DESMENTIDO


"É falso, como afirmado pelas Comissões de Utentes de Saúde do Concelho do Seixal, no seu Comunicado de 22 de Setembro, que desconhecia a necessidade de reestruturação dos “SAP’s” no Concelho do Seixal.
Esta reestruturação é uma medida estruturante que permitirá qualificar e aumentar a resposta em Medicina Familiar, permitindo alargar o horário das Unidades de Saúde, como aliás venho afirmando há vários anos e que repetidamente tenho explicado à Comissão de Utentes e em vários fóruns.
Recuso a utilização abusiva e equívoca do meu nome em qualquer campanha de carácter político, mesmo solidarizando-me com a legítima aspiração e luta da população de um médico por família."

Mariana Dupont
Directora dos Centros de Saúde dos Concelhos do Seixal e Sesimbra
Seixal, 19 de Outubro de 2007


Repararam neste desmentido publicado no Jornal do Seixal?
Reproduzo-o aqui porque entendo que é bem revelador da forma como se faz política no concelho do Seixal. De facto, eu próprio, por várias vezes fui confrontado, em plena sessão de Câmara, com pretensas informações prestadas pela Dra. Mariana Dupont que em nada correspondiam às informações oficiais de que dispunha.
Parabéns Dra. provou que é uma mulher de carácter e coragem.

3 comentários:

aldeia pp disse...

Lendo o comunicado das comissões de utentes o que lá vem inscrito é que a Dra. Mariana Dupont não teve conhecimento do encerramento do SAP’s e nem da forma de como se procedeu a esse encerramento, o que foi afirmado por a Dra. Mariana Dupont categoricamente, pois nessa altura até se encontrava de férias, como tal não vejo onde esteja a mentira, o restante parece-me uma necessidade da Dra. Mariana Dupont marcar uma posição política de convergência com o Ministro da Saúde.

Quanto a forma como se faz política no Concelho do Seixal espero que não chegue ao nível dos que usam e abusam da morte para se promoverem politicamente, quando lhes faltam ideias, projectos, convicções, ideais e valores.

Samuel Cruz disse...

Caro Aldeia,

Nós somos todos parvos e a Dra. Mariana Dupont é maluquinha que pos o anúncio, vocês como leram o capital todo é que são os iluminados com projectos, convicções, ideais e valores, peço desculpa...
Já reparou bem na arrogância do que escreveu?
Pensamos de maneira diferente, em democracia isso é aceitável e respeitamo-nos na diferença, pode ser?
Já agora, e para que fique esclarecido, informo-o que da única vez que uma questão relacionada com uma morte foi tratada pela Câmara Municipal do Seixal, neste mandato, foi por minha iniciativa que essa mesma discussão se efectuou à porta fechada. Além do mais do que aí foi tratado não ouvi até hoje qualquer referência, e bem, pois foi isso que foi acordado.
Face ao exposto penso que me deve um pedido de desculpas, atentamente,

aldeia pp disse...

Quanto às razões que levaram a Dra. Mariana Dupont a colocar o anúncio até as percebo, não concordo com algumas das suas opções políticas, embora saiba que Dra. Mariana Dupont não as considere como opções politicas, mas quer a Dra. queira ou não, serão sempre opções políticas, mas isso não invalida que reconheça a sua defesa do bom funcionamento dos Centros de Saúde à sua responsabilidade, por isso acho que se a Dra. Mariana Dupont não estivesse de férias o encerramento dos SAP’s não se procederia da mesma forma, poderá haver quem não queira ver Dra. Mariana Dupont naquele lugar não é o meu caso, mas sobre isso saberá mais que eu.

Discutir ideias e projectos é próprio da democracia e não são património de ninguém e não estava a generalizar no meu comentário, escrevi em resposta ao senhor vereador que no seu post, aí sim generalizou quando escreveu a “forma como se faz politica no Concelho do Seixal”, o senhor vereador poderá ter a veleidade de dar lições de como se faz política, eu não, quanto aos pedidos de desculpa não teria problemas caso reconhecesse razão para tal, o que não é o caso, porque tanto na comunicação social, como na Assembleia Municipal houve na minha opinião uma tentativa de retirar dividendos políticos do caso, se algum dia fizer algo semelhante, espero bem que não terei hombridade para aí sim pedir desculpas, porque na política não pode valer tudo.

Google