Autarquia do Montijo é a mais rápida do distrito a pagar dívidas

Normalmente o executivo da Câmara Municipal do Seixal utiliza o jargão de que é o primeiro... Primeiro nisto, naquilo e naqueloutro...
É pena que essa ânsia de seguir à frente não se aplique ao pagamento das suas dívidas!
Segundo a notícia publicada ontem no Jornal de Notícias, e que a seguir se transcreve, a Câmara do Seixal demora cinco vezes mais a pagar aos seus fornecedores (na sua maioria pequenas e médias empresas) que a Câmara do Montijo.
É caso para dizer não somos todos iguais! A Câmara do Montijo é liderada pela Socialista Maria Amélia Antunes e a Câmara Do Seixal é liderada pelo colectivo comunista.
Já agora refira-se que a Câmara que pior paga no distrito (Setúbal) é liderada pelo PCP e a que pior paga no país (Silves) é liderada pelo PSD.

"A Câmara do Montijo é a que demora menos tempo a pagar aos fornecedores no distrito de Setúbal, de acordo com a lista dos Prazos Médios de Pagamento aos Fornecedores de cada município, tornada pública pela Direcção Geral das Autarquias Locais.

"Dos treze concelhos que representam o distrito de Setúbal, a Câmara Municipal de Montijo é a que liquida a factura aos fornecedores com maior rapidez, num prazo médio de 21 dias e a capital de distrito, Setúbal, é a que demora mais, em média, 241 dias a pagar aos fornecedores", referiu a autarquia do Montijo em comunicado.

Os prazos que aparecem nesta lista têm como referência o quarto trimestre de 2007 e baseiam-se nos dados transmitidos pelos municípios através das aplicações SIAL e SIPOCAL.

No distrito de Setúbal, Almada ocupa a segunda posição (27 dias) na referida lista, seguindo-se Alcácer do Sal (28 dias), Palmela (52 dias), Sesimbra (55 dias), Grândola (103 dias), Seixal (121 dias), Moita (147 dias), Alcochete (148 dias), Santiago do Cacém (165 dias), Barreiro (195 dias) e Sines (208 dias).

A nível nacional, Silves é a câmara que demora mais tempo a pagar, em média 1.154 dias, e Pampilhosa da Serra leva apenas um dia a liquidar as contas. Lisboa e Porto levam, em média, mais de 365 dias a saldar as dívidas com os fornecedores."

10 comentários:

Anónimo disse...

Já agora também me podiam informar quantos autarcas do PS estão constituidos arguidos por pôr a mão na massa?

Anónimo disse...

Seria mais interessante saber o que é que fazem os autarcas do PCP que mesmo metendo a mão na massa não vão presos.

Anónimo disse...

Não seria também muito oportuno saber-se quais são as empresas que na camara do seixal não esperam para receber? os dias indicados são em média mas há empresas que recebem sempre rapidamente porquê? Há filhos e enteados ou outros valores se levantam? Quais serão os criterios de escolha do director financeiro?

Ana disse...

O que me parece que aqui seria de enfatizar é a demagogia da CDU (PCP) quando vem para a rua em defesa das pequenas e médias empresas, como podem elas sobreviver enquanto fornecedoras de Câmaras, que pagam tarde e a má horas, depois há os salários em atrazo e tudo o mais, quando não as falências.
Mas existem sempre desculpas para tal, e o chavão do poder central é a mais utilizada, por isso senhores CDU (PCP) assumam as vossas responsabilidades.

Bruno Ribeiro Barata disse...

à semelhança de outras resoluções do governo, o executivo comunista não cumpre as regras.

A resolução de Conselho de Ministros n.º 34/2008, de 22 de Fevereiro, criou o Programa “Pagar a Tempo e Horas” o qual estabelece um conjunto de medidas visando a diminuição do prazo médio de pagamentos a fornecedores.
E pelos vistos a CMS faz boicote ao programa.
Será que a CMS tomou algumas medidas para cumprir o programa?
Parece-me pertinente questionar o executivo.

João Afonso disse...

Senhor Vereador
Porque razão não é honesto e não refere aos leitores do seu blog que a Câmara Municipal do Seixal se encontra em 17º lugar no ranking global de gestão financeira das autarquias do país, enquanto que a Cãmara do Montijo é apenas a 29º...
se o fizesse ainda demonstraria alguma honestidade, como não o faz...
Já agora senhor vereador andou V. Excª e os seus companheiros de partido a propalar aos quatro ventos que a Câmara Municipal do seixal estava em falência técnica, e agora vem uma entidade isenta dizer que a Câmara do Seixal é a 17º do País em termos de saude financeira... Não acha que este factod emonstra a falta de credibilidade do senhor e dos seus companheiros de partido?

Anónimo disse...

...As câmaras municipais algarvias são as que cobram mais impostos e taxas por habitante, segundo avança o Jornal de Negócios desta quinta-feira. Albufeira(PSD),Lagos(PS) e Loulé (PSD) estão no topo da lista, com uma receita fiscal média entre 900 e 1000 euros por habitante...

Anónimo disse...

"De acordo com o ranking global do Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2006, 11 dos 18 concelhos da Área Metropolitana de Lisboa estão entre os 50 com melhor gestão financeira. Mafra e Cascais ocupam as duas primeiras posições, numa lista onde figuram ainda Palmela (9.), Amadora (15.), SEIXAL (17.), Almada (20.), Sintra (25.), Vila Franca de Xira (28.), Montijo (29.), Oeiras (30.) e Sesimbra (38.) "

Anónimo disse...

Para melhor ajudar o meu camarada do PS, explico a noticia.

Ranking Global do Anuário – Os 50 Municípios mais saudáveis financeiramente dos 308 Municípios do País
1. Mafra (Distrito de Lisboa)
2. Cascais (Distrito de Lisboa)
3. Matosinhos (Distrito do Porto)
4. Castelo Branco (Distrito de Castelo Branco)
5. Braga (Distrito de Braga)
6. Lagoa (Distrito de Faro)
7. Amarante (Distrito do Porto)
8. Odemira (Distrito de Beja)
9. Palmela (Distrito de Setúbal) – CDU (PCP)
10. Vila Nova de Famalicão (Distrito de Braga)
11. Caldas da Rainha (Distrito de Leiria)
12. Loulé (Distrito de Faro)
13. Ponte de Lima (Distrito de Viana do Castelo)
14. Viseu (Distrito de Viseu)
15. Amadora (Distrito de Lisboa)
16. Elvas (Distrito de Portalegre)
17. Seixal (Distrito de Setúbal) – CDU (PCP)
18. Albufeira (Distrito de Faro)
19. Vila Real (Distrito de Vila Real)
20. Almada (Distrito de Setúbal) – CDU (PCP)
21. Lagos (Distrito de Faro)
22. Leiria (Distrito de Leiria)
23. Paredes (Distrito do Porto)
24. São João da Madeira (Distrito de Aveiro)
25. Sintra (Distrito de Lisboa)
26. Marinha Grande (Distrito de Leiria)
27. Ponte de Sôr (Distrito de Portalegre)
28. Vila Franca de Xira (Distrito de Lisboa)
29. Montijo (Distrito de Setúbal) - PS
30. Oeiras (Distrito de Lisboa)
31. Torres Vedras (Distrito de Lisboa)
32. Baião (Distrito do Porto)
33. Batalha (Distrito de Leiria)
34. Gondomar (Distrito do Porto)
35. Mealhada (Distrito de Aveiro)
36. Bragança (Distrito de Bragança)
37. Penacova (Distrito de Coimbra)
38. Sesimbra (Distrito de Setúbal)
39. Vinhais (Distrito de Bragança)
40. Beja (Distrito de Beja)
41. Vila Nova de Cerveira (Distrito de Viana do Castelo)
42. Arouca (Distrito de Aveiro)
43. Coruche (Distrito de Santarém)
44. Esposende (Distrito de Braga)
45. Idanha-a-Nova (Distrito de Castelo Branco)
46. Murtosa (Distrito de Aveiro)
47. Pombal (Distrito de Leiria)
48. Póvoa de Varzim (Distrito do Porto)
49. São Brás de Alportel (Distrito de Faro)
50. Tavira (Distrito de Faro)



Como se pode ver nesta lista os municípios do nosso distrito (Setúbal) com maior saúde financeira são geridos pela CDU (Partido Comunista Português).



Em 2006 eram 71 os municípios que enfrentavam uma situação de ruptura financeira ou desequilibrio financeiro estrutural, numa lista liderada por Aveiro, Nazaré, Fundão, Oliveira de Azeméis, Celorico da Beira, Castelo de Paiva, Mangualde, Gondomar e Sines

Matias Fonseca disse...

Ó João Afonso, A câmara está de facto em falência técnica, mas não só. A câmara é um ninho de inuteis e de corruptos; Por exemplo só para sua informação pois é publico:
Vá ao Departamento do Urbanismo e tire uma senha por volta da 10:00 horas, vai verificar que vai esperar enquanto fica uma funcionária a atender e todas as outras vão dar á linga para o café. Isto é público, verifique,o dinheiro provêm dos nossos impostos e é mal gerido, será que o vereador do pelouro também pratica esses actos; não quer ver ou é cego; isto já lhe foi retatado , pelo menos informalmente (mas no Seixal tem de ser tudo por escrito).
Mais se tiver um filho e concorer a qualquer concurso externo, aconselho-o a falar primeiro com o Alfredo Monteiro, qualquer vereador, Chefe de Divisão ou de serviços, por caso concreto, pode ser o profissional mais brilhante, mas fica a ver navios, por exemplo foi o que se passou com o concurso para os julgados de paz, arquitectos e engenheiros para o Departamento do Urbanismo. mais chegou-me aos ouvidos que as entrevista eliminatórias e definidoras de quem ocupa o lugar (discriminatórias) foram executados por profissionais muito pouco competentes e inclusive com algum histórico problemático. É elementar que este tipo de situações (concursos para admissão de pessoal)sejam entregues a empresas idónias para que não se levantem quaisquer suspeitas. Aqui no seixal ao contrário e agora deculpem a minha má linga, eventualmente valerá mais a apresentação da EP do ano anterior para obter o lugar.
Já agora outro comentáro que é prática em várias câmaras, mas na do Seixal é um lema e designa-se por aproveitamento de posição dominante. Existem vários funcionários que se aproveitam do desempenho das suas funções na câmara para retirarem proveitos, por exemplo, engenheiros e projectos, fiscais e fiscalizações águas, ramais e fiscalização, estradas e asfaltos. Para bom entendedor basta isto... Fiscalize quem de direito

Google