EN-378 alagada

Com a chegada das primeiras chuvas o cenário repete-se, a EN-378, em especial no troço Fogueteiro-Fernão Ferro, fica completamente alagada, o que dificulta a circulação automóvel e a torna mesmo um perigo.
As causas desta catástofre não são naturais, relacionam-se com o levantamento da cota dos terrenos circundantes em relação à estrada e à impermeabilização do solo, ambas ilegais e feitas pelos proprietários dos terrenos circundantes à via, onde se destacam os locais de venda automóvel, que na sua esmagadora maioria funcionam à margem da Lei.
A autarquia Seixalense tem conhecimento do caso, já que o mesmo já foi levantado nos orgãos próprios, ao longo dos anos, pelos eleitos Socialistas e ainda recentemente, o próprio Presidente do PS Seixal, Dr. Fonseca Gil, levantou a questão em sede de Assembleia Municipal.Também o Jornal local Notícias da Zona, na sua edição n.º 109, de 12 de Novembro passado, se referiu a este assunto, noticiando a problemática.
Esta situação para além de um problema de segurança pública evidente, causa graves prejuízos aos automobilistas que ali têm de circular diariamente.
A Câmara Municipal do Seixal nada faz, assim como nada fez aquando da ocupação ilegal e abusiva daqueles terrenos.
Assim este problema ao invés de ser resolvido, agrava-se de ano para ano.
ACORDA SEIXAL!

1 comentário:

Anónimo disse...

Governo aponta responsabilidades do PSD no atraso das obras do MST.Ver a-sul.

Google