Viagens abençoadas

Fico contente com a decisão do Governo de instalar o novo aeroporto internacional de Lisboa em Alcochete, sempre entendi ser esta a melhor solução para a nossa região e para o país. Estou certo que a instalação do novo aeroporto em Alcochete será um importante factor de desenvolvimento para todo o distrito de Setúbal.
Reportando-me a um artigo de opinião de Vasco Pulido Valente, denominado "O outro aeroporto" recupero aqui a sua tese que confesso me divertiu imenso e, estou certo, agradará aos comentadores mais adeptos da teoria da conspiração.
Em Fevereiro de 1858 a Virgem apareceu a uma adolescente na aldeia de Lourdes em plenos Pirinéus. Depois dessa aparição voltou a surgir perante Bernardette umas quantas vezes mais. Contudo, Lourdes só se tornou famosa e alvo de turistas, quando em 1866 foi criada a ligação por caminho-de-ferro.
Fátima terá surgido de modo similar. Em 1915 e 1916 os três pastorinhos viram a Virgem. Na ocasião poucos deram grande relevância ao caso. Contudo, a repetição das aparições chamou a atenção para Fátima. Até aí o que havia sido um lugar esquecido transformou-se em local de culto. Fátima fica ao pé do Entroncamento, nó da rede ferroviária nacional. Se os pastorinhos vivessem em Bragança, possivelmente, nunca se teria ouvido falar deles. Com o tempo o carro e o autocarro tomaram o lugar do comboio e o Entroncamento perdeu força. No entanto, agora, a internacionalização de Fátima requer um aeroporto próximo que chame o turismo religioso. O Vaticano criou uma companhia low-cost para esses turistas. Se o Estado português não intervier pagando um aeroporto próximo, Fátima fica em risco de ser um destino secundário do plano religioso, perdendo os cerca de 150.000 visitantes anuais.
Como já sabiamos José Socrates não se deixa influenciar por lobbies, decidiu bem.

Sem comentários:

Google