Novas acessibilidades no arco ribeirinho

Notícia TVI

"Dentro de quatro anos, mais de setecentas mil pessoas dos concelhos de Almada, Seixal, Barreiro, Montijo, Moita, Alcochete, Palmela, Setúbal e Sesimbra vão poder circular em três novas vias construídas de raiz.

Assim, vai ser construído o IC32 entre o Funchalinho e Coina, criando-se uma alternativa à congestionada A2, onde o fluxo de trânsito é reduzido em 15 mil carros, também com a ajuda da portagem.

Será também criada a ER377-2, entre a Costa da Caparica e Fonte da Telha, acabando com os cruzamentos e introduzindo rotundas e por último será reconvertida e beneficiada a Avenida do Mar entre a Fonte da Telha e o IC32. Uma obra com grandes benefícios para as populações locais e para os visitantes.

Para alem destas três vias, está previsto o aumento do numero de estradas com conservação e exploração de 38 quilómetros, todas sem portagens. Uma rede há muito desejada pelas nove autarquias da margem sul."


Mas é tudo investimento do Governo meus Senhores! (Para lembrar os mais distraidos).

3 comentários:

Bruno Barata disse...

Para se perceber melhor o que significa esta obra, vejam a imagem através do link:

http://www.accaosocialista.net/07/1295_12_12_2007/img/emp09.jpg

jsd seixal disse...

Só resta saber para quando.

Velas do Tejo disse...

Por falar, para quando...

Para quando está previsto terminar a alternativa à nacional 10? E para onde irá aquele viaduto?

Parece por demais evidente que esse é um dos grande marcos da incompetência vermelha.

Acredito que acções de sensibilização e denúncia conjunta entre os principais partidos da oposição, relativamente a este tema, poderão resultar na abertura de uma ferida no seio da carraça vermelha.

Pensem nisso!

Google