Alta tensão no Golf

A rede de Alta Tensão vai passar por cima de quase todo o Concelho do Seixal.
No Rêgo Travesso, situado na Flor da Mata, precisamente no local onde se pretende construir um Campo de Golf e uma Herdade em regime de condomínio fechado, a linha de alta tensão irá passar por cima. Quem irá comprar, algo que se prevê de preços elevados, com tal "vizinho" a passar por cima, é uma dúvida que me assalta e de difícil resposta. Mas não é só ali. A rede de Alta Tensão irá atravessar quase todo o Seixal e, ao contrário dos habitantes de Almada que reclamam por tal situação, os habitantes do Seixal nada dizem ou fazem. Aqui, incompreensivelmente, e não creio que seja por falta de informação, os habitantes seixalenses não agem, deixando que a situação se torne real para, talvez nessa altura, se manifestarem. Irão tarde demais, digo eu. É que, quem não reclama e não se faz ouvir é esquecido.
Acontece o mesmo com as eleições autárquicas, a malta não vota e depois queixa-se.
Também é verdade que os protestos no Seixal só são valorizados se se encontrarem "devidamente enquadrados", leia-se em Comissões de Utentes ou afins, recordo-me das, ainda, recentes lutas da população de Pinhal dos Frades contra os postes de Alta Tensão na sua escola ou contra a construção de habitação a custos controlados na Flor da Mata, e da displicência com que a Câmara encarou estas justas reivindicações das populações.

Alta Tensão no Parlamento
A Comissão de Moradores contra a Linha de Muito Alta Tensão, em Almada, entregou a 26 de Março, na AR, uma petição com 4600 assinaturas a exigir a alteração do traçado das linhas. De acordo com o porta-voz da comissão, trata-se de «mais um passo para reforçar a luta pela defesa da saúde pública». Já anteriormente a CM Almada e as Juntas de Freguesia da Charneca da Caparica, Trafaria e Caparica tinham aproveitado uma providência cautelar, contra a REN e Ministério da Economia, exigindo a suspensão dos trabalhos das linhas.
Bastavam 4000 assinaturas para a proposta ir a plenário, mas foram conseguidas 4600, que vão permitir que os deputados debatam o assunto na AR. A Comissão de Moradores afirma que Jaime Gama «concordou com as preocupações», embora ressalve a «importância da linha».
A comissão salienta que não está a exigir que não se construa a linha, mas sim que se opte por uma solução que «evite que esta afecte as populações» e, assim, «garanta efectiva aplicação do princípio da precaução, face às radiações provenientes de campos electromagnéticos».
Ou seja, a população do Seixal não se movimenta, mas a sua Câmara também não...
Venham os Condominios Privados!

6 comentários:

Velas do Tejo disse...

Se mudar a estrutura da população, muita coisa mudará pelos paços do concelho.

Assim como assim, mais vale estoirar recursos em campanhas por novos hospitais, perferencialmente com unidade de oncologia... será cada vez mais útil!

Anónimo disse...

atenção que as últimas informações que tenho é que aí na região do condominio existem planos para ser enterrado

Samuel Cruz disse...

Caro anónimo,

Nada vi escrito nesse sentido, da consulta que efectuei a este processo apenas resulta que os buracos do campo de Golf foram alterados para as bolas não baterem nas linhas! Hilariante...

Ponto Verde disse...

A Câmara do Seixal passou a mensagem nos media que esta questão não lhe dizia respeito .

E o povo foi atrás , mais uma vez considerando a CMS pessoa de Bem.

Nessa altura já havia postes montados e bem visíveis na zona da "curva de Belverde".

Convido o Sr Samuel Cruz a passar na Av.principal de Pinhal dos Frades e ver as NOVAS urbanizações a ser construídas mesmo ao lado da linha de Alta Tensão (zona da Quinta das Laranjeiras).

A questão que tenho levantado recorrentemente no a-sul é que o perigo de uma linha de alta tensão não é só a questão dos campos electro-magnéticos, sobre os quais há pareceres para todos os gostos e dos quais , tal como na questão das alterações climáticas, o que racho que deveria ser seguido o "princípio da precaução".

E a questão para além cos campos electromagnéticos são os perigos FISICOS das próprias estruturas sujeitas ao erro humano, ás forças da gravidade e das intempéries.

Por exemplo quem garante que é uz garante IMPOSSÍVEL que um cabo , dos que atravessam a escola 2+3 de Pinhal dos Frades se parta e cais sobre um recreio cheio de alunos?

O senhor Dr.Samuel Cruz garante isso? Acha possível e hoinesto que alguém ache?

Ponto Verde disse...

Caro Dr.Samuel Cruz, isto é só uma "private joke" , essa prevenção das bolas não baterem nos cabos deve ser a nova interpertação da teoria do caos e da borboleta que batendo as asas pode provocar um tufão do outro lado do Mundo, eles têm medo que uma bola de golfe a bater num cabo de Alta Tensão possa fazer caír a Maioria !!!

Anónimo disse...

E que tal haver uma organizaçãoque reinvindique alterações?
O Sr. Vereador quer ser cabeça de lista?

Google