2008 pelas 14:16. Tive que mencionar dia e hora pois anónimos há muitos...Inflizmente usam dessa faculdade para não mostrarem quem são. Esses são os fracos...os que não assumem posições.
Não costumo dar resposta a comentários baixos e inflizes. Contudo, não poderia deixar de responder a este sr. anónimo.
Começo por alertá-lo para o erro na palavra, "imcopetente" que não se escreve desta forma, mas desta -INCOMPETENTE.
Agradecia que não mais fizesse referência à minha condição profissional. Pois se assim for, mais tarde ou mais cedo acabará por se descobrir de quem se trata e aí veremos se a advogada é ou não competente.
RAQUEL

Anónimo disse...

Dra. Raquel
Tem que ter cuidado com a sua ortografia. Infelizmente não se escreve "inflizmente" e infelizes não se escreve "inflizes".
Cumprimentos

hkt disse...

Talvez fosse bom esclarecer onde se situa Fernão Ferro, não vá acontecer que, alguém pense que se está a falar da situação no Zimbabué!

Anónimo disse...

População do Pinhal do General presentes na Assembleia de Freguesia de Fernão Ferro apresentaram CARTÃO VERMELHO aos membros das bancadas do PS e do PSD.
Foi dito por um morador para que não aparecessem mais no Pinhal do General, porque não passam de puros agitadores, políticos sem escrupulos, portadores de uma retórica barata sem classificação e devem ser punidos da política para que a mesma se rorne credível aos olhos do povo e para que este possa exercer com confiança o seu direito e dever de votar.
PS e PSD coligados no comunicado distribuído à população a insultar o Presidente da Junta de Freguesia
saíram esta noite chamuscados e em estado de coma perante a indignação demonstrada nas diversas intervenções da população e da bancada da CDU.
Fernando Reis do PS, lider da bancada, completamente de cabeça perdida abandonou a sessão abandonando os seus parceiros sem qualquer palavra.
Força PS contiuem na autodestruição.

Joaquim Tiago disse...

Esta é para o Anónimo das 15:03.

Continuas encapuzado, por dertráz da LATA do BOM PETISCO. Vai aproveitando a tua feliz e próspera vida. Não te acanhes e aproveita o bom momento já que nem solicitares sabes ... passas a vida "a blogar" na Banca, teu local de trabalho.. Vai gozando porque o POVO do Pinhal vai OBRIGAR-TE A PRESTAR CONTAS. Faz uma retroespectiva, lembras-te como é que no tempo dos nossos avós se obrigava outrem a prestar contas? Se não tens capacidade cognitiva para tal vou avivar-te um pouco era com HONRRA...

Joaquim Tiago disse...

Dr. Samuel,

Por favor publique o meu comentário. Penso que é muito novo para saber o que é CENSURA. É do meu conhecimento que entre hoje e ontem á noite o Dr. censurou vários comentários. Embora não tenham sido favoráveis ao Sr. Sardinha, estes referem-se única e exclusivamente a VERDADES. Tenha o bom senso de os fazer publicar.
Obrigado

Joaquim Tiago

Joaquim Tiago disse...

Caro Samuel,

Como não publica o meu comentário, informo-o que aman´hã vou apicantá-lo um pouco mais, referi a V. censura e publicá-lo.

Cumprimentos
Tiago

Fernando Reis disse...

Será este anónimo o mesmo que eu ontem chamei hipócrita, olhos nos olhos, em plena Assembleia?
Se tem honra e dignidade não se esconda no anonimato e dê a cara. Venha aqui discutir o que quiser discutir.
Discuta idéias e projectos, se quiser discuta também a má gestão da CDU.
Não está interessado nisso. Eu sei.
Se estivesse não teria abandonado o Grupo de Trabalho nem boicotado o diálogo que se pretendia estabelecer com a população que é um dos deveres dos eleitos e que está consagrado no regimento que aprovou.
E fê-lo porque na Assembleia em vez de defender os interesses da população e da freguesia limita-se a trazer moções fotocopiadas (uma das apresentadas até trazia riscado o nome da Arrentela) e que são iguais às que o PCP apresenta de Norte a Sul do país.
Chama a isto credibilidade?
Foi para isso que os eleitores de Fernão Ferro o elegeram? Claro que não?
Para tratar dos assuntos da agenda nacional os eleitores de Fernão Ferro votaram nas legislativas. Por isso não quis prestar contas.
Nem queria que nós o fizéssemos.
Devia ter vergonha na retórica que apresenta, essa sim é digna de arruaceiro e de agitador e de quem não sabe o que é democracia e de quem desconhece que Portugal é, felizmente, um país livre e democrático onde não é preciso pedir autorização para circular seja onde for.
São resquicios antigos, práticas que bem conhecemos nos países comunistas, que diziam ser paraísos mas que a população que neles viviam consideravam ser um inferno.
Devia de estar calado para não envergonhar os seus camaradas que no tempo do fascismo, alguns até meus colegas e amigos, pelos quais tenho o maior respeito, foram considerados agitadores, foram presos e torturados por defenderem a liberdade e a democracia.
Alguns foram mesmo banidos deste mundo ao morrerem nas masmoras do fascismo.
Não queira fazer hoje o mesmo papel dos esbirros da PIDE, que por ser ainda um jovem, felizmente não conheceu a não ser através de livros, se é que os leu.
Não se inspire nos esbirros nem nos Goulags de má memória.
Dói-lhe a oposição que o PS tem feito na Assembleia de Freguesia?
É natural.
Se até votou contra a Moção que o PS apresentou para exigir que a Câmara do Seixal tratasse de ser mais eficiente na recolha das monumentais lixeiras que andavam espalhadas pelas ruas!!!
Como é que se pode intitular de democrata se aceita votar uma Acta que estava claramente manipulada e, por isso, logo no dia em que recebi o seu projecto solicitei ao presidente da mesa uma audição, audição que "democráticamente" não me foi concedida antes da realização da Assembleia. Então é democrático votar primeiro a Acta e fazer a sua audição depois? Para quê? Que efeito teria depois?
Tenha vergonha.
Mas se não têm eu tenho e como tenho sentia-me mal se ali estivesse a pactuar com "democratas" deste calibre. E olhe que não é a primeira vez que a CDU manipula grosseiramente as Actas.
A PIDE não fazia melhor.
Já agora o que é que o PCP tem feito ao longo de 33 anos de oposição aos diversos governos?
Agitação? Será que o PCP também merecia ser banido por andar a fazer agitação?
Eu penso que não e penso assim porque num regime democrático cabem todos desde que respeitem as regras democráticas.
O que você não faz mas devia fazer para bem do partido que defende e representa.
Acha democrático que o presidente da Assembleia tenha dois pesos e duas medidas conforme a côr e o paladar?
Acha democrático que aos moradores (todos menos um) dê apenas três minutos e meio para poder utilizar na sua intervenção, no período aberto à população, e conceda a um seu amigo mais de meia hora para falar de um assunto que devia ser discutido noutro local por se tratar exclusivamente de assuntos inerentes à AUGI do Pinhal do General?
Se acha democrático eu não acho.
Contudo teve a virtude de dar um retrato fiel das regras democráticas que estão agora a imperar nesta Assembleia que já perdeu a sua dignidade.
E por assim ser, quem lhe mostrou um CARTÃO VERMELHO fui eu.
E por agora fico por aqui.
Cumprimentos.

Rita neves disse...

Senhor Reis, desde quando é que mora em Fernão Ferro, e qual tem sido o contributo do sr. para o seu desenvolvimento?
Nunca vi o seu nome ligado a nenhuma associação das várias que existem em Fernão Ferro. Aí sim, poderia apresentar propostas construtivas e mostrar trabalho.
Tenho lido alguns artigos seus nos jornais que lhe dão cobertura e, francamente, já não tenho "pachorra" para continuar aler. As suas crónicas só apontam erros à Câmara, Junta, e a todos os que não são do PS.
E, digo-lhe mais, votei PS e não me revejo nos seus comentários ofensivos. A sua atitude derrotista vai ter de mudar, se quer ser respeitado.

Fernando Reis disse...

Cara senhora Rita Neves Certamente que haverá pessoas a morar há mais anos que eu em Fernão Ferro e outras a morar há menos o que desde já lhe digo que para mim todos os moradores residam eles há muito ou há pouco serão sempre moradores de Fernão Ferro e merecem-me todos o mesmo respeito. O facto de uma pessoa morar há mais tempo que outra não lhe dá por si só mais direitos. Perante a Constituição Portuguesa somos todos iguais.
De qualquer forma sempre a informo de que já lá vão 40 anos que cumpro com o meu dever cívico de dar o meu modesto contributo às comunidade onde estive inserido, fosse em Portugal ou nos EUA onde vivi 20 anos.
Por princípio nunca fui pessoa de ocupar lugares por ocupar.Quando os ocupo é porque estou disponível e penso ser capaz de exercê-los com dignidade, com entrega e sem qualquer outro interesse que não seja o de contribuír para o bem estar comum. Não é só
nas associações que se apresentam propostas para o interesse colectivo.
Na Assembleia tenho sido quem mais propostas tem apresentado e se não as conhece basta dar-me o seu e-mail e terei todo o prazer em enviá-las.
Tenho a certeza que perceberá depois que se hoje a GNR está restrita apenas a Fernão Ferro, se as lixeiras já são menos nas ruas, tais como os cães, se já há mais medidas para travar a sinistralidade rodoviária e as cheias na EN378 concerteza que contribuí para isso.
O seu esposo conhece-me bem e sabe que não sou pessoa de faltar ao respeito a ninguém porque desde pequenino logo dentro de casa fui educado para isso.E sabe que também respeito as idéias dos outros mesmo quando elas são diferentes das minhas.Defendo apenas aquilo em que acredito e luto por uma comunidade melhor. Ao contrário de outros, não tenho quaisquer ambições políticas nem sou candidato a nada como já me quiseram fazer fora do partido em que sou militante.
Se tivesse assistido a todas as Asembleias de freguesia que já se realizaram certamente já não diria que só defendo o que é PS porque sendo o Governo PS estive na linha da frente na reivindicação que a população do Seixal faz pela construção de um Hospital.
E nem sempre estou de acordo com o que o Governo faz.
Se lê-se tambem com atenção todos os artigos que já escrevi constatava isso mesmo.
Se critico a Junta e a Câmara do Seixal é porque vivo nesta freguesia e neste concelho e na minha opinião esta não é nem de perto nem de longe a freguesia que nos querem fazer crer que é.
Pago impostos e por isso exijo que eles sejam bem aplicados. Isto é como quando vamos a um restaurante. Se pagamos queremos ser bem servidos.É isso que eu exijo. Ser bem servido. Exijo qualidade e aqui a gerir a Junta ou a Câmara do Seixal não é o PS quem decide, é a CDU. Daí que é à que eu tenho que exigir um bom serviço porque eu pago para isso.
Por outro lado a divergência e o respeito por quem diverge faz parte da Democracia. E se há coisa que eu não suporto são ditadores e ditaduras.
Se no tempo em que Portugal vivia debaixo de uma ditadura fascista lutei contra ela não era agora que no regime democrático em que vivemos calava-me perante aquilo que julgo ser meu dever denunciar.
Quanto ao facto de já não ter "pachorra" para ler o que escrevo, quanto a isso digo-lhe apenas que quando não gosto de um programa de rádio ou TV mudo de canal e na imprensa só leio o que me interessa.
Não procuro ser respeitado. Exijo que me respeitem porque eu também respeito os outros, seja quem for.
Mesmo na política e deixe-me também dizer-lhe que não me considero político, nunca quis ser nem quero ser apesar de desempenhar um cargo político. Mas até isso faço com espírito de missão cívica.
Para terminar, quem me conhece sabe que não tenho espírito derrotista. Fui, na minha juventude, nadador de alta competição,internacional, e joguei basquetebol e quando entrava em competição entrava para vencer. Mas desde essa altura habituei-me a ver nos meus oponentes apenas adversários e não inimigos. E mais, no meu espírito a única competição que fazia era contra mim próprio, sempre quis fazer mais e melhor, Nunca procurei derrotar ninguém. Só procurava vencer.
Espero que tenha tido desta vez pachorra para ter chegado até aqui.
Se chegou deixo-lhe então aqui o meu e-mail para poder apresentar as criticas que por bem achar serem justas pois não há ninguém perfeito e como ser humano que sou, apesar de me esforçar por me aperfeiçoar, tenho a perfeita consciência de que cometo muitos erros. Quando dou por eles corrijo de imediato. Quando não dou agradeço sempre quando os outros mos apontam para eu os poder corrijir, partindo do princípio de que há fundamento para isso.
Respeitosamente, ao seu dispor:
fernandosoaresreis@gmail.com

Fernando Reis disse...

Cara senhora Rita Neves Certamente que haverá pessoas a morar há mais anos que eu em Fernão Ferro e outras a morar há menos o que desde já lhe digo que para mim todos os moradores residam eles há muito ou há pouco serão sempre moradores de Fernão Ferro e merecem-me todos o mesmo respeito. O facto de uma pessoa morar há mais tempo que outra não lhe dá por si só mais direitos. Perante a Constituição Portuguesa somos todos iguais.
De qualquer forma sempre a informo de que já lá vão 40 anos que cumpro com o meu dever cívico de dar o meu modesto contributo às comunidade onde estive inserido, fosse em Portugal ou nos EUA onde vivi 20 anos.
Por princípio nunca fui pessoa de ocupar lugares por ocupar.Quando os ocupo é porque estou disponível e penso ser capaz de exercê-los com dignidade, com entrega e sem qualquer outro interesse que não seja o de contribuír para o bem estar comum. Não é só
nas associações que se apresentam propostas para o interesse colectivo.
Na Assembleia tenho sido quem mais propostas tem apresentado e se não as conhece basta dar-me o seu e-mail e terei todo o prazer em enviá-las.
Tenho a certeza que perceberá depois que se hoje a GNR está restrita apenas a Fernão Ferro, se as lixeiras já são menos nas ruas, tais como os cães, se já há mais medidas para travar a sinistralidade rodoviária e as cheias na EN378 concerteza que contribuí para isso.
O seu esposo conhece-me bem e sabe que não sou pessoa de faltar ao respeito a ninguém porque desde pequenino logo dentro de casa fui educado para isso.E sabe que também respeito as idéias dos outros mesmo quando elas são diferentes das minhas.Defendo apenas aquilo em que acredito e luto por uma comunidade melhor. Ao contrário de outros, não tenho quaisquer ambições políticas nem sou candidato a nada como já me quiseram fazer fora do partido em que sou militante.
Se tivesse assistido a todas as Asembleias de freguesia que já se realizaram certamente já não diria que só defendo o que é PS porque sendo o Governo PS estive na linha da frente na reivindicação que a população do Seixal faz pela construção de um Hospital.
E nem sempre estou de acordo com o que o Governo faz.
Se lê-se tambem com atenção todos os artigos que já escrevi constatava isso mesmo.
Se critico a Junta e a Câmara do Seixal é porque vivo nesta freguesia e neste concelho e na minha opinião esta não é nem de perto nem de longe a freguesia que nos querem fazer crer que é.
Pago impostos e por isso exijo que eles sejam bem aplicados. Isto é como quando vamos a um restaurante. Se pagamos queremos ser bem servidos.É isso que eu exijo. Ser bem servido. Exijo qualidade e aqui a gerir a Junta ou a Câmara do Seixal não é o PS quem decide, é a CDU. Daí que é à que eu tenho que exigir um bom serviço porque eu pago para isso.
Por outro lado a divergência e o respeito por quem diverge faz parte da Democracia. E se há coisa que eu não suporto são ditadores e ditaduras.
Se no tempo em que Portugal vivia debaixo de uma ditadura fascista lutei contra ela não era agora que no regime democrático em que vivemos calava-me perante aquilo que julgo ser meu dever denunciar.
Quanto ao facto de já não ter "pachorra" para ler o que escrevo, quanto a isso digo-lhe apenas que quando não gosto de um programa de rádio ou TV mudo de canal e na imprensa só leio o que me interessa.
Não procuro ser respeitado. Exijo que me respeitem porque eu também respeito os outros, seja quem for.
Mesmo na política e deixe-me também dizer-lhe que não me considero político, nunca quis ser nem quero ser apesar de desempenhar um cargo político. Mas até isso faço com espírito de missão cívica.
Para terminar, quem me conhece sabe que não tenho espírito derrotista. Fui, na minha juventude, nadador de alta competição,internacional, e joguei basquetebol e quando entrava em competição entrava para vencer. Mas desde essa altura habituei-me a ver nos meus oponentes apenas adversários e não inimigos. E mais, no meu espírito a única competição que fazia era contra mim próprio, sempre quis fazer mais e melhor, Nunca procurei derrotar ninguém. Só procurava vencer.
Espero que tenha tido desta vez pachorra para ter chegado até aqui.
Se chegou deixo-lhe então aqui o meu e-mail para poder apresentar as criticas que por bem achar serem justas pois não há ninguém perfeito e como ser humano que sou, apesar de me esforçar por me aperfeiçoar, tenho a perfeita consciência de que cometo muitos erros. Quando dou por eles corrijo de imediato. Quando não dou agradeço sempre quando os outros mos apontam para eu os poder corrijir, partindo do princípio de que há fundamento para isso.
Respeitosamente, ao seu dispor:
fernandosoaresreis@gmail.com

Fernando Sales disse...

Exma. Sr.ª Rita Neves,

Não estou mandatado pelo Sr. Fernando Reis para o defender, no entanto conheço–o suficientemente bem para que a Sr. retenha alguns considerandos que passo a relatar.
Nunca foi objectivo do Sr. Fernando Reis integrar qualquer Associação, não por não se rever nos seus objectivos, mas porque entende que as soluções estão na fonte, elas estão na posse de quem possa elevar a voz dos fregueses de Fernão Ferro para além das portas do concelho do Seixal. Penso que como dirigente associativo, ou se é presidente do SLB, SCP ou FCP ou então os interesses são outros. Mais, se reflectir um pouco e se conhece muitas das pessoas que estão ou estiveram á frente de algumas associação desta freguesia pergunte-se Sr.ª Rita Neves:
- Quem são?
- De onde vieram?
- O que faziam anteriormente?
- O que possuíam á data?

Mais associe Sr.ª Rita Neves:
- Quem são eles hoje?
- Para onde é vão?
- O que fazem agora?
- Qual o seu património?

Certamente concorda que salvo muito, repito MUITO poucas excepções, os dirigentes das associações da nossa freguesia tiraram sempre grandes mais valias pelo desempenho da sua actividade dentro dessas estruturas. Mais relembro, que muitos se aproveitaram de pessoas honestas que compraram os seus lotes com imenso sacrifício e a troco de uma retórica e dialéctica incipiente souberam manipular a quem a vida nunca lhes forneceu a oportunidade para conseguirem ver um pouco mais longe. E mais lhe digo, em tempos passados um senhor dos que hoje exerce o “poder” em Fernão Ferro, quando dirigente da ADUFF era conhecido pelo “papagaio”, pelo facto de falar pelos cotovelos, hoje quando tem de enfrentar o Senhor Fernando Reis nas Assembleias de Freguesia, já não tem argumentos para responder e desculpa-se de não possuir dialéctica. Dialéctica tem esse senhor e muita como já provo nos tempos dos cordeiros, o que ele não possui é argumentos credíveis para sustentar o insustentável.
Exma. Sr.ª Rita Neves e outras(os) senhores(es) que compartilham o seu pensamento retenham que sinto mesmo muita pena por o Sr. Fernando Reis não fazer parte do elenco dirigente que comanda o caminho desta Freguesia. Certamente estariamos hoje muito mais além, possuiríamos uma Freguesia muito mais limpa, mais verde e mais moderna e mais conhecida em Portugal.
Sr.ª Rita Neves tenha “PACHORRA” e saiba ao nível das Freguesias, á excepção da CDU/PCP (em que as ordens provêm do comité central – cassete), ser-se candidato pelo PS ou PSD não tem nada a ver com os partidos que possam estar no governo, isto é, ao nível autárquico (freguesia) a relação entre eleitor e eleitorado é directa a senhora sabe em quem vota e logo também sabe a quem tem de pedir explicações. Um candidato quando se propõem ir a sufrágio, fá-lo normalmente através dos partidos políticos com cujas ideologias mais se revê, mas tão só porque a estrutura já está montada.
Quanto aos comentários ofensivos, vai-me desculpar, jamais me lembro de ter ouvido ou lido quaisquer comentários ofensivos, o que o Sr. Fernando Reis apregoa, são as VERDADES, a Sr.ª Rita deve ter-se enganado no nome, a Sr.ª está a referir-se ao senhor do executivo da Freguesia, esse sim aproxima-se e pisa os princípios da boa educação que rege as relações entre pessoas. Esse senhor já o vi ser mal-educado e mal criado, só como exemplo foi ofensivo e insinuoso numa das Assembleias de Freguesia, tendo sido reposto á sua insignificância por uma mulher a quem tentou faltar ao respeito na Assembleia de Freguesia.
No que respeita ás raízes do Senhor Fernando Reis em Fernão Ferro, isso demonstra falta de atenção por parte da sua leitura, já que nas suas crónicas por diversas vezes ele referiu ter interesses há mais de 20 anos e residir há mais de 10 na freguesia.
Srª. Rita Neves cada um tem aquilo que MERCE…

Orlando disse...

Esta srª Neves não é aparentada ao Neves do Pinhal do General que tem tido vários processos judiciais com militantes do PS?
Se é, está tudo dito.

Joaquim Tiago disse...

Força Senhor Fernando Reis,

Continue assim porque penso que éstá no caminho certo, na defesa dos interesses dos contribuintes. Nós fregueses de Fernão Ferro já pagamos impostos demais, veja as taxas do lixo/água para além do Imposto sobre Imóveis, para onde é que vai esse dinheiro? Certamente parte dele vai para o Presidente da CMS. Sabe ele não tem carta de condução logo precisa de um motorista e os automóveis ecológicos que compraram ao AMG não lhe servem, ele prefere um BMW serie 5. Ainda a semana passade estive em Munique e não é qualquer alemão, inclusive industrial que ostenta tal posse. Já chega de não darem satisfação á boa aplicação dos meus impostos. Vamos lutar por uma sociedade mais justa, sociedade essa que não passará certamente pelo exposto no Das Kapital do Marx. No Seixal as pseudo boas práticas do comunismo são só para os presidentes e correlegiários que fomentam a pancadaria para dividir.
Senhor Fernando Reis, existem fregueses de Fernão Ferro que não merecem pessoas como o Senhor denunciem os Podres de quem está no Poder, sejam de partido forem.

Joaquim Tiago

Samarago José disse...

Boa noite,

Senhor Joaquim Tiago, subscrevo na integra o seu comentário.
Vamos ser exigentes e lanço daqui um repto. Proponha na proxima Assembleia de Freguesia uma Moção para que o Tribunal de Contas e o Ministério da Justiça, através da PJ indaguem os destinos dos nossos impostos. Solicito-lhe que proponha aos grupos parlamentares a elaboração de notações aos autarcas assim como uma Tabela dos autarcas mais Honestos.
Vamos ser exigentes com quem nos governa.

Anónimo disse...

Comentando a exposição do Joaquim Tiago, custa-me muto crer que isso possa ser verdade. Então um presidente da câmara anda de BMW. Isto só pode ser brincadeira, pois ele diz que a câmara está falida. Voçê deve estar enganado o carro é usado.

Miguel disse...

O quê comunistas com BMW? O motor é concerteza da LADA.

Anónimo disse...

Os vereadores andam de Toyota Prius e o Presidente de BMW. Que eu saiba os BMW não andam nem a electricidade nem a renováveis. Devem andar á conta da água do SLB.

Anónimo disse...

Carros de luxo; a ser verdade isto é um atentado á gestão dos nossos impotos. Agora entendo já percebo porque é em Fernão Ferro o presidente da junta anda de Jipe.
Ele queixa-se da falta de comodidade do seu carro (usa-o para fazer campanha eleitoral), o estado do asfalto das estradas da freguesia, não lhe permite possuir um veículo mais confortável.

José Eduardo disse...

Mas que pais é este? Isto não é tolerável. Ter carro ainda consigo entender agora ostentar luxos com o dinheiro dos contribuintes é ROUBO. Senhores governantes tenho só um pedacinho de VERGONHA. Até já os Comunistas ostentam. Sempre pensei que os Comunistas estivessem a defender os mais necessitados, mas pelos vistos isso era o que ditava o Cavalo Branco. Agora vem-se a saber que a ostentação de luxo faz parte do bem viver dos Comunas; depois criticam os de Direita; estes não escondem; Politicos deste Pais, Reduzem-se ás possibilidades das nossas contas publicas. PORTUGUESES temos de nos unir contra estes bandos de Subtractores do nosso espólio.

Roberto disse...

Os comunistas também são gente; também têm o direito de usufruir da bela vida. A direita ostenta e faz questão de se expôr nas revistas cor de rosa, os de Esquerda escondem da opinião pública entre outros carros de luxo, charutos, digestivos, bons restaurantes, viagens, tudo pago com fundos publicos. Qual é a novidade, se estivessem no Governo certamente que a nossa pátria se chamaria Portugalbué em homenagem ao próspero Zimbabué.

Marques Soares disse...

Porque será que os eleitos pelos partidos chegam a meio do mandato e vira a casaca. Refiro-me a dois elementos um do PS e outro do PSD. Eles não sabem quem os apoiou nas eleições? Será que ocupariam o seu espaço se fossem a votos sozinhos? Meus senhores, o meu cão é leal, mais é fiel e infelizmente aos senhores eu nem os consigo comparar ao meu canídeo. Sr. Aires, já verifiquei que é vaidoso, gosta de estar no poleiro, se fosse do sexo feminino seria uma Perua, lembre-se da má imagem que está a dar a tão nobre Assembleia, o seu cargo deve ser de isenção e o Sr. Aires passa as Assembleias a instigar o seu opositor (o sr. sabe de quem estou a falar). O Sr. já tem idade para se deixar destas coisas, vá para casa e descanse no sofazinho. Não repita aquilo que se passou na ARPIFF, de onde teve de sair com o rabo entre as pernas. Mais o Carlos Pereira é que é esperto, já se apercebeu que o senhor é o pião do Sardinha e usa-o a seu belo prazer. Por exemplo quando acompanha o executivo ás visitas e recepções os fotógrafos tiram-lhe muitas, repito muitas fotografias, mas nas publicações o senhor nunca aparece. Pense lá um bocadinho, o senhor até é inteligente, será que não é fotogénico ou é o fato e a gravata que estão com traça. Não é nada disso, o Carlos Pereira enche-lhe o ego para obter o seu voto. A sua postura na votação da moção de censura foi uma vergonha porque qualquer mortal com o mínimo de conhecimento censuraria o Presidente da Junta, quanto mais o senhor que anda nestas lides desde o Paleolítico. Tenha vergonha e retrate-se.

Francisco Penetra disse...

Fico de boca aberta com o que se passa no Pinhal General. É possível que alguém não apresente contas durante tanto tempo. O Pinhal General deve ser a República das Bananas ou será que os seus habitantes são os Bananas. Se não há homem para pôr a Associação e a AUGI na ordem, será que não viável nesse local uma Padeira de Aljubarrota?
Eu não quero acreditar que entre mil e qualquer coisa proprietário, não exista ninguém com vontade de pôr as coisas na linha. Vá lá Povo do Pinhal General, tenho orgulho e defendam o que compraram com o vosso esforço de uma vida. Se não souberem como fazê-lo, aconselhem-se junto do Sr. Jorge Santos que terá todo o prazer em vos dar uma dicas de como se apossar da Associação e da AUGI.

Maria do Patrocinio disse...

Srª Alice, ao seu comentário do dia 21 de Junho de 2008 16:54, acrescento que o Carlos Pereira já ouviu falar em Ambientalistas. No entanto a sua capacidade de conhecimento é fraca e substituiu as árvores por flores. Se ele se preocupasse em reflorestar a freguesia, criar sombras em vez de propagandear concursos floristas fazia medlhor. Aqui para nós isto tráz água no bico, será que estar a preparar uma gemeação com alguma cidade Holandesa, em comparação com as que lhe possibilitam viagar assiduamente para a MAdeira e para os Açores? Enquanto ele foi um sufrivel administrativo (autoclassificação empregado de escritório) nunca teve posses para viajar. Agora aproveita-se. Sr Carlos Pereira já que é essa a sua postura pelo menos celebre uma relação com uma vila Norueguesa, para além de poder comer bacalhau, se ainda lhe restar qualquer elasticidade mental e vontade de apreender, apreenderá de facto qualquer coisa.

José Lopes Graça disse...

Algum dos senhores e cometadores me consegue informar do que foi feito pelo Carlos Pereira desde a fundação da freguesia de Fernão Ferro?
Certamente me dirão TUDO. Então eclareçam-me por favor, porque é que tive de pagar tantas taxas e compartecipações á Associação de Moradores dos Redondos? Eu não percebo, se foi a Junta que fez, faz ou já foste ou então não sei. Nos Redondos foi feito pelos associados, embora não se conheçam as facturações das obras,(pelo que consta não existem contrapartidas das despesas, não existem notas fiscais com liquidação dos respctivos IVAS), isto é o que se fala nos cafés, mas existe obra feita. Podem falar mal do ex-motorista da SCML, mas tem obra feita. A falta das contrapartidas deve-se certamente á sua ignorancia pelos principios do Plano Oficial de Contas. Já agora senhor Costa Lopes, não seja cola cacos e seja mais bem educado quando utiliza vocábulos como TSUNAMI, catástrofe e ofende as pessoas. O senhor não tem necessidade de utilizar essas expressões. Já agora deve ter apreendido com a sua ex-colaboradora ou braço direito ou secretéria da Associação, essa senhora com linguagem de Camões, já se desfez dela, ou será que está cheia...

Mats Magnussen disse...

O quê?
Comunistas de BMW?
Nem o Francisco Louçã cuja mulher é médica se faz transportar em tal carro.
O lenine deve estar a dar voltas, até parece uma ventuinha.
Tenham vergonha. Andão com o CU bem montado e depois vêm reclamar que a gasolina está cara. VERGONHA
Mats

Neves disse...

Até consigo compreender que se defenda o colega da Assembleia. Até entendo que possa estar á beira da difamação. Até encaixo outros adjectivos para que não emita opinião sobre esse senhor Sardinha. Mas o que não consigo cognitivar é que um fulano que não presta contas as associados que o elegeram para a AUGI do Pinhal General, possa ser difamado. Difamados são aqueles que legitimamente requerem que lhes sejam apresentadas as contas dos dinheiros e o Sr. Sardinha vem dizer que não tem dinheiro para convocar uma Assembleia-geral Ordinária. Para os que lêem este comentário esclareço o seguinte; O Sr. Sardinha é Solicitador, com inscrição aberta na Câmara dos Solicitadores e exerce a sua actividade em parte na CGD. Só por isso podemos subentender que se trata de uma pessoa letrada, isto é, um sujeito que sabe o que faz. Mais ele premedita as situações, pensa duas vezes antes de fazer, calcula de onde possa vir o ataque e tenta criar os anticorpos para que não saia chamuscado. Então se assim é porque razão é que fundou só uma AUGI, sendo das maiores da margem sul. Criou-a para ser ingovernável, criou-a para que os proprietários nem daqui a vinte anos tenham as suas situações resolvidas (palavras do Carlos Pereira - Presidente da Junta de Freguesia de Fernão Ferro na última Assembleia de Freguesia), criou-a para que seja mais difícil desembrulhar o novelo das contas ou então para que é que a criou. Não sei qual foi o seu objectivo, o que sei é que não temos o problema resolvido e ele não apresenta contas nem convoca AGO. Se não tem dinheiro então haja vontade e faça um arraial, crie rifas, promova sorteios e canalize as verbas para um anúncio no jornal diário convocando uma AGO.
Um fulano desta indole não merece ser difamado, tal como o Vale e Azevedo também não o merece, mas o Sr. Sardinha continua a gozar com quem cumpre atempadamente as suas obrigações. Não é minha postura ser ordinário, porque não foi essa a educação que os meus Pais me deram, mas se tivesse que conviver com uma pessoa desse tipo certamente sentiria NOIJO.
Povo do Pinhal General vamos unir.

Anónimo disse...

Boa Tarde,

Acabei de solicitar a publicação deste comentário no blog "A revolta das Laranjas" sob o tema "Comercio do Seixal e Sesimbra ... coligação em Fernão Ferro". A pertinência do meu comentário está associada ao desenvolvimento das opiniões dos leitores, deste modo solicito aos leitores que leiam para melhor entenderem a conteixtualização da minha opinião.
_________________________

Estas questões do Pinhal General estão-me a provocar uma grande rizada. Não é que tenha piada mas porque também tenho a minha situação no Pinhal General por resolver e o presidente da AUGI conseguiu agora provocar uma revolta contra si. Parabéns ao Sr. João Neves que aqui conseguiu expressar o que vai na mente da grande maioria dos proprietários do Pinhal General, eu inclusive, mas que por questões profissionais não devo dizer e para as quais acrescento que por principio não teria coragem de dizer com a utilização desse vocabulário. No entanto subscrevo na íntegra e sem ressalvas a caracterização que está a ser feita.
Aproveito a oportunidade para acrescentar algumas das necessidades dos moradores do Pinhal General. A prostituição já chegou ao Pinhal General e não vejo ninguém preocupado em acabar com a situação, a tendência vai ser certamente aumentar. Nós não possuímos esgotos, existem moradores sem água e electricidade, as ruas estão uma vergonha, pó de Verão e lama no Inverno, algumas das ruas alcatroadas já estão a ser invadidas pelas raízes dos pinheiros, provocando avarias nos carros e acidentes. Os transportes são incipientes, não existem espaços para as nossas crianças. Escolas e ocupação dos tempos livres nem vê-las e depois temos o eterno problema da legalização dos lotes. Quando comprei o meu lote, ao mesmo tempo um primo meu comprou também um, mas em Fernão Ferro. As áreas são idênticas, o dele já está legalizado há mais de 10 anos. Já construiu, já vendeu e ainda hoje passei á porta da moradia e está novamente á venda. Eu pergunto, construí uma moradia num lote situado numa AUGI onde me foi dito que no máximo demoraria 3 a 4 anos a legalizá-lo, já passaram 14 anos e estou na mesma. Na mesma não, hoje tenho necessidade em desfazer-me da moradia mas ninguém me dá o justo valor por ela. Não é que não valha, mas simplesmente porque não tem as confrontações, não tem esgotos, não tem a rua asfaltada e a Banca não concede um empréstimo. Se surgir alguém com pagamento á vista, certamente que estará á procura de um bom negócio e oferecer-me-á uma ninharia.
O senhor presidente da AUGI nunca se mostrou preocupado com o bem-estar e resolução dos problemas dos moradores do Pinhal General. Não se mostra interessado, não porque não saiba como resolver mas por pura negligência, já que os seus problemas não são os meus nem os dos outros co-proprietários, para além de não ter interesse directo na reconversão.
Sr. presidente, desculpe se fui algo rude, mas é minha pretensão alertá-lo para estas situações que são mais do que as que o senhor pode pensar. Está na hora de o senhor passar aos actos, diligenciar junto de quem tem poder e em ultima analise denunciar quem emperra junto da comunicação pública.
Obrigado

Anónimo disse...

Isto é uma conspiração e os senhores proprietários deste blog estão a contribuir para a descredibilização das pessoas que são visadas nos comentários.
Já se aperceberam do que estão a provoca? Isto é muito grave.

Google