Rapidinhas


Amanhã é o dia mundial da contracepção, comemorem.


Hoje joga a selecção nacional de rugby, já ninguém canta o Hino assim, apoiem.

Ontem, no Jornal Público, o meu amigo Pedro Queiroz, Director-Geral da FIPA (Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares), que já este ano participou numa iniciativa organizada pelo Pelouro que dirijo(Comemorações do Dia Mundial do Comércio Justo) alertava para o perigo do aumento do preço dos bens alimentares entre 5 a 10% no próximo ano. É o bio-combustivel, preparem-se.

Domingo, soube-se da morte de Marcel Marceau, morreu o Mestre.

Sábado, na abertura da Seixaliada não percebi nada do discurso do Vice-Presidente da Câmara... Parece que este ano o evento se destina a comemorar a criação do SNS (Sistema Nacional de Saúde), essa criação dum Ministro Socialista, que recentemente foi reconhecido pela OMS (Organização Mundial de Saúde) como o 12.º melhor do mundo. Estranhem.

Finalmente uma palavra para o Dalai Lama que na semana passada, pela módica quantia de 25 Euros, ensinou todos os que se deslocaram ao Pavilhão Atlântico, a importância de se despojarem dos bens materiais. Um senhor, é o que é!

2 comentários:

Pedro Estadão disse...

Camarada Samuel,

tomei recentemente conhecimento deste teu blog e deixo, por isso, registo da minha visita, juntamente com os eus parabéns.

Não deixo de informar que coloquei link para esta tua página no meu blog, em:

www.breviariobarreirense.blogspot.com

Um abraço amigo do,

Pedro Estadão

Rogério Roque disse...

Para quem esteve na abertura, como eu, apenas deixo uma palavra quanto ao discurso: "Lamentável". É o normal, dizer mal por dizer, provavelmente nem sabe do que fala.

Google