Carta aberta a João Afonso,

Este post era para ser a resposta a um comentário, mas entretanto percebi que o tema tinha também sido abordado noutros locais, assim dada a sua extensão e como não tenciono voltar a pronunciar-me sobre o assunto, aqui fica:
O meu vencimento, tal como o do meu adjunto, é estipulado nos termos da Lei, não vejo pois nada de extraordinário nisso.
Peço que reflicta no entanto nas responsabilidades que me são pedidas, que são as de participar no órgão executivo de uma instituição que gere cerca de 80 milhões de Euros, responsabilidades essas que, sendo mal exercidas, podem ter consequências pessoais e patrimoniais. Se mesmo assim se acha 1275 Euros fantástico para exercer a função, aconselho-o a consultar a minha declaração de rendimentos, uma vez que é pública (está depositada no Tribunal Constitucional) e verificará que não é o vencimento da Câmara Municipal do Seixal que faz de mim um homem mais rico ou mais pobre.
Acrescente-se que em termos de executivo as responsabilidades de todos os Vereadores são iguais, as únicas diferença entre mim e um Vereador do PCP na Câmara Municipal do Seixal é que o meu salário é metade do salário de qualquer um deles e os Vereadores do PCP possuem pelo menos dois assessores quando eu tenho apenas um. Por último o carro atribuído aos Vereadores do PCP é um Toyota Prius e a mim está atribuído um Ford Fiesta com quase 100.000 km.
Se o que motivou o seu comentário, foi a referência neste Blogue, à contratação por parte da Câmara Municipal do Seixal de Aranha Figueiredo, ex-vereador do urbanismo da Câmara Municipal de Setúbal, deixe-me que lhe diga que este assessor não é dos que está previsto na Lei, este assessor é pelo menos o terceiro assessor do Vereador do Urbanismo. Como V. Exa. referiu eu tenho um assessor e a secretária (a senhora) partilho-a com os outros dois Vereadores do PS, a outra secretária (mesa e computador) partilho com o Vereador Menezes Rodrigues.
Quanto ao salário do adjunto, pelo menos os adjuntos dos vereadores do urbanismo e do ambiente auferem mais 400 Euros mensais que o meu adjunto, já que é esta a sua remuneração enquanto directores da AERPPAS, cargo este exercido em representação da Câmara Municipal.
Acrescente-se que o Dr. José Louro é licenciado, e pós-graduado em ciência política (ISCTE) e gestão autárquica (ISEG), sendo qualquer uma destas pós-graduações equivalentes à carga teórica de um programa de Mestrado.
Quanto às propostas apresentadas em sessão de Câmara, bem sei que essa é a cassete do PCP mas para este lado vem de carrinho.
Leia efectivamente as actas da sessão de Câmara, com particular ênfase no período de antes da ordem do dia e depois falamos.
Mas posso-lhe dar algumas dicas, na área da Defesa do Consumidor realizei o I Congresso Nacional do Consumo, juntando todas as instituições relevantes desta área, algo que nunca se tinha conseguido fazer neste país. Este encontro foi encerrado pelo Secretário de Estado que tutela a área.
Produzi conteúdos em formato papel e que estão também disponíveis na Internet (página da Câmara) numa iniciativa pioneira no nosso país.
Introduzi o hábito de recorrer a catering de comércio justo na Câmara Municipal e cooperei com associações deste sector, tendo sido apresentado no nosso país, o manifesto de Barcelona (manifesto europeu de comércio justo) numa conferência organizada pelo Pelouro que dirijo.
Já realizei mais conferências neste mandato, sempre com as figuras mais destacadas da área, do que todos os Vereadores que me antecederam em conjunto.
Colaboro semanalmente com um jornal local com uma rubrica sobre o tema.
E finalmente apresentarei em breve o regulamento do conselho municipal do consumo, algo previsto na Lei e concretizado apenas num município do nosso país.
Quanto ao Gabinete do Partido Médico Veterinário este é um exemplo em todo o país, cumprindo a sua função de recolha de animais errantes mas não os abatendo, antes tratando e encaminhando para adopção, em parceria com um Grupo de Voluntárias, igualmente constituído formalmente durante este mandato.
Este trabalho além de ter sido alvo de várias reportagens nos meios de comunicação nacional, televisões incluídas, foi já elogiado pela Liga Portuguesa de Defesa dos Animais. Neste momento o Centro de recolha e tratamento de animais encontra-se em fase de remodelação e ampliação, vindo a ser dotado de uma nova sala de cirurgia.
Realço também que o Gabinete Médico Veterinário recebe e acompanha cidadãos condenados a cumprir trabalho comunitário.
Por fim foi criado um novo Gabinete de Segurança Alimentar que já fiscalizou todos os talhos do concelho, todos os estabelecimentos de venda ambulante, irá iniciar a fiscalização dos mercados e de seguida actuará em todos os locais onde sejam manipulados produtos de origem animal. Algo que não era feito neste concelho e deixe-me que lhe diga é muito preocupante.
Por último registe o seguinte, a alimentação para os animais custa agora cerca de metade daquilo que custava quando iniciei o meu trabalho e as horas extraordinárias reduziram-se drasticamente no pelouro que dirijo, apesar do visível acréscimo de produtividade. Acresce que este trabalho é efectuado (durante todo o ano)com cerca de metade do dinheiro que é gasto pela Câmara Municipal nas comemorações do 25 de Abril.
Obviamente tudo isto só foi possivel graças a uma excelente equipa que tenho a honra de coordenar, a todos eles o meu muito obrigado.
Atentamente,

24 comentários:

Anónimo disse...

O terceiro assessor? quem é o 2º?

Samuel Cruz disse...

Caro anónimo,

Sinceramente não sei o nome da segunda pessoa que assessora o Vereador do Urbanismo, mas o que a Lei manda é cada Vereador a tempo inteiro tenha dois assessores politicos e a meio tempo o Vereador tem um (é o meu caso).
Atentamente,

João Afonso disse...

Senhor Vereador
Não seja mentiroso, pois você sabe que o vereador Jorge Silva não tem 3 assessores... As suas mentiras são iguais às dos € 40.000 para os prémios Rádio Baia! Se você em 3 anos de mandato apenas efectuou o trabalho que relatou neste pequeno post, então não há dúvida que o senhor é pago a peso de ouro! è que ganhar € 1.275 mês para fazer tão pouco é obra... E ainda tem direito a um assessor...Assim se explica que o senhor tenha se zangado no inicio do mandato com os seus camaradas de partido para ficar com o tacho...
Igualmente se comprova as mentiras que aqui se escrevem neste blog, pois afinal o vereador Jorge Silva tinha direito, nos termos legais, a dois assessores!
Por ultimo, já dizia o meu pai que não são muitos livros que trasnformam um burro num doutor... Ora o senhor "mestre" José Louro teve vários anos na Assembleia Municipal e foi uma nulidade total! Pelo que apenas tem o tacho de assessor, pelo qual se depreende que recebe € 4.000,00 por mês, devido às suas fidelidades politicas e aos votos que arregimenta em Corroios para a facção do senhor vereador dentro do Ps.
E assim estamos conversados!

Velas do Tejo disse...

Então! Não há dinheiro?!

O custo directo de três anos desse acessor que agora aterrou na autarquia do Seixal equivalem ao montante necessário para devolver ao Tejo a embarcação Gaivotas que se encontra a apodrecer em Sarilhos Pequenos há 7 anos.

Visitem o blogue GAIVOTAS A NAVEGAR, assinem a PETIÇÃO ONLINE, façam DIFUSÃO DE IMAGENS pelos vossos blogues, enviem EMAIL's ABERTOS à CMS

Velas do Tejo disse...

Actualmente pago 7€ /hora - distribuido por 4 horas, 3 dias da semana - à minha empregada de limpezas domésticas (façam as vossas contas e vejam onde quero chegar).

Pago 1350€/mês, mais 25€ de plafond de telemóvel, medicina do trabalho, seguro de saúde, mais qualquer coisa como 2000€ anuais em formação a um licenciado, programador junior em tecnologia Microsoft.

Caro Vereador Samuel Cruz,
Na qualidade de contribuinte, consumidor e dono de animais de estimação, por favor, aceite as minhas desculpas pela injustiça de só lhe pagar 1275€ pelos serviços que nos tem prestado. Nada posso fazer, contudo, peço-lhe que continue. Precisamos de uma nova classe política, mais arejada, transparente, integra e com estilo próprio.

Fica assim explicada a falta de qualidade generalizada na classe política, pessoas como o sr. Vereador Samuel Cruz, Dr. Paulo Edson, e muitos outros que finalmente vão surgindo, têm demasido valor a perder nas suas carreiras para entregar à coisa pública.

Agradeço-vos a dedicação, reconheço-vos o mérito e admiro-vos, principalmente, porque eu não trocaría a minha carreira pela coisa pública.

Obrigado!

Filipe de Arede Nunes disse...

Exmo. Senhor Vereador,
Como em tudo na vida, por vezes estamos em desacordo face a estratégias e opções políticas. Talvez por isso sejamos de partidos diferentes.
No entanto, sobre esta matéria em concreto tiro-lhe o chapeu e faço-lhe a devida vénia.
Gosto de pessoas frontais, intelectualmente honestas e sem nada a esconder.
O Exmo. Senhor Vereador parece-me um homem integro e honesto. São as duas melhores caracteristicas que um político deve ter.
Os meu parabéns pelo texto.
Cumprimentos,
Filipe de Arede Nunes

Bruno Ribeiro Barata disse...

Caro João Afonso,

Desde quando se analisa o trabalho político com o número de propostas efectuadas? (considerando erradamente que tenham sido poucas).

Ou não percebe nada de política ou está ser desonesto intelectualmente.
Se o executivo comunista da CMS decidir arranjar 50 pedras da calçada, estamos perante 50 propostas políticas?

Samuel Cruz disse...

João Afonso,

Em primeiro lugar deixe-me que lhe diga que o senhor é um cobarde, e digo isto porque se esconde atrás de uma identidade falsa. Se mais não houvesse, apenas este facto já faria de nós diferentes e muito!
Em segundo lugar digo-lhe e reafirmo que o Vereador Jorge Silva tem três assessores, dois previstos na Lei e mais o Sr. Aranha Figueiredo, pelo menos foi isto que me foi explicado em reunião de executivo.
Quanto ao ordenado do Dr. José Louro não sei onde foi buscar a ideia dos 4.000 Euros mas não é nem metade desse valor.
Quanto ao resto ninguem se chateou com ninguem e as suas efabulações internas sobre a vida interna do PS não passam de palermices.

Anónimo disse...

Vereador Samuel estou consigo espero vê-lo em candidato a Presidente terá o meu apoio e o de muita gente. Aprecio as suas qualidades já várias vezes referias noutros comentários de politico com caracter com integridade e frontal e sobretudo de muita coragem. Os arremessos dos representantes do poder em maioria CDU contra si e contra o seu assessor são actos de desespero de quem está a perder o controle de tudo a constatação que o obscurantismo comunista tem os dias contados. Eles não conseguem fechar a internet nem com chaves nem com ameaças.
Obrigado pelo seu excelente trabalho.

Ponto Verde disse...

O senhor João Afonso embrenhou-se na propria teia. É confrangedora a falta de argumentos tlvez devesse consultas o Dr.Paulo Silva.

Quanto ao resto caro senhor Vereador, os meus parabéns!

Paulo Edson Cunha disse...

Caro Samuel, para além das publicações de comentários no meu blogue e de ter colocado, hoje mesmo o texto do jornal no meu último post, não tenho acedido aos blogues.
Foi, pois, com surpresa que vim aqui e verifiquei esta carta aberta ao Sr. João Afonso.
Sabia que terias argumentos para responder à altura do desafio que te foi lançado.
Fico feliz que tenhas "argumentos" suficientes para o fazeres, sobretudo por responderes a alguém que ninguém sabe quem é (se, como o dizes, não existir ou fôr apenas um pseudónimo).
Tu, és identificado, não só por colocares o teu nome, mas porque mostras o rosto e, mais importante do que isso, todos sabem onde te encontrar, onde te responsabilizar. Como político, é meio caminho andado.
Sobre o mérito do teu mandato não me pronuncio, não por achar que é bom ou mau, mas por entender que essa avaliação cabe ao eleitorado. Não seria ético da minha parte, enquanto responsável doutro partido estar a tecer esses comentários, mas termino dizendo que a tua resposta me encheu de satisfação (mesmo que não concorde integralmente com a mesma).
Um abraço

Anónimo disse...

Senhor vereador
Pelo seu comentário entendo que o senhor acha que o ponto verde não passa de um cobarde... É que eu saiba o mesmo não demonstra a sua identidade!... Depois dúvidas não restam que o João Afonso meteu o dedo na ferida, e foi ver o grupo todo a vir em seu auxilio... Pois a verdade é que o senhor achou que sozinho não dava conta do recado... E por falar em recado deve-se dizer que o senhor é um priveligiado, pois onde o PS é poder autárquico os vereadores do PCP não tem pelouros, nem meios tempos, nem assessores, nem ford fiestas... É o caso do Montijo, Odivelas, Vila Franca e Loures.
No seixal o senhor tem direito a um tacho para assessor e mais, como diz € 1.250,00 por mês, que pode acumular com a sua actividade profissional, o que origina que está melhor do que se stivesse a tempo inteiro. Isto demonstra que o PCP é um partido democrático, ao contrário do PS...
Por ultimo, é óbvio que você não sabe o que escreve, e que manda tiros de polvora seca sobre o numero de assessores... Pois se soubesse diria o nome dos mesmos!!!
Por ultimo foi-lhe colocada uma pergunta muito pertinente e que é essencial para ver o seu carácter, o subsidio da Câmara do Seixal para os prémios Rádio Baia foi de € 40.000,00? Ou foi muito inferior e o senhor mentiu?

Gramsci disse...

Entendo perfeitamente o que diz, aquando da referência de cobardia no acto de anonimato por detrás de um pseudónimo.
Quando, e espero que muito em breve, este partido (PCP) for “corrido” pelos seus munícipes e se por obra de um destino próximo, o Sr. Vereador Samuel chegar a desempenhar o cargo de regência máxima neste concelho, ir-se-á deparar com um quadro de pessoal que sempre se identificou com o PCP.
Para além do staff novo que trará consigo, não poderá substituir muito mais alguém. Pois, os trabalhadores desta câmara não estão, nem dizem estar, abertamente identificados ao partido comunista e muitos destes trabalhadores, que são excelentes profissionais, não devem ser afastados por causa da sua crença partidária.
Porventura, se não tiver cuidado, será o anónimo “João Afonso” a entregar-lhe o ceptro da Presidência com um caloroso aperto de mão. E os restantes anónimos, como nos tem ensinado a história, continuarão anónimos no seu eterno anonimato.
Acho que o que chama de cobardia é mais apelidado de “vira-casaca” (são os mais precavidos) e vê-los-á, os que puderem, com um pin ao peito a fazer alusão ao recente partido no poder, aliás partido ao qual pertencem desde tenra idade (seja ele qual for).
Com sorte um camarada cantará ao novo presidente, na sua tomada, uma cantiguinha de seu tio e ficaremos a saber quem de facto é o João Afonso.
Os pseudónimos são uma faca de dois gumes, servem os cobardes (os que viram as casacas) e os que necessitam de lutar sem que sobre eles seja exercida uma disciplina doutrinária, que em casos irrecuperáveis são alvo de afastamentos por forma de represálias, sanções ou até mesmo despedimentos.
Espero que apareçam por aqui muitos que dêem a cara como o faz o Sr. Vereador Samuel.
Espero que, também, apareçam por aqui muitos anónimos que demonstrem bem o crescente descontentamento dos munícipes e dos funcionários para com esta gestão.
Os anónimos afectos ao PCP vêm elucidar, os que ainda não estão convencidos, da falta de profissionalismo desta gestão. As suas justificações para a porcaria que fazem, são, quase sempre, tão ridículas como engraçadas.
De qualquer maneira, espero que continue a fazer um bom trabalho.

João Afonso disse...

Senhor Vereador Samuel, a sua carta aberta é um atestado de incompetência aos ex-vereadores do Partido Socialista Ricardo Ribeiro e Costa Velho, pois eram os mesmos que tinham o pelouro que o senhor agora coordena... Já deu para ver dos comentários que o senhor colocou ou alguém por si que o senhor aspira a ser o próximo candidato do PS a presidente da Câmara. Ora sendo Ricardo Ribeiro o coordenador autárquico do PS, e sendo o mesmo nas suas palavras um incompetente, não há dúvida que a luta no PS promete ser fraticida. Vamos esperar para ver os próximos acontecimentos, tanto mais que, como é óbvio, a fracção vencedora das ultimas eleições internas para a comissão concelhia, não vai querer que o candidato do PS saia da fracção perdedora, e o vereador Samuel faz parte da fracção perdedora! Mas pelos vistos o vereador Samuel, apesar de perdedor, está a lançar de forma demasiado óbvia a sua candidatura a Presidente da Câmara. Não há dúvidas que isto promete...

Edith Teixeira Santos disse...

sr. joão afonso anónimo, já toda a gente percebeu que os seus argumentos são rasteirinhos, baixos demais para terem qualquer sumo.
Para falar tanto na verba dos prémios Rádio Baia, seguramente já se informou que terá sido uma gralha do Vereador. E por ter percebido isso, vc só pega por aí. Nem que o erro fosse de um cêntimo vc iria pegar, pq é mesquinho e tenciona apenas dizer mal e não tem sequer o senso moral que lhe permita ser verdadeiro.
Acho estranho falar tanto nos valores dos prémios Rádio Baía e não mencionar sequer as verbas que a seguir exponho:
- Espectáculo comemorativo do 34º aniversário do 25 de Abril: 85.000,00

- Produção materiais gráficos para campanhas institucionais (ex: 25 de Abril/ Fest. de Verão): 45.000,00

Por não falar, presumo portanto que para si estes são valores normais. Cabimentados correctamente.
Posso também dizer-lhe que um ford fiesta com cerca de 100.000 km's não necessita de ser cabimentado nas Gop's assim de modo tão explicito e tão dispendioso: Contratos de manutenção BMW: 5.000,00
O facto de essa viatura possuir duas televisões nos encostos da cabeça também será para si algo de somenos. Isto só para lhe falar de algumas verbas estranhas, pq não quero estar aqui o sábado todo...
Mas já que fala em coisas estranhas, além do sr. Aranha (que deve ir ajudar a tecer mais teias), sr. joão afonso anónimo, será que consegue explicar-nos para que serve este dinheiro: Contrato de utilização da Quinta da Fidalga 01/2008 a 12/2008: 280.000,00 ?????
É que, ao que se sabe, a Quinta da Fidalga é pertença da CM Seixal... Estranha verba, então!...

Por agora acho que chega, mas quando quiser falar do Plano de Pormenor do centro de estágios do benfica, estou cá para lhe responder à letra!

Deixo-lhe no entanto um conselho: limite-se a responder quando não tiver telhados de vidro demasiado frágeis!

Ana disse...

Por favor é altura de deixar o Exmo Senhor João Afonfo a falar sózinho.
A sua carta aberta é bem elucidativa do seu caracter, e é de pessoas assim que precisamos.
Qualquer palavrinha mais por muito insignificante que seja só serve para dar importância a quem a não tem.
Continue o seu trabalho, pois os munícipes desta autarquia precisam dele e de si.
Cumprimentos

Samuel Cruz disse...

A sabedoria das mulheres é grande sem dúvida, Ana tem razão. Apenas um esclarecimento as áreas que dirijo antes de eu ser Vereador estavam nas mãos do Sr. Presidente da Câmara (Gabinete Médico Veterinário) e do Vereadores do PSD (Defesa do Consumidor). Agora meteu água J.A. ou P.S. como preferir.
S.C.

Gramsci disse...

Por falar em meter água.
Sabia já o Sr. Vereador e os restantes munícipes de que a Câmara, certamente, irá ser obrigada a rectificar o “autêntico roubo” a que nos está a sujeitar em relação ao consumo de água.
De qualquer maneira não entendi muito o que me explicaram, nem fiz muito por o entender, o que sei é que estão mexendo no meu bolso.
O que queria aqui explicar, é a forma como a Câmara e o seu respectivo pelouro das águas, está a fazer face ao que estes consideram de “autêntico rombo financeiro”.
Por ser sensível aos fenómenos de criminalidade social, irei chamar o fenómeno de Waterjacking.
Eis em que consiste o Waterjacking:
Os munícipes andam a receber cartas de contagem e o respectivo pagamento dos seus consumos de água. Até aqui parece estar tudo bem.
Ora, como não há duas sem três, as cartas vêm com uma contagem real ao fim de largos meses a fazerem ao consumidor uma contagem por estimativa. Até aqui, ainda, parece estar tudo bem.
O que acontece é que a diferença entre a estimativa e a contagem real tem uma grande diferença de metros cúbicos de água. A isto não achamos um grande problema, pois basta pagar a diferença para repor o pagamento em falta.
Mas não é assim que funciona.
Ao munícipe é-lhe apresentada uma conta onde a diferença dos metros cúbicos de água que não foram pagos por falta de contagem, taxada com a penalização por excesso de consumo de água. Em vez de dividirem a diferença pelos meses em que foram feitas estimativas, a diferença entre a real e a estimada é aplicada a um só mês, quando esta deveria ser dividida por todos os meses em falta.
As pessoas estão a receber contas que excedem as centenas de euros. Se não pagarem, não irão ser alvo de benevolência como fazem ao centro de estágio do SLB, ficarão sem o seu contador.
É-lhes dito que têm que pagar e não há forma de protestar, para que consigam um adiamento do pagamento da factura. E, ao que parece, a única forma de reaver o seu dinheiro é a de recorrer aos tribunais. Como as pessoas mal têm dinheiro para pagar este roubo, como terão dinheiro para serem roubados por um advogado (estou a brincar). Resta-lhes, senão, pagar e calar.
A mim, resta-me amealhar uns cobres e esperar pelo carteiro com a famigerada cartinha da água e pagar, comer e calar.

Anónimo disse...

Se o último comentário corresponder à verdade então estamos na presença de algo por demais absurdo, suficiente para os partidos da oposição tomarem posições de força... se for eu a receber então vão ter de ouvir mt bem e em muito lado. Para o bem deles espero que não se produza tal cenário... quems e mete com o povo ... LEVA (onde é que que já ouvi isto)

Anónimo disse...

Obrigado por esta informação. Vale tudo nesta camara do seixal. Que falta de respeito pelos municipes.

Anónimo disse...

Com tantos assessores e tantos dirigentes e os trabalhadores da camara continuam sem avaliação do desempenho. Vão ser prejudicados desde 2006 que não tem classificação de serviço. Porque será?

Ponto Verde disse...

O Senhor João Afonso não é virgem nestas andanças da internet, ele e o Senhor Dr Paulo Silva,andam por cá há muito, por isso não considero inocentes as ultimas afirmações assinadas pelo primeiro.

Pensava que entre cidadãos com o minimo de inteligência, já estava esgotado este tema do anonimato na blogoesfera, sobretudo na figura do autor de um blogue.

É fácilmente distinguível o blogue anónimo tipo www.antóniodotelhado.blogspot.com , de outros trabalhos que sendo anónimos têm fundamento, credibilidade e como objectivo o bem comum e não a mal-dicência gratuita.

Mas ao senhor Afonso interessa confundir (-nos) com o que é má língua e com o que é denúncia de situações senão ilegais, pelo menos imorais.

O senhor Afonso sabe bem que no Seixal, um blogue critico á Câmara, assinado por um cidadão (não ligado a um partido) devidamente identificado ... duraria no mínimo, não quatro anos, quanto tem o a-sul, mas quatro dias, e o senhor Afonso sabe muito bem o como e o porquê.

É fácil assinar, dar a cara , quando se está quer no poder quer no sistema.

Enquanto fui inocente e pensei viver num país totalmente Democrático, também eu dei o nome , tentei debater cara a cara convosco o indebativel (porque o PCP não dialoga nem debate ), depois vi o esquema MAFIOSO em que funcionavam e comecei a usar aquilo que quem está em resistência pacífica pode utilizar participando na vida democrática, passando para o lado da "clandestinidade" (bom, por isso não me irão condenar , não é?).

Mas usando outra arma, essa bem letal para Vªas Exªas, a arma do rigor, da verdade e dos factos !

Como sabem tenho granjeado uma vaga cada vez maior de leitores, o que significa , não que descobri a pólvora, mas que há gente, muito mais gente com o mesmo sentir e com a mesma revolta. O vosso estertor e desespero indicam que sim!

Anónimo disse...

Sr. Vereador Samuel Cruz numa semana em que se teve conhecimento de que morrem em Portugal 17 mulheres em três meses vitimas de violência domestica foi muito bonito ver o carinho com que tratou as mulheres na resposta à Ana. Bem haja.
Um abraço.

Anónimo disse...

haaha, só para rir mesmo... Considero que o vereador Samuel cruz tem trabalhado bem e estes ataques são um pouco feitos em cima do joelho. Mas permitam-me dois apontamentos rápidos:
Dr. LOURO??? Sejamos honestos, não é médico, nem doutorado, nem tão pouco mestrado, apesar da "carga" teórica que possa ter no seu CV.
A 2a questão, Que o vereador S. Cruz se queira auto-promover por todo o cantinho, todos percebemos. Mas vamos lá ser razoáveis, há coisas que são demsiado visiveis.

Google