DERRAMA PARA 2008

Na Assembleia Municipal da passada quarta-feira, o executivo comunista da Câmara Municipal do Seixal, aprovou isolado, mais uma vez, a taxa máxima de derrama prevista na Lei.
A derrama incide sobre o lucro tributável do rendimento das pessoas colectivas.
A receita do Município do Seixal, na base deste imposto, entre 2006 e 2007 terá um crescimento superior a 110%, sem contar com as receitas a arrecadar até ao final do ano.
Não acham que o crescimento desta receita é escandaloso?
O executivo municipal diz-se preocupado com o tecido empresarial sediado no concelho. Temos um parque industrial à espera de investidores, mas pergunta-se:
- É assim que pretende captar investimento sólido, produtivo?
Não se culpe o Governo da falta de investimento no concelho, antes não se sugue tanto o que aqui está implantado e que gera este lucro generoso e outros virão.
Se a Câmara Municipal do Seixal tiver uma politica equilibrada na captação das receitas o tecido empresarial agradece e a população do concelho será mais beneficiada com um maior investimento local.
O ambiente ficará mais alegre com menos emissões de dióxido de carbono, que sempre geram os transportes na ida e vinda para os locais de trabalho mais distantes, porque o emprego foi criado perto de casa.
Para terminar, o lançamento da Derrama no ano transacto foi justificado pela necessidade de renovação e qualificação do parque escolar do 1º ciclo do ensino básico e de jardins-de-infância.
Que equipamentos foram construídos este ano com a receita da derrama?
Será que também construíram mais 110% de equipamentos do que tinham previsto?
A receita arrecadada foi de 6.000.000,00 (seis milhões de Euros), perguntamos, a Câmara investiu este ano 6.000.000,00 de Euros nestes bens de equipamento?
Ou a Câmara mentiu?

Fonseca Gil

1 comentário:

luis carlos disse...

Cabe aos partidos políticos da oposição trabalharem para acabar com a ditadura no seixal que levou ao caos que é hoje o seixal. Se os partidos fizerem o seu trabalho a população fará o resto com o seu voto. Por um concelho livre da ditadura comunista. Obrigado pelo blog.

Google