O «Gaivotas»

A embarcação das fotos é o «Gaivotas», um barco pertencente à Câmara Municipal do Seixal que se encontra albergado num estaleiro de reparações navais desde Setembro de 2001 mas que nunca sofreu qualquer intervenção porque a Câmara do Seixal nunca se interessou por isso. Questionei o Presidente da Câmara sobre esta matéria, respondeu-me que talvez em 2009...
Há 7 anos que o «Gaivotas» foi abandonado pela Câmara Municipal do Seixal em Sarilhos Pequenos, e ainda ali se encontra sem que a Câmara tenha tido qualquer interesse em repará-lo e sem que sequer se preocupasse com a sua crescente degradação. Ocupando o espaço onde desenvolve o seu trabalho, Mestre Jaime, o dono do estaleiro apenas ali manteve o «Gaivotas» por paixão pela arte que desenvolve e pelas embarcações tradicionais do Tejo.
Neste momento o aluguer do espaço onde "jaz" o Gaivotas custa ao erário público 600 euros mensais. Estes 600 euros, assim esbanjados, fazem seguramente falta noutros locais!


Outra das embarcações tipicas do Tejo, pertença da Câmara Municipal do Seixal é o «Amoroso» que, fruto da má manutenção e conservação, (encontra-se atracado num local onde na baixa-mar fica assente no lodo) vem sofrendo danos consideráveis no casco. A sua base é plana e com as constantes descidas de maré, o «Amoroso» sofre irremediavelmente pelo facto de ficar sobre o lodo o que tem feito o enfolar para dentro do seu casco, a reparação necessária ascende neste momento, e por esse facto, a cerca de 250.000 Euros.


Mais um escândalo!

11 comentários:

Anónimo disse...

Escândalo é o estado gastar 600.000euros com a festa da música em 3 dias e não existirem apoios para a recuperação de património...

Ana disse...

Não é só um escândalo, são seguramente mais, senão vejamos.
1º As embarcações foram alvo em tempos de reparação, certo? essa recuperação foi alvo de pompa e circunstância mais precisamente de propaganda político/partidária, aqui temos PRIMEIRO ESCÂNDALO, pois a recuperação do património deve ser um dever e uma obrigação de todos e não deve ser usado como bandeira partidária.
2º Aluguer do espaço onde "jaz" o Gaivota, corresponde a um desperdício de 7.200,00 euros por ano, de dinheiros públicos, aqui temos um SEGUNDO ESCÂNDALO,
3º Abandono do Amoroso, deixando-o
à degradação total, aqui temos um TERCEIRO ESCÂNDALO, pois não houve respeito pelo dinheiro dos contribuintes.
4º A necessidade da reparação do Amoroso que vai importar em 250.000,00 euros, aqui temos um QUARTO ESCÂNDALO, isto é brincar com os contribuintes, para além de o deixar degradar ir agora proceder novamente à sua recuperação é concerteza algo que não entra na cabeça de ninguém, especialmente com os parcos recursos existentes, isto é simplesmente uma grande falta de respeito por quem contribui.
Portanto chego neste momento a quatro escãndalos, e acredito que com um pouco mais de tempo se calhar chegaria a mais, por agora fico-me por aqui, talvez haja por aqui alguem que possa acrescentar mais alguns.

Anónimo disse...

Não. As embarcações não foram alvo em tempos de reparação... foram sim adquiridas, recuperadas e mantidas a navegar durante 26 anos!
Desperdicio era não fazer nada.

Anónimo disse...

Também não sejam assim 7220 euros tb não é quase nada... quase não dá para a manutenção de BMW série 5

Anónimo disse...

Eu até acredito que estes autarcas CDU apenas se preocupem com os seus carros de luxo e pouco mais.
Valha-nos Deus e livre-nos desta maldição comunista que nos caiu em cima no seixal há já trinta anos. Socorro!

Anónimo disse...

" O Governo deu um subsídio de 2 milhões de euros a Tiago Monteiro para correr na Fórmula Um em 2006, verba que está entre as mais altas pagas pelo Instituto do Desporto. O secretário de Estado Laurentino Dias endossa, porém, as responsabilidades para o Executivo de Santana Lopes,..."

Não sejam assim isto mal dá para o combustivel...

Anónimo disse...

Estes senhores da CDU dão-se ao luxo de gozar com quem lhe paga o ordenado e todas as regalias que eles nunca pensaram vir a ter. E quem lhes paga é a população com os impostos e quem os meteu lá foi alguma população e quem os de lá vai tirar é também a população. Não gozem senhores da CDU com quem lhes deu o rebuçado.

Ana Rocha - Capikua disse...

Juntem-se ao clube.
Aqui deste lado do rio é tão igual tão igual que até irrita.

Os executivos do PCP, para além da cassete pré-formatada do costume, parece que engoliram "a do não há dinheiro".

Da afirmação acima, exclui-se, naturalmente, o pagamento dos vencimentos dos inúmeros assessores com média de idades na ordem dos 35 anos e graus de parentesco entre si...

O PCP no seu melhor.

Anónimo disse...

...muito a dizer sobre os tostões e nada a dizer sobre os milhôes?

Velas do Tejo disse...

Numa altura em que tanto se fala de movimentos civicos, creio que aqui surge uma causa, sobre a qual, valerá a pena criar um movimento que torne pública esta realidade e, simultaneamente, faça a recolha de assinaturas para a recuperação desta embarcação.

Queremos ver "Gaivotas a navegar"!

Lançarei o mote no dia 25 de Abril!

Jorge Pieta disse...

Mais uma prova da falta de ideias e de projectos que esta Camara tem para a Baia. Mais uma prova de que a Junta de Freguesia do Seixal não existe. Mais uma prova de que as noticias publicadas no Boletim Municipal são uma "fantochada". A Náutica de recreito existe para construir restaurantes, deitar abaixo o património dos estaleiros e justificar o "betão" construido à volta da baía.

Google