Investimento no concelho do Seixal

Numa altura de discussão do PIDDAC, o PS Seixal toma posição sobre o investimento necessário no concelho. A moção que se segue foi aprovada na Comissão Politica Concelhia do PS Seixal, e tem em conta a necessidade de investimento, no concelho quer por parte do Governo quer por parte da Câmara Municipal.

Considerando que:

1 – No concelho do Seixal vivem actualmente cerca de 170.000 pessoas, o que faz dele o concelho mais populoso do Distrito de Setúbal e um dos dez mais populosos do país.
2 – O Município do Seixal aparece entre os primeiros lugares no ranking dos municípios, cujos habitantes mais pagam impostos (incluindo os municipais).
3 – No PIDDAC 2007 o concelho do Seixal apenas foi “contemplado” com 15.000 € (quinze mil Euros), e dos 308 municípios portugueses apenas 50 tiveram um nível de investimento inferior, sendo certo que já em 2006 não houve investimento com significado no concelho.
Considerando ainda:
5 – Que o grande crescimento demográfico do concelho, fruto de uma gestão desordenada do território e sem planeamento dos comunistas, não tem sido acompanhado, atempadamente, por investimento público tanto municipal como estadual suficiente para gerar melhoria na qualidade de vida dos habitantes do Seixal.
6- Nos últimos 4 anos a Câmara Municipal não efectuou nenhuma obra de referência, sendo também evidente o seu desinvestimento em sectores chave do concelho, com reflexo muito negativo na vida das populações.
7 - Do projecto de PIDDAC conhecido para 2008 prevê-se um investimento de cerca de €: 2.000.000.00 em equipamento escolar (construção, substituição da EB 2 3 Nuno Álvares e projecto da EBI Santa Marta do Pinhal)
8 – Não contempla investimento na saúde, apesar de estarem assumidas algumas obras nesta matéria em especial o Hospital Sesimbra-Seixal.
9 – Não contempla investimento em acessibilidades (e a mobilidade da responsabilidade da CMS é o que todos conhecemos).
10 – Os comunistas, no poder autárquico há mais de 30 anos, têm desperdiçado as enormes receitas geradas no município em auto promoção de pendor político partidário, faltando investimento na construção de infra-estruturas municipais, nomeadamente em rede viária municipal, em escolas de ensino básico e outros equipamentos de interesse colectivo.
11 – Esta realidade está a tornar o concelho do Seixal cada vez mais desprovido de qualidade de vida.

A Comissão Politica Concelhia do Partido Socialista do Seixal, reunida a 24 de Outubro de 2007 em Corroios, decide expressar a sua preocupação com a actual situação e, na defesa do direito à melhoria da qualidade de vida da população do Seixal solicita:

Ao Governo que reavalie os investimentos projectados para o concelho, criando condições adequadas à construção de equipamentos na área da saúde, sem esquecer que o concelho precisa de investimento em projectos estruturantes nas acessibilidades.

À Câmara Municipal do Seixal, que deixe de gastar o dinheiro dos contribuintes em vertentes não essenciais à população e que comece efectivamente uma politica de obras de referência olhando para aspectos como a mobilidade, o ensino básico, as redes de saneamento, a baia, os espaços verdes e de lazer, pois nos últimos nada tem feito nestas áreas.

A Comissão Politica Concelhia do Partido Socialista do Seixal

7 comentários:

Anónimo disse...

olá,
não existe ponto 4?

jsd seixal disse...

Finalmente o PS reconhece que o investimento por parte dos governos socialistas não tem sido grande coisa.

É pena essa não ter sido a forma de estar na Assembleia Municipal por parte da bancada socialista, mas talvez as coisas mudem, apesar de tudo estamos todos a trabalhar para o mesmo: Seixal

Vejam mais uma magnifica promessa da CMSeixal desta vez sobre o PER em:

www.juventudeseixal.blogspot.com
www.jsdseixal.com/blog

Anónimo disse...

Já sei onde o Samuel foi buscar a ideia do barquito na baia para a malta curtir umas sonecas...
«Ex-braço direito de Vitorino acusado de corrupção
O Ministério Público acusou Jorge Dias, ex-chefe de gabinete de António Vitorino, de um crime de corrupção passiva no caso dos navios-hotéis da Expo 98. Os barcos ficaram vazios e a Parque Expo arcou com o prejuizo.»
A malta do PS sempre teve atracção pelos barquitos-hoteis... O pior é quem paga a conta!

Samuel Cruz disse...

Respostas...

De facto não existe ponto quatro, é certamente uma gralha.
Quanto à JSD, esta é a postura do PS, seria interessante que reconhecessem que o PSD, quando no Governo também não investiu no Seixal. O seu a seu dono... É que por exemplo já está em obra a nova Escola Nuno Álvares, um investimento com a marca PS, tal como o comboio na ponte ou os novos catamarans.
Quanto ao último comentário não percebo bem onde pretende chegar, mas fico contente de quem pensa como o senhor ficar incomodado com o que aqui se diz.

jsd seixal disse...

A questão é que ao contrario da poisção do deputados do PS, os deputados do PSD quando o mesmo era governo assumiam posições contra o proprio governo e de pressão ao mesmo, para lembrar algumas como o centro de saude da quinta do conde, enquanto os deputados do PS eleitos para o circulo de Setúbal limitam-se a acarratar ordens vindas de cima como é o caso dos SAPS do Seixal que o próprio ministro amitiu revisão enquantos os autarcas e deputados da nossa terra diziam que a decisão era mt boa.

São estas diferenças, que marcam diferença

Já agora não deixeim de visitiar o nosso blog e ver mais promesas não cumpridas da CMSeixal, neste caso sobre o PER.

www.juventudeseixal.blogspot.com
www.jsdseixal.com/blog

Obrigado

Samuel Cruz disse...

Centro de Saúde da Quinta do Conde? Isso é em Sesimbra, não é? E além do mais nesse caso os vossos deputados reenvindicaram e o Governo PS está a construir... Dói não dói?
E já agora porque é que os Deputados PSD não reenvindicaram, PARA O SEIXAL, os Centros de Saúde de Corroios (que o Ministro Correia de Campos já assumiu como prioritário) e o Centro de Saude dos Foros da Amora? E porque é que os Governos PSD não investiram um cêntimo no Parque escolar do concelho, quando o Governo de José Sócrates já inaugurou uma escola nova (José Afonso), está a construir outra (Nuno Álvares) e já orçamentou em PIDDAC o projecto de outra nova escola (Básica Integrada de Santa Marta)?
Parece-me que a entrarem pelo campo da demagogia barata não fazem diferença nenhuma...

Anónimo disse...

...O seu a seu dono... o Governo José Socrates apenas inaugurou o que outros fizeram (José Afonso), está a construir a Nun'Álvares em terreno cedido pela autarquia com base em protocolo, que não foi com este governo assinado e orçamentou só 50 000 euros para a Básica Integrada de Stª Marta que permitirá eventualmente iniciar o processo/projecto.
Recordo que o governo PSD também inscreveu em PIDDAC 50 000 euros para a substituição da Sec. Moinho de Maré e o que aconteceu?...nada, extinguiram-na.

Google